5GbetAtualização
Compartilhe

Guia aponta as melhores áreas para empreender em 2024

Material elaborado pelo Sebrae destaca os setores mais promissores para investir ou aprimorar nos pequenos negócios
PorRedação
5GbetAtualização
Compartilhe

Saúde e bem-estar, tecnologias inovadoras, alimentação saudável e sustentável e negócios digitais são algumas das melhores áreas para se investir em 2024. É o que aponta um guia elaborado pelo Sebrae para orientar os empreendedores no planejamento para o próximo ano. O objetivo é disponibilizar a maior quantidade de informações possível para que os empreendedores possam se antecipar e ter sucesso em sua trajetória.

 Acesse o guia pelo Portal do Sebrae.

O empreendedor precisa aproveitar as oportunidades disponíveis. O bom momento da economia dá mais segurança tanto para os que querem investir em seus negócios, quando para aqueles que querem começar a empreender. Por isso, o Sebrae fez este mapeamento. A era digital trouxe consigo um consumidor mais informado, exigente e conectado, criando um cenário onde a adaptação é vital para a sobrevivência e prosperidade dos empreendimentos.  Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

“O Sebrae está pronto para auxiliar os empreendedores a identificar e aproveitar essas oportunidades”, completa. O guia com as principais tendências de empreendedorismo mapeia os passos a serem dados na jornada empreendedora, oferecendo insights para impulsionar os negócios, especialmente ligados aos avanços tecnológicos, às transformações sociais e aos novos comportamentos de consumo do público.

Se o problema para começar a empreender em 2024 é o valor a ser investido, o guia traz oportunidades que demandam pouco recurso inicial. Entre eles estão serviços de consultoria e treinamento on-line, a produção de conteúdo para redes sociais, design gráfico e vídeo e explorar nichos de mercado através da revenda de produtos.

O material traz ainda oportunidades que estão em alta ao redor do mundo, mas ainda são pouco exploradas no Brasil, como soluções tecnológicas para pequenas e médias empresas, soluções sustentáveis na agricultura e a oferta de serviços de saúde e bem-estar para populações de baixa renda em comunidades carentes.

  • guia
  • tendências