5GbetAtualização
Compartilhe

Rally dos Sertões gera oportunidade para pequenos negócios de Umuarama

Capacitações ajudaram no preparo de empresas para fortalecer o turismo local e foi elaborado um guia de serviços
PorDa ASN Paraná
5GbetAtualização
Compartilhe

Desde que a organização do Rally dos Sertões definiu que Umuarama, na região noroeste do Paraná, estaria na rota da competição, a Prefeitura do município, a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (Aciu), o Senac e o Sebrae Paraná se organizaram para apoiar o comércio local para receber a maior prova do gênero no mundo, por meio do programa de capacitações “Umuarama cidade acolhedora”. Ao final dos cursos, 53 empresas foram listadas no Guia de Serviços Turísticos.

Na carreta Caravana Sebrae e nas principais redes digitais da prefeitura, o QR Code com o guia foi disponibilizado para download nos dias do evento. O material também foi enviado diretamente para as equipes da competição, compostas por pilotos, navegadores, apoio e infraestrutura, que ficaram concentrados na Vila Sertões, localizada no Parque de Exposições Dario Pimenta.

Para os empreendedores, foram oferecidos conteúdos nas áreas de marketing, finanças, vendas, atendimento, gestão, entre outros. Quem comemorou a participação foi Katherine Dayany Móvio, do ateliê de doces Ka’seirinhos, inaugurado há dois anos.

Prova automobilística atraiu consumidores para feiras e praça de alimentação, no Parque de Exposições. Foto: Rafael Sinkervicius.

“A capacitação oportunizou a minha participação na Vila Sertões, a partir de agora, pretendo estar presente em mais feiras. Conhecemos a importância da apresentação dos produtos, mas ficou aprendizado para o futuro do meu negócio, como a necessidade de dedicar mais esforços à presença nas redes sociais, já que boa parte das vendas ocorre de forma digital”, comenta Katherine.

Segundo a consultora do Sebrae Paraná, Jane Queiroz, o sucesso do programa se deve também ao comprometimento dos empresários locais.

“O Sebrae, a Prefeitura e a Aciu mobilizaram a jornada para uma cidade acolhedora, para receber bem visitantes e consumidores. Esse movimento uniu ainda mais as empresas, os artesãos, proporcionou networking. O objetivo foi prepará-los, não apenas para a passagem do Rally, mas para se desenvolverem”, observa Jane.

A presidente do Conselho Municipal de Turismo de Umuarama (Comtur), Rosely Incenha, diz que, a partir das capacitações, um grupo com empreendedores de vários segmentos foi formado para dar continuidade ao trabalho. Também empreendedora, ela participou dos cursos e está contente com os negócios realizados na feira de artesanatos realizada na Vila.

“Como empreendedora, estou aproveitando para divulgar meus produtos e serviços na área de terapias naturais. Certamente, a presença do Rally despertou os comerciantes para o potencial turístico local”, diz Rosely.

Além da expectativa

Outro ponto de Umuarama onde os empreendedores de artesanato e alimentação puderam oferecer seus produtos foi o Lago Aratimbó, onde os visitantes foram fotografar carros da competição, participar de atividades recreativas e assistir a shows.

Proprietário de uma hambugueria itinerante, a Dona Delzita, instalada em uma kombi, Temisthoklis Falias escolheu participar das ações no lago, e não na Vila, por considerar o público mais diversificado. Lição que obteve por meio do conteúdo preparatório para os comerciantes.

“Em uma das atividades, aprendemos que é preciso ter em conta qual público será atendido. Isso ligou a chave para as próximas feiras e eventos que formos participar. Formulamos um cardápio especial, com opções mais em conta e deu certo. No dia 26, quase faltou matéria-prima para atender toda a demanda. Vendemos o dobro da expectativa”, celebra o empreendedor.

Depois de passar pelo Paraná, onde houve a largada em Foz do Iguaçu e segunda etapa em Umuarama, a comitiva do Sertões segue para Presidente Prudente (SP). A viagem dura 14 dias, com chegada em Salinópolis (PA).

  • Rally dos Sertões