5GbetAtualização
Compartilhe

Atividades autônomas lideram as ideias de negócios mais buscadas em 2023

“Como montar uma consultoria” é uma das ideias mais acessadas do portal do Sebrae e revela tendência para o próximo ano
PorRedação
5GbetAtualização
Compartilhe

Como montar uma corretora de imóveis, uma distribuidora de bebidas e um escritório de consultoria foram as três Ideias de Negócios mais buscadas em 2023 no Portal do Sebrae e que devem ser tendências para o próximo ano. A página disponibiliza informações completas para os empreendedores em potencial que desejam montar uma empresa. As demais ideias que integram o ranking das 10 mais procuradas são: papelaria, loja de animais, minimercado, imobiliária, drogaria, designer gráfico e serviço de alimentação.

Angelina Campos abriu a Conceito Consult neste ano. Foto: arquivo pessoal.

Para Luciana Macedo, analista da Unidade de Gestão de Soluções do Sebrae, chama atenção na lista deste ano a grande procura por serviços autônomos, muitas vezes desempenhados por Microempreendedores Individuais (MEI). “Observamos um aumento de pessoas que estão vendendo seu conhecimento, principalmente com os canais digitais. Essas pessoas têm se formalizado como empresas, prestando serviços de consultoria”, avalia.

É o caso de Angelina Helena Pereira Campos, que resolveu apostar no modelo de consultoria ao abrir a Conceito Consult, Consultoria Empresarial, em julho deste ano, na capital mineira Belo Horizonte. Ela conta que, como administradora de empresas, sempre acompanhou diversos empresários e ouvia as mesmas queixas e dores em relação à rotina burocrática do negócio, à gestão e aos controles diversos. O cenário foi essencial para a ideia do negócio.

“Este ano, senti o chamado para me dedicar 100% ao projeto de consultoria, para transformar meu propósito de conectar pessoas a resultados, através do desenvolvimento pessoal e profissional, em um método inovador que oferece tranquilidade ao empresário, empreendedor e profissional autônomo”, relata.

Situação semelhante aconteceu com Rosilene Moraes Marchetti, administradora de 55 anos. Depois de muitos anos trabalhando como empregada em empresas de consultoria, ela se especializou em Análise Comportamental DISC e percebeu que era hora de ter a própria empresa para ajudar outros negócios em seus processos organizacionais e, sobretudo a desenvolver pessoas, expertise da Meta-Morfose Evolução Humana.

A Meta-Morfose Evolução Humana se especializou no desenvolvimento de pessoas.

“Notei que, na pós-pandemia, tanto as pessoas quanto as empresas estão carentes por esse atendimento humanizado e personalizado, que indica caminhos e tem escuta ativa. Percebemos também uma necessidade das organizações de replanejar estratégias e treinar pessoas”, detalha Rosilene.

Talento que pode gerar uma renda extra

A analista do Sebrae observa também que houve uma grande procura por atividades que possam gerar uma renda extra e nas quais a pessoa só depende dela mesma para que o negócio aconteça. Segundo Luciana, muitas pessoas interessadas em empreender resolvem apostar em um hobby ou talento, como doceiros, passeador de cães e montadores de móveis, por exemplo.

Para além de serviços que podem ser desempenhados pelo MEI, a analista argumenta que negócios mais tradicionais – como papelaria, pet shop ou negócios do setor de alimentação – costumam ter sempre muita procura e, portanto, são vistos como negócios mais tradicionais, com menor risco.

Para os potenciais empreendedores que têm somente uma ideia na cabeça, mas não sabem por onde começar, a página do Sebrae traz dados fundamentais, como o raio-x do mercado de interesse, quais os recursos humanos e materiais exigidos pelo negócio, a legislação vigente, como é o processo de formalização, qual deve ser a localização mais adequada para a atividade, entre outros pontos.

É o principal produto do Sebrae para quem quer empreender e precisa conhecer mais do negócio. Ele é produzido e atualizado por consultores especialistas nos negócios que estão sendo ali tratados, com toda validação de quem atua nos negócios.
Luciana Macedo, analista da Unidade de Gestão de Soluções do Sebrae.

Plano de negócios

Depois de escolher a melhor atividade que combina com você e estudar todas as informações do “Ideias de Negócio”, Luciana sugere que o próximo passo seja fazer um plano de negócio – para isso, basta procurar uma unidade presencial do Sebrae ou acessar a página on-line do PNBOX, plano de negócios virtual disponibilizado pelo Sebrae. Mais informações neste link.

  • Consultoria
  • Ideias de Negócios
  • MEI
  • PNBOX