5Gbet
Compartilhe

Produto com Indicação Geográfica vira enredo de escola de samba no Litoral do Paraná

“Minha Doce Antonina, Viva a Capital da Bala de Banana” é o samba-enredo da escola Filhos da Capela para o Carnaval de 2024
PorAndré Nunes
5Gbet
Compartilhe

Conhecidas em todo o Brasil, as Balas de Banana de Antonina, no Litoral do Paraná, foram reconhecidas em 2020 com a Indicação Geográfica (IG), marco que vem impulsionando a fama e a divulgação da iguaria original do litoral paranaense, produzida desde a década de 1970. Este ano, a Bala de Banana também vai para a avenida: a Escola de Samba Filhos da Capela, de Antonina, escolheu a IG como samba-enredo para o Carnaval 2024: “Minha Doce Antonina, Viva a Capital da Bala de Banana”.

Para Rafaela Takasaki Correa, presidente da Associação das Balas de Banana de Antonina e diretora executiva das Balas de Banana Antonina, a escolha do samba-enredo da Filhos da Capela foi uma grata surpresa.

-

Imagem de divulgação do samba-enredo 2024 da Filhos da Capela. Foto: Divulgação.

“Como Indicação Geográfica, a gente sempre tenta levar para as pessoas a informação de que a IG é de todos, e que a Capital da Bala de Banana deve ser vista e valorizada. Com isso, buscamos atrair turistas, gerando emprego e renda para a nossa cidade. A meu ver, são esses os principais indicadores de uma IG para uma região. É um presente para nós poder embalar o Carnaval, uma das principais festas de Antonina e um dos carnavais mais tradicionais do Paraná”, afirma.

Maria de Lourdes Rufalco, a Lu Rufalco, foi a idealizadora do samba-enredo que relata um pouco da história da Bala de Banana no Litoral.

Bala de Banana de Antonina foi reconhecida como Indicação Geográfica em 2020. Foto: Gilson Abreu/AEN.

“Antonina possui uma forte presença e identidade cultural no Paraná. Nossa escola sempre trouxe, em seus desfiles, elementos da nossa cultura, já cantamos o Barreado e a ‘farinha da boa’, como chamamos. A musicalidade presente nas escolas de samba engloba diversos temas. Com a Indicação Geográfica e o título de Capital da Bala de Banana, nós buscamos valorizar e homenagear a população que fez essa guloseima marca registrada de Antonina”, explica Lu Rufalco.

Com desfiles de blocos históricos de mais de 80 anos de existência e escolas de samba, algumas fundadas na década de 1940, segundo informações da prefeitura municipal, o Carnaval de Antonina é famoso por sua tradição e autenticidade. Na segunda-feira de Carnaval, os homens se vestem de mulher no tradicional desfile das “Escandalosas”. Ao longo dos dias, a cidade também é palco de bailes públicos, concursos de fantasia, desfiles de escolas de samba e de blocos carnavalescos. Com décadas de festa popular, Antonina é considerada um dos melhores carnavais de rua do Paraná e do Sul do Brasil.

Filhos da Capela em registro do Carnaval 2023. Foto: Divulgação.

Weliton Perdomo, gerente da Regional Leste do Sebrae/PR, destaca que a visibilidade do Carnaval deve ampliar a divulgação da Bala de Banana e sua história.

O Carnaval é um momento de celebração de pessoas, histórias, produtos e lugares que marcam a nossa terra. Nesse sentido, foi bem escolhido o tema do samba-enredo da Filhos da Capela, que aborda desde a história da banana até a criação da bala, que se tornou Indicação Geográfica.
Weliton Perdomo, gerente da Regional Leste do Sebrae/PR.

Bateria da Filhos da Capela: escola enaltece ícones culturais de Antonina. Foto: Divulgação.

Com composição de Marcio Machado, Flavinho Bento, Jeferson Admaro Santos e Chrystiano Santos, tendo como intérprete oficial Eme Santos e os intérpretes Jeferson Admaro Santos, Marcio Machado, Tuka, Jorginho Fahad e Maneco Dolenga, e harmonia de Marcelo Bojo, Rafael Guimarães, Emanuel Machado e Edinho, confira a letra do samba-enredo:

“Minha Doce Antonina, Viva a Capital da Bala de Banana”

Filhos da Capela 2024

(Disponível no Youtube)

Sabor dos deuses

Que travessa o mar pra encantar

Bravos navegantes, sacerdotes e nos alimentar

A nobreza aprecia o fruto dourado da índia

O grande guerreiro anuncia banana é energia

Cai no samba pequena notável

Em cachos tropicais

Chiquita bacana nanica

Faz folias pelos carnavais

Aroma de pecado

Profano e sagrado

A sedução nacional

Até os povos nativos

Degustaram o que trouxe Portugal

Da terra, prata ou rosa

Saborosa tentação (ô ô)

Virou tesouro hoje é presente

Patrimônio nacional da nossa gente

Vem provar essa doçura

Que invade a passarela

Tem bala de banana com açúcar

Na receita dos Filhos da Capela