5GbetAtualização
Compartilhe

Ministério do Empreendedorismo e Sebrae iniciam agenda de trabalho conjunta

Márcio França e Décio Lima defendem Desenrola PJ como prioridade
PorRedação
5GbetAtualização
Compartilhe

O Ministério do Empreendedorismo e o Sebrae oficializam grupo de trabalho (GT) para fomentar soluções para grandes temas que ainda impedem o desenvolvimento dos pequenos negócios. A reunião do GT aconteceu nesta quinta-feira (1º), na sede do Sebrae Nacional, com a presença do ministro Márcio França e do presidente do Sebrae, Décio Lima. Participaram também o assessor especial do ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Paulo Matheus; o diretor-técnico do Sebrae, Bruno Quick; e a diretora de Administração e Finanças do Sebrae, Margarete Coelho.

O ministro Márcio França destacou que é preciso dar algumas respostas rápidas para o segmento dos microempreendedores individuais.

A nossa prioridade deve ser o Desenrola para as empresas, com foco nos microempreendedores individuais (MEI), para que eles consigam sair da condição de inadimplentes. Além disso, queremos avançar com a proposta de um cartão para o MEI que permita que esse empreendedor possa se identificar perante as mais diversas esferas de interface do seu empreendimento, além de funcionar como um instrumento para abrir portas e, com isso, prosperar.

Márcio França, ministro do Empreendedorismo.

Ministro Márcio França (esq.) durante a reunião com o presidente do Sebrae, Décio Lima (dir.). Foto: Larissa Carvalho.

Para que essas soluções avancem, segundo o ministro e o presidente do Sebrae, é preciso que o ministério e o Sebrae estejam juntos. Nesse sentido, Décio Lima destacou a importância do Grupo de Trabalho na construção dessas estratégias. “O tema empreendedorismo é prioritário para o presidente Lula e o vice Geraldo Alckmin, por isso, o ministério é essencial nos debates que vão trazer as soluções para o segmento que representa 95% dos CNPJs do país e 30% do Produto Interno Bruto (PIB), além de serem os maiores geradores de empregos do país: 71% das vagas criadas em 2023 foram nos pequenos negócios”, afirmou.

O ministério e o Sebrae, por meio deste grupo de trabalho, vão trazer soluções para proteger o segmento e, com isso, abriremos oportunidade para que o empreendedor possa ter condições de continuar trabalhando e gerando renda.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Os grandes temas que serão debatidos no grupo de trabalho incluem ainda crédito e o Simples Nacional, no âmbito da Reforma Tributária. “Os empreendedores precisam entender o governo como um facilitador, não como um instrumento que vai impedir que os negócios cresçam. Desse modo, nossa missão é facilitar a vida da empresa”, frisou Márcio França. “Discutir uma rampa de crescimento junto ao Congresso também está na nossa agenda de trabalho.”

O grupo de trabalho terá como focos prioritários o endividamento e crédito; MEI e inclusão socioprodutiva, simplificação e melhoria do ambiente de negócios, inovação, competitividade e sustentabilidade, mercados e ampliação das exportações de pequenas empresas e ambiente de negócios local. “O Sebrae e o Ministério vão trabalhar com o propósito primordial de desenvolver e implementar políticas públicas nacional de apoio e desenvolvimento para o segmento prioritário do governo Lula”, destacou Márcio França.

  • Crédito
  • Desenrola PJ
  • Grupo de Trabalho
  • Ministério do Empreendedorismo
  • Simples Nacional