5Gbet
Compartilhe

Parceria deverá impactar quase 1,2 mil produtores via Programa Mossoró Rural

Objetivo do Programa Mossoró Rural é impulsionar a sustentabilidade na agropecuária da região e consolidar o empreendedorismo
PorRedação
5Gbet
Compartilhe

Mossoró – Focadas na gestão e tecnologia como ferramentas de diferencial competitivo, ações conjuntas de fomento ao empreendedorismo no campo impactarão 1.186 produtores rurais, inseridos em oito cadeias produtivas no município de Mossoró. O grupo é alvo do Programa Mossoró Rural, desenvolvido pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, em parceria com a Prefeitura de Mossoró. O acordo de cooperação técnica e financeira que viabiliza o projeto, por meio de aporte financeiro na ordem de R$ 1,6 milhão, foi assinado nesta quinta-feira (20), em cerimônia no Parque de Exposições Armando Buá.

Trata-se da segunda fase do programa, que, entre 2021 e 2023, já beneficiou diretamente outros 1.160 produtores, distribuídos em cerca de 100 comunidades rurais mossoroenses. Na edição anterior, o investimento foi de R$ 1,1 milhão. Ao final das duas etapas, a parceria entre o Sebrae-RN e a Prefeitura de Mossoró terá beneficiado, diretamente, um total de 2.346 produtores rurais.

O projeto, viabilizado por um acordo de cooperação de R$ 1,6 milhão, foi formalizado nesta quinta-feira (Foto: Edilberto Barros)

Nesta etapa, o Mossoró Rural contemplará cadeias agropecuárias consideradas prioritárias no município. Dessa forma, o Mossoró Rural atenderá produtores rurais inseridos nas áreas da agroindústria, apicultura/meliponicultura, avicultura, bovinocultura, caprinovinocultura, fruticultura, piscicultura e suinocultura.

O acordo de cooperação tem vigência de dois anos. Ao longo desse período, os produtores rurais mossoroenses serão apoiados por meio de mais de 17 mil horas de capacitação, distribuídas em consultorias em gestão e tecnologia, além da participação em missões e caravanas empresariais, visando à prospecção de novos mercados para a comercialização dos produtos.

A ideia, conforme explica o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, é promover o desenvolvimento sustentável do setor agropecuário de Mossoró e fortalecer o empreendedorismo rural.

Diretor superintendente do Sebrae RN, José Ferreira de Melo Neto. (Foto: Edilberto Barros)

“Com as ações que estamos desenvolvendo, de forma organizada e sustentável, estamos levando assistência técnica a mais de mil produtores rurais, garantindo o desenvolvimento e o fortalecimento dos negócios rurais. Estamos muito felizes com a parceria e na certeza de muitos frutos positivos nessa segunda fase”, pontua.

As intervenções junto aos produtores rurais buscam o aperfeiçoamento técnico nos processos produtivos no meio rural através do SebraeTec, programa de consultorias tecnológicas. A ideia, por exemplo, é assegurar a obtenção do melhoramento genético da fruticultura e pecuária, adequação e obtenção de certificações e rastreabilidade dos produtos.

Também visa orientar sobre o atendimento à legislação, licenciamento ambiental, boas práticas agrícolas e de fabricação, além de análises laboratoriais, visando o crescimento e a sustentabilidade dos negócios dos produtores.

Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-RN, Itamar Manso Maciel, o conjunto de medidas que integram o programa contribuem sobremaneira para a conquista de diferencial competitivo dos negócios rurais e, consequentemente, amplia a renda e a geração de empregos no campo.

“Iniciativas como o Mossoró Rural são capazes de transformar os pequenos negócios e fomentar a geração de novos porque, com orientação adequada, eles passam a ser mais competitivos, ganham espaço no mercado, e se fortalecem”, observa.

Diversificação

De acordo com o diretor Técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti Júnior, o programa eleva o grau de importância ao alcançar negócios dos mais variados nichos e graus de maturidade, obtida a partir do atendimento continuado ao longo dos anos.

“Essa parceria que firmamos hoje é um programa continuado de ações que mantemos no município ao longo dos anos e que a gestão atual tem apostado e investido. Dessa forma, estamos atendendo produtores com diversos graus de maturidade. Tanto aqueles que estão iniciando como aqueles que já estão mais consolidados, de modo que todos os níveis de negócios ficam fortalecidos, e o setor agropecuário como um todo”, comenta.

Resultados que inspiram

A segunda etapa do Mossoró Rural inspira-se nos resultados exitosos da primeira edição do programa para multiplicar as ações e fortalecer o empreendedorismo no campo.

Os números gerais resultantes da ação são expressivos. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seadru), dos 1.160 produtores rurais impactados nos primeiros dois anos da iniciativa, 175 são da cajucultura. O setor teve impactos diretos no processo, com a revitalização do cultivo e ampliação em 250 hectares da área plantada de cajueiros. Um total de 40 mil mudas da planta foram adquiridas. Na segunda etapa do Mossoró Rural, a expectativa é ampliar em mais 350 hectares a área de plantio.

Em sua fala, o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, sugeriu transformar o Mossoró Rural em programa permanente no município. Segundo ele, a importância e abrangência do projeto justificam a medida.

Prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra. (Foto: Edilberto Barros)

“Queremos ver daqui a cinco, dez, vinte anos as ações do programa chegando junto às famílias que mais necessitam. Esse é o maior programa de assistência técnica ao homem do campo diretamente e podemos fazer dele um programa permanente. Assim será possível, por meio de nossas parcerias, dar uma assistência cada vez com maior qualidade”, frisa.

Outros números

Também a partir das intervenções do Mossoró Rural, com consultorias nas áreas de gestão, associativismo e cooperativismo, quatro cooperativas foram constituídas, com benefício direto a mais de 100 produtores. Também foram outorgados 30 poços, e 60 jovens, filhos de agricultores, receberam capacitação sobre sucessão rural. Na pecuária, foram executadas mais de duas mil horas de consultorias. As capacitações alcançaram mais de 50 apicultores.

  • produtor rural