5GbetAtualização
Compartilhe

Sebrae e Ministério da Igualdade Racial se unem em prol do empreendedorismo negro

Parceria foi assinada nesta segunda-feira (27) na sede do Sebrae Nacional, em Brasília, pelo presidente da instituição, Décio Lima, e pela ministra Anielle Franco
PorRedação
5GbetAtualização
Compartilhe

Com o objetivo de fortalecer o empreendedorismo negro no país, com a melhoria do ambiente de negócios, da gestão e da economia dos pequenos negócios brasileiros, o Sebrae e o Ministério da Igualdade Racial (MIR) assinaram, nessa segunda-feira (27), um Acordo Técnico de Cooperação (ACT). A parceria permite que o Sebrae integre e colabore tecnicamente para o avanço das ações do MIR na defesa dos direitos da população negra brasileira, especialmente jovens.

Para isso, o ACT inclui ações como a sistematização de dados do Plano Juventude Negra Viva (PJNV), iniciativa do MIR voltada para à redução da violência letal e das vulnerabilidades sociais que atingem a juventude negra. Além disso, inclui o intercâmbio de bolsistas e docentes negros brasileiros para conhecer ações educacionais de empreendedorismo em Moçambique, por meio da iniciativa “Caminhos Amefricanos: programa de intercâmbio Sul-Sul”.

Dessa forma, a parceria permite que o Sebrae proponha medidas e estratégias, em colaboração com o MIR, a partir de dados e análises em prol da promoção dos pequenos negócios comandos por negros. Por outro lado, com o intercâmbio, a expectativa é ampliar as experiências formativas e o desenvolvimento de pesquisas sobre empreendedorismo, a partir da identidade negra.

Durante a cerimônia de celebração do acordo, o presidente do Sebrae Nacional, Décio Lima, destacou a retomada das relações do Brasil com os países africanos. Segundo ele, o Sebrae tem muito a contribuir para o sucesso das ações do Ministério da Igualdade Racial.

Queremos atender a nossa juventude para manter uma relação com um país irmão que é Moçambique e o Sebrae abraça essa causa com muita ternura.
Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

A ministra Anielle Franco, por sua vez, reforçou a importância da união de forças e da construção coletiva nos projetos do MIR.

A ministra Anielle Franco e o presidente Décio Lima na sede do Sebrae Nacional, em Brasília. Foto: Erivelton Viana.

Estamos pensando muito na nossa juventude, na educação e na empregabilidade e não poderíamos contar com um parceiro melhor do que o Sebrae para dar mais um passo em direção de avanços necessários.

Ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco.

Levantamento feito pelo Sebrae com base em dados da PNAD do terceiro trimestre de 2023, aponta que os empreendedores negros correspondem a 52% dos donos de negócios no país. O estudo mostra também, que apesar de serem maioria no universo empreendedor brasileiro, os empresários negros têm rendimento médio 32% inferior ao dos brancos, sendo ainda menor a média entre mulheres negras. Além disso, a taxa de desocupação também é maior entre pessoas negras, especialmente jovens.

  • empreendedorismo negro
  • igualdade racial
  • inclusão