5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasMon, 26 Feb 2024 14:11:00 +0000pt-BRhourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-minas-participara-do-evento-sxsw-em-austin-no-texas/Mon, 26 Feb 2024 17:41:49 +0000https://www.emedist.com/?p=10745Colaboradores do Sebrae Minas estarão participando do South by Southwest (SXSW) 2024, em Austin no Texas, entre os dias 8 e 16 de março. O evento internacional reunirá mais de 300 mil participantes e contará com atrações com foco em inovação, música e entretenimento e imersão em diversos conteúdos, como inteligência artificial (IA), cybersegurança, ESG, Web3, crise climática, cenário econômico para as Big Techs e realidade estendida.

Estarão na comitiva do Sebrae Minas o gerente da Unidade de Portifórios e Comercialização (UPC), Ricardo Luiz Pereira, a gerente da Unidade de Educação Empreendedora, Fabiana Pinho, e dos analistas Nayara Bernardes, Carla Gobb, Mário Rezende e Myrian Reis. Ao longo do evento, eles farão relacionamento e networking com os demais presentes com o intuito de buscar inspirações para atuar em benefício dos pequenos negócios mineiros.

“O Sebrae Minas hoje é referência no suporte aos pequenos negócios, trazendo soluções para as maiores necessidades dos empreendedores no dia a dia. Precisamos estar antenados às principais tendências que estão sendo abordadas em eventos internacionais para apresentarmos de forma cada vez mais eficaz para as micro e pequenas empresas. Cada colaborador vai trazer essas inspirações e incorporar conceitos que possam ser úteis no futuro”, explica a analista do Sebrae Minas Laila Kallab, coordenadora da missão.

Ao longo de 2024, a instituição também participará de outras atrações internacionais. Em janeiro, vários colaboradores estiveram na NRF 2024, considerada o maior evento de varejo do mundo, com tendências e tecnologias que impactam o futuro dos pequenos negócios.

Sobre o SXSW

O SXSW teve sua primeira edição em 1987 e logo se transformou em um festival de sucesso e que movimenta mais de US$ 400 milhões por ano. Além das discussões, o festival promove rodadas de investimento, oportunidade que diversas startups de todo o mundo têm para mostrar seu trabalho e ganhar aporte financeiro.

O evento já contou com personalidades mundiais, como Barack Obama, Elon Musk, Mark Zuckerberg, Johnny Cash, Willie Nelson e Oprah Winfrey, entre outros. Na última edição, em 2023, o SXSW teve a presença de mais de 2 mil brasileiros, segunda nacionalidade mais assídua no festival, atrás apenas dos Estados Unidos.

-

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas

emedist.com@etang.com

(31) 3396-9275/9276/9139

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-minas-promove-encontro-de-ecossistemas-de-inovacao-em-sao-lourenco/Mon, 26 Feb 2024 13:32:38 +0000https://www.emedist.com/?p=10732Representantes dos ecossistemas de inovação das cidades de Varginha, Pouso Alegre, Poços de Caldas, Itajubá, Lavras e Santa Rita do Sapucaí se reúnem na próxima quinta-feira, 29 de fevereiro, em São Lourenço, para o Encontro dos Ecossistemas do Sul de Minas. A iniciativa do Sebrae Minas tem o objetivo de fortalecer a atuação em rede dos atores, identificar potenciais setores estratégicos de atuação e promover o desenvolvimento de redes colaborativas.

No encontro, será discutida a criação de um Sistema Regional de Inovação, que envolve a participação de empresas, universidades, centro de pesquisas e a governança das cidades envolvidas. A ideia é que os componentes possam atuar conjuntamente para identificar oportunidades de expansão, necessidades e demandas nos municípios.

“O Sistema Regional de Inovação visa promover a inovação e o desenvolvimento econômico da região, bem como fomentar a atuação colaborativa e em rede entre as cidades do Sul de Minas, trazendo mais desenvolvimento, investimento e crescimento para a região”, enfatiza o analista do Sebrae Minas Paulo Sarto.

O evento terá a presença de lideranças da Inovai, ICT Cesullab, Universidade Federal de Alfenas (Unifal), Inatel, Prointec, Nidustec, hub de Inovação Huais, Núcleo de Empreendedorismo de Pouso Alegre (Nempa), Universidade Federal de Lavras (Ufla) e Viveiro AgroHub.

Fomento à inovação

Para ativar a governança nos ecossistemas locais, o Sebrae criou uma modalidade do programa Agentes Locais de Inovação (ALI) para articular e engajar os representantes dos ELIs em torno da implementação de um plano de estruturação proposto pela metodologia. A iniciativa conta com bolsistas selecionados por meio de edital, que atuam para aumentar a maturidade nesses espaços inovadores, sem custos para as instituições e empresas atendidas.

O ALI ajuda a manter a governança local comprometida em fomentar a inovação por meio do aprimoramento das leis municipais, do fortalecimento da infraestrutura local e do estímulo à ciência e tecnologia.

-

Encontro dos Ecossistemas de Inovação do Sul de Minas

Data: 29/2

Horário: 13h30 às 18h

Local: Sebrae São Lourenço – Avenida Antônio Junqueira de Souza, 135 – Loja 02 – Centro – São Lourenço

-

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas

emedist.com@etang.com

(31) 3379-9275/9276/9139

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/o-protagonismo-do-nosso-ecossistema-de-inovacao-foi-decisivo-para-apoiar-a-abstartup-disse-alcolumbre/Sun, 25 Feb 2024 20:39:45 +0000https://www.emedist.com/?p=4408O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Amapá, Josiel Alcolumbre; a superintendente, Alcilene Cavalcante; a diretora técnica, Suelem Amoras; e o diretor de administração e finanças, Marcell Harb, junto ao governador do Estado, Clécio Luiz Vieira; e a presidente da Associação Brasileira de Startups (ABStartup), Ingrid Barth, receberam na abertura oficial do encontro internacional Startup20, empreendedores nacionais e estrangeiros; agentes públicos e políticos. O Amapá é o único estado da Amazônia a receber a reunião do G20 sobre inovação e tecnologia. O Startup20, acontece na sede do Sebrae, no período de 23 a 26 de fevereiro, das 8h às 18h.

De acordo o presidente do Conselho do Sebrae no Amapá, Josiel Alcolumbre, é com garra e persistência que estão construindo a visão de futuro que acreditam para o Amapá – de Estado mais inovador da Amazônia, pois os resultados em tão pouco tempo conquistados, os credenciam para conquistar resultados tão grandiosos, quanto o majestoso rio da capital, Macapá.

O protagonismo que o nosso ecossistema de inovação e startups assume no Brasil e a oportunidade de conectar empreendedores com investidores de todo o mundo, foram fatores decisivos para o Sebrae e o GEA apoiarem a ABStartup, disse Josiel Alcolumbre, na abertura do Startup20.

Segundo a superintendente do Sebrae, Alcilene Cavalcante, é um grande dia para o Amapá, para as startups e para a inovação, porque a gente começa o Startup20, o grande evento de inovação, tecnologia e sustentabilidade que reúne startups dos 20 países mais ricos do mundo e que estão no Amapá, no meio do mundo, discutindo assuntos importantes para o futuro da economia e da humanidade. “Hoje é a abertura, o início das conexões e aproximação entre empresas e investidores, teremos uma vasta programação que ocorre no Sebrae”, disse a superintendente, Alcilene Cavalcante.

-

Para a diretora técnica do Sebrae, Suelem Amoras, o Startup20 vai proporcionar dias de discussão, conhecimento, para que ao final, possamos construir o Comuniqué, um documento será entregue aos líderes integrantes do G20, que sugere ações para fortalecer o ecossistema de empreendedorismo não só no Brasil, mas no mundo. “Nele, constará sugestões de ações inovação, bioeconomia e pontenciais da Amazônia que serão apresentados no Amapá”, afirmou a diretora técnica do Sebrae, Suelem Amoras.

-

O encontro internacional Startup20, inédito no Brasil, é uma pré-COP30 para o estado, candidato a receber eventos da Conferência do Clima, da Organização Mundial das Nações Unidas (ONU), que será realizada no Pará em 2025.

Startup

-

“Estou muito feliz, a gente está aqui no Startup20, Grupo de Engajamento do G20 aqui no Amapá. O primeiro evento do Startup20, então o Amapá está abrindo os trabalhos do ano, e esse vai ser um ano muito produtivo para o Comuniqué, que é um documento que vamos entregar para a cúpula do G20. Essa parceria com o Sebrae é histórica”, declarou a presidente da ABStartup, Ingrid Barth.

-

De acordo com o gerente de Inovação do Sebrae, Bruno Castro, a instituição teve papel decisivo na construção do Pavilhão de Bioeconomia, e em parceria com os demais organizadores, possibilitar a exposição de mais de 93 empreendedores do segmento de artesanato, bioeconomia, startup, empresas com selo Amapá colocando na vitrine os empreendedores do estado. “Estamos apresentando aquilo que o estado tem de melhor, e promovendo a aproximação com os empreendedores e investidores que participam do Startup20”, assegurou o gerente, Bruno Castro.

-

Startup

-

O CTO da Startup da AmazTrace, Marco Antônio, que é uma empresa de rastreabilidade de produtos de origem na Amazônia, participou da abertura oficial do Startup20.  “É um evento é internacional com uma oportunidade imensa para expor todo o nosso potencial para diversas economias do mundo, muitas vezes, nós vamos para outros estados e países para falar sobre a startup e conversar com investidores, e no momento, eles que estão vindo para conhecer a gente, então é uma oportunidade imensa de mostrar o Amapá”, reiterou Marco Antônio.

-

O diretor do Aeroporto Internacional de Macapá, Eduardo Costa, menciona que esses tipos de eventos são de suma importância pela temática de startup e de inovação, temas que incentivam o desenvolvimento econômico da região e também por ser aqui em Macapá, no Amapá. “O Aeroporto se preparou para recepcionar o evento de forma digna, disponibilizou espaço para credenciamento e tentou trazer uma experiência única para todos que vieram prestigiar o Startup20, expositores, visitantes e turistas”, finalizou o diretor Eduardo Costa.

A cerimônia de abertura recebeu a presença de várias autoridades, entre elas, o ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes; senador Randolfe Rodrigues; vice-presidente do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), desembargador Mário Mazurek; procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual, Paulo Celso Ramos; deputada estadual, Edna Auzier; prefeito de Santana, Bala Rocha; diretor técnico do Sebrae em Rondônia, Alessandro Crispim Macedo; gestora do Projeto Startup no Amapá, Josseli Pantoja; analista de Inovação do Sebrae/RO, Rangel Miranda; analista do Sebrae/RO, Caroline Souza; gerente da Unidade de Gestão da Inovação, Mercados e Serviços Financeiros do Sebrae/RR, Wharlison Aguiar; consultora de Economia Criativa e Startup do Sebrae/SP, Maria Augusta Miglino; analista de Inovação do Sebrae Nacional, Cristina Mieko; analista Técnico, Nager Amui; analista técnico, Fernando Pscheidt; coordenador de inovação e startup do Sebrae Acre, Jorge Freitas; gestora do Programa Inova Amazônia, Rosa Satiko Nakamura; analista de Negócios Inovadores do Sebra/PE, Maria da Conceição Moraes; e a coordenadora de Negócios Tecnológicos e Inovadores do Sebrae/RJ, Marília de Sant’Anna Faria.

-

-

-

Serviço:

Sebrae no Amapá

Unidade de Marketing e Comunicação: (96)3312-2832

Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Agência de Notícias Amapá (ASN): www.ap.emedist.com

Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br

Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br

Youtube: /sebraeamapa

Twitter: @sebraeap

Facebook: @sebraeap

Instagram:@sebraeap

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-se-torna-sede-do-palacio-do-governo-do-amapa-no-satrtup20/Sun, 25 Feb 2024 15:49:03 +0000https://www.emedist.com/?p=4399A superintendente do Sebrae no Amapá, Alcilene Cavalcante, reúne com o governador do Estado, Clécio Luiz Vieira, no Palácio do Setentrião, instalado nas dependências do Sebrae em Macapá, no período de realização do Startup20, evento que recebe representantes de todo o Brasil e das maiores potências econômicas mundiais. O Startup20, acontece na sede do Sebrae, no período de 23 a 26 de fevereiro, das 8h às 18h.

-

É no Sebrae que ocorrem as discussões sobre o futuro da economia e da humanidade. Estamos com 19 delegações dos cinco continentes e o governador Clécio Luiz, já instalou  a sede do governo em outros momentos, como, na Expofeira, em Mazagão na festa de São Tiago e agora no Sebrae, no período do Startup20. É muito bom porque consolidamos os laços de parceria entre Sebrae e Governo, com as empresas que estão no Amapá, com as startups, com as empresas de bioeconomia, com a iniciativa privada, e com as instituições de pesquisas. Estamos todos juntos no espaço que é a sede do Governo do Amapá, disse a superintendente do Sebrae, Alcilene Cavalcante.

-

O Startup20 no Sebrae, está com uma vasta programação com painéis, seminários, debates, mesas redondas; e o Pavilhão de Bioeconomia, onde se pode fazer conexões com startups, empresas de outros países, empresas do Selo Amapá, artesanato das nossas comunidades indígenas e quilombolas”, explicou a superintendente Alcilene Cavalcante.

Startup20

-

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae) é parceiro do Governo do Estado (GEA) e da Associação Brasileira de Startups (ABStartup) na realização do Startup20. O evento reúne representantes do ecossistema de startups dos países do G20, União Africana e União Europeia. O Startup20 é um Fórum de diálogo global com partes interessadas no ecossistema de startups e tecnologia.

-

-

Serviço:

Sebrae no Amapá

Unidade de Marketing e Comunicação: (96)3312-2832

Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Agência de Notícias Amapá (ASN): www.ap.emedist.com

Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br

Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br

Youtube: /sebraeamapa

Twitter: @sebraeap

Facebook: @sebraeap

Instagram:@sebraeap

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/segundo-dia-do-startup20-inicia-com-lancamentos-de-editais-assinatura-de-protocolo-e-debates/Sat, 24 Feb 2024 20:20:17 +0000https://www.emedist.com/?p=4381O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Amapá, Josiel Alcolumbre, a superintendente Alcilene Cavalcante, a diretora técnica, Suelem Amoras, e o diretor de administração e finanças, Marcell Harb, em parceria com o Governo do Estado (GEA) e da Associação Brasileira de Startups (ABStartup), realizam o segundo dia do Startup20, que acontece na sede do Sebrae em Macapá, no período de 23 a 26 de fevereiro, das 8h às 18h.

Neste sábado (26), o evento contou com um painel de abertura para expor as potencialidades do Amapá, assinatura do Edital Dr. Empreendedor; lançamento do Edital Startup Indústria; e Assinatura do Memorando de Entendimento com o Ministério de Integração e Desenvolvimento Regional (MIDR), para a construção de um Hub de Inovação no Amapá.

-

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Amapá, Josiel Alcolumbre, destaca que sediar o Startup20 é o início da jornada para tornar o Amapá um centro global de inovação, tecnologia e sustentabilidade.

-

Nós que estamos no norte do Brasil entendemos nossa responsabilidade com a Amazônia, a importância de cuidar das florestas, rios e de preservar as belezas naturais. Estamos trabalhando e sediando esse evento para que a riqueza natural também possa se tornar fonte econômica, para que empreendedores tenham uma visão sustentável e tecnológica e para o crescimento e transformação de realidade da população amapaense, disse o presidente Josiel Alcolumbre.

-

O Governador do Amapá (GEA), Clécio Luís, reitera a felicidade na escolha do Amapá como o primeiro estado do Brasil a sediar o Startup20 e destaca a importância do evento para alavancar os indicadores sociais e econômicos do estado.

-

“Estamos discutindo inovação, tecnologia e agregando esses conhecimentos de forma direta na Amazônia, valorizando a floresta e preservação ambiental. O fato desta discussão estar sendo feita aqui no Amapá é motivo de muita alegria, honra e com a certeza de que isso vai fazer toda a diferença”, declarou o governador Clécio Luís.

-

Para o Ministro do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, eventos como a Cúpula da Amazônia, COP30 e o Startup20, irão trazer um novo olhar para a região norte, uma mensagem muito forte para o mundo inteiro.

-

“Estamos em uma agenda do G20, é a primeira vez que o Brasil preside o G20 e a primeira reunião da agenda do Startup20 está sendo aqui no Amapá. Precisamos propagar aos quatro cantos do mundo o trabalho excepcional do cenário empreendedor brasileiro, pois em cinco anos, saímos de zero startups com status de unicórnio para 31 unicórnios consolidadas, e nenhum outro país chegou perto de fazer isso. Mesmo com todos os nossos desafios, estamos sempre entre os principais ecossistemas de inovação e tecnologia do mundo”, disse a presidente da ABStartup, Ingrid Barth.

-

“A assinatura dos editais e protocolos, tem o objetivo de fortalecer o desenvolvimento da inovação no estado, para que o Amapá se torne um exportador um estado que agregue valor a economia e valorize os ativos ambientais da Amazônia”, declarou o Secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Edivan Andrade.

-

Serviço:

Sebrae no Amapá

Unidade de Marketing e Comunicação: (96)3312-2832

Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Agência de Notícias Amapá (ASN): www.ap.emedist.com

Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br

Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br

Youtube: /sebraeamapa

Twitter: @sebraeap

Facebook: @sebraeap

Instagram:@sebraeap

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/cerimonia-marca-o-reconhecimento-do-sebrae-a-atuacao-das-salas-do-empreendedor-em-rondonia/Fri, 23 Feb 2024 20:06:32 +0000https://www.emedist.com/?p=4471Em solenidade realizada na noite de quarta-feira (21), na sede do Poder Legislativo Estadual de Rondônia, o Sebrae reconheceu e premiou as Salas do Empreendedor que se destacaram no estado no último ano, em 2023. Além de enaltecer o desempenho das Salas em relação à quantidade de atendimentos realizados, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Rondônia concedeu o Selo Sebrae de Referência em Atendimento nas categorias Ouro, Prata e Bronze.

“Este é o reconhecimento do Sebrae RO quanto à atuação das Salas do Empreendedor do estado de Rondônia. Em uma primeira etapa, buscamos valorizar a quantidade de atendimentos realizados, denotando a ampla cobertura de negócios que recebem orientação técnica de qualidade nas Salas do Empreendedor e em outra etapa o Sebrae buscou enaltecer a melhoria da qualidade nos processos de atendimento destas Salas, conferindo a elas o Selo Sebrae de Referência em Atendimento”, explicou o vice-presidente do Sebrae RO, Marco Cesar Kobayashi.

MAIOR NÚMERO DE ATENDIMENTOS

Nesta primeira etapa da cerimônia realizada na Assembleia Legislativa de Rondônia, foram consideradas as Salas do Empreendedor que registraram o maior número de atendimentos em 2023, seja em quantidade absoluta, seja em números proporcionais relativos ao número de empresas constituídas no município onde atuam. A Sala do Empreendedor de Vilhena foi o grande destaque, registando 3.945 atendimentos em 2023, se tornando a líder em número de atendimentos entre as 44 Salas do Empreendedor de Rondônia. Em segundo lugar, destacou-se a Sala do Empreendedor de Cacoal, com 3.114 atendimentos e em terceiro lugar a Sala do Empreendedor de Cerejeiras, com 1.455 atendimentos realizados no ano passado.

COBERTURA DE ATENDIMENTO

Já na categoria Cobertura de Atendimento, foram premiadas as Salas do Empreendedor que registraram o maior número de atendimentos proporcionais ao número de empresas do município. Com 8,78 atendimentos realizados para cada empresa no município, a Sala do Empreendedor de Pimenteiras do Oeste teve a sua atuação reconhecida, bem como as Salas do Empreendedor de Vale do Paraíso, com 1,75 atendimentos; Teixeirópolis, com 1,64 atendimento e; Theobroma, com 1,46 atendimentos.

SELO SEBRAE DE REFERÊNCIA EM ATENDIMENTO

Baseado em uma metodologia de avaliação para reconhecer, em nome do Sebrae, a qualidade dos atendimentos e serviços prestados pelas Salas do Empreendedor e parceiros da rede parceira de atendimento aos empreendedores locais, o Selo Sebrae de Referência em Atendimento contempla as categorias Bronze, Prata e Ouro.

“Esta é uma metodologia baseada em sete pilares de avaliação que se desdobram em diversos critérios específicos. Por meio desses critérios qualitativos e quantitativos são geradas pontuações com o objetivo de atribuir categorias de qualidade aos espaços parceiros participantes”, explica o diretor-técnico do Sebrae em Rondônia, Alessandro Cripim Macedo.

Durante a cerimônia desta quarta-feira (21), foi premiada, na categoria Bronze, a Sala do Empreendedor de Colorado do Oeste. Por sua vez, na Categoria Prata, foram contempladas as Salas do Empreendedor do Município de Nova Mamoré, Alto Paraíso, Pimenta Bueno e Presidente Médici. Já na Categoria Ouro, os grandes destaques do Selo Sebrae de Referência em Atendimento foram as Salas do Empreendedor de Pimenteiras do Oeste, da Câmara Municipal de Nova Mamoré e de Machadinho D’Oeste.

PREMIAÇÃO

Além do reconhecimento e da valorização, cada uma das Salas do Empreendedor que se destacaram em Rondônia no ano de 2023 serão premiadas com uma vaga na “Caravana Sebrae Sala do Empreendedor – Conhecimento & Reconhecimento”. A Caravana tem como destino o estado do Paraná, oportunizando aos profissionais que atuam nas Salas do Empreendedor de Rondônia conhecer as Salas do Empreendedor premiadas com o Selo Diamante naquele estado. São espaços reconhecidos nacionalmente pela excelência do atendimento oferecido pela equipe da rede parceira e pelos agentes de desenvolvimento locais.

Para mais informações sobre as ações do Sebrae, basta acessar o site www.sebrae.ro ou ligar gratuitamente para 0800 570 0800. Ou ainda acessar o Sebrae pelas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (@sebraero).

-

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/ultimas-vagas-para-programa-de-inovacao-gratuito-do-sebrae-sp-na-regiao-de-ourinhos/Fri, 23 Feb 2024 18:40:47 +0000https://www.emedist.com/?p=7167Receber o acompanhamento gratuito de um agente local de inovação (ALI) para implantar ações em busca do aumento da produtividade e competitividade do negócio. Essa é a proposta do programa ALI Produtividade que tem 80 vagas gratuitas abertas, das 175 no total, para a região de Ourinhos. O prazo de inscrição foi prorrogado até o dia 3 de março. A iniciativa envolve uma parceria do Sebrae-SP, Governo Federal, Senai e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

As vagas são válidas para as cidades: Águas de Santa Bárbara, Bernardino de Campos, Canitar, Cerqueira Cesar, Chavantes, Espírito Santo do Turvo, Fartura, Iaras, Ipaussu, Itaí, Manduri, Óleo, Ourinhos, Piraju, Ribeirão do Sul, Salto Grande, São Pedro do Turvo, Sarutaiá, Santa Cruz do Rio Pardo, Taguaí, Taquarituba, Tejupá e Timburi.

OALI Produtividade é aberto a micro e pequenas empresas das áreas de serviços, comércio e indústria. O atendimento é individualizado e o acompanhamento pode ter duração de até seis meses. O objetivo é identificar eventuais problemas ou queixas e buscar soluções e inovações específicas a partir de um plano de ação com consultoria especializada.

O programa busca atender a pequenos negócios que passam por questões como sazonalidade das vendas, gestão financeira deficiente, tíquete médio baixo, sobrecarga ou ociosidade de funcionários, alta rotatividade, estoque alto, problemas de layout e espaço, entre outras. As soluções envolvem desde elaboração de plano de marketing e posicionamento digital até consultoria financeira, definição de metas, aprimoramento da gestão de estoque, ações de vendas, treinamento de funcionários, melhoria do processo de seleção, entre outros.

As inscrições podem ser feitas pelo link https://www.emedist.com, por e-mail robertalc@sebraesp.com.br, pelo telefone (14) 3302-1370 ou WhatsApp (14) 99128-1244.

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-e-apex-firmam-parceria-para-fomentar-exportacao-de-pequenos-negocios-do-amapa-em-2024/Fri, 23 Feb 2024 18:37:14 +0000https://www.emedist.com/?p=4374O Serviço de Apoio às Micro Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), firmam parceria para a realização da primeira edição do Exporta Mais Brasil no estado do Amapá. O objetivo é fortalecer o atendimento e promover capacitação de pequenos negócios para inserção no mercado internacional. A reunião técnica sobre o programa aconteceu nesta quinta-feira (22), na sala de Reunião do Conselho Deliberativo do Sebrae, das 10h às 11h30.

-

Para a diretora superintendente do Sebrae no Amapá, Alcilene Cavalcante, o programa é uma oportunidade para que empreendedores amapaenses consigam crescer em larga escala.

“A edição que irá ocorrer no Amapá vai ser focada em frutas e derivados, então é um setor no qual somos bem desenvolvidos e possuímos diversas empresas de destaque. Será um evento com oportunidades de rodadas de negócios, para apresentar marcas, fazer networking, capacitar empreendedores para exportar produtos e criar relação com compradores internacionais”, relatou a superintendente Alcilene Cavalcante.

-

O assessor da presidência da ApexBrasil, Pablo Lira, explica mais sobre o evento e destaca a importância de atrair olhares para o norte e o Amapá. “O Exporta Mais 2024 visa contemplar todos os estados do Brasil que não participaram da edição de 2023. Nosso foco com essa visita é mostrar que o Norte e o Nordeste estão tendo um olhar diferenciado por parte da Apex, nós queremos criar e viabilizar estratégias de exportação para essas regiões e aumentar o saldo da balança comercial dos estados contemplados. Para o Amapá, o objetivo é também promover a valorização dos produtos naturais, de frutas e derivados”, contou o assessor Pablo Lira.

-

Programa

-

O Exporta Mais é um programa criado pela ApexBrasil, com o objetivo de conectar o comércio exterior a empreendedores de todo o país. O Exporta Mais busca uma aproximação ativa com todas as regiões do Brasil, para potencializar atividades de exportação. Através do programa, empresas de diferentes setores produtivos participam e realizam reuniões com compradores internacionais, que vêm ao Brasil em busca de produtos e serviços ligados a setores de nicho.

-

Na edição de 2023, a Apex contou com o apoio de entidades setoriais, incluindo o Sebrae Nacional. Os resultados da edição impactaram positivamente no crescimento de diversas áreas empresariais, ao longo das 13 rodadas do Exporta Mais Brasil, o programa arrecadou R$ 275 milhões em negócios gerados a partir de 3.496 reuniões e contou com a presença de 143 compradores nacionais e internacionais de 44 países.

-

Rodadas

-

Confira os setores e os estados que devem receber as rodadas do Exporta Mais Brasil em 2024, com datas a confirmar. Para mais informações acesse o site oficial do programa no link https://apexbrasil.com.br/content/apexbrasil_landingpages/en/exporta-mais-brasil.html.

-

Setores: Frutas e derivados (Amapá/AP); Couros e curtumes (Maranhão/MA); Alimentos e bebidas/saúde e bem-estar (Alagoas/AL); Moda (Ceará/CE); Materiais de Construção (Santa Catarina/SC); Bebidas (Tocantins/TO); Mel e conservas (Piauí/PI); Manejo Florestal Sustentável (Mato Grosso/MT); Ingredientes para Cosméticos (Amazonas/AM); Insumos Agropecuários (Mato Grosso do Sul/MS); Chocolate (Bahia/BA); Moda Praia (Rio Grande do Norte/RN); Moda, Higiene e Cosméticos (Sergipe/SE); Cereais, Oleaginosas e derivados (Roraima/RR); e Exporta Mais Amazônia (Pará/PA).

-

Reunião

-

A reunião técnica sobre o Exporta Mais Brasil 2024 contou com a presença da diretora superintendente do Sebrae no Amapá, Alcilene Cavalcante; diretor do escritório da região Norte da Apex, Essio Lanfredi; assessor da presidência da ApexBrasil, Pablo Lira; gerente da Unidade de Soluções Inovadoras e Competitivas do Sebrae no Amapá (Unic), Bruno Castro; assessora técnica da diretoria do Sebrae no Amapá, Isana Alencar; e  Fabrício Penafort, Larissa Diniz e Fabrício de Carvalho, da Secretaria de Estado de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Secricomex).

-

Serviço:

Sebrae no Amapá

Unidade de Marketing e Comunicação: (96)3312-2832

Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Agência de Notícias Amapá (ASN): www.ap.emedist.com

Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br

Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br

Youtube: /sebraeamapa

Twitter: @sebraeap

Facebook: @sebraeap

Instagram: @sebraeap

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/ultimas-vagas-para-programa-de-inovacao-gratuito-do-sebrae-sp-na-regiao-de-aracatuba/Fri, 23 Feb 2024 17:03:51 +0000https://www.emedist.com/?p=7163Receber o acompanhamento gratuito de um agente local de inovação (ALI) para implantar ações em busca do aumento da produtividade e competitividade do negócio. Essa é a proposta do programa ALI Produtividade que tem 90 vagas gratuitas abertas, das 300 no total, para a região de Araçatuba. O prazo de inscrição foi prorrogado até o dia 3 de março. A iniciativa envolve uma parceria do Sebrae-SP, Governo Federal, Senai e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

As vagas são válidas para as cidades: Alto Alegre, Andradina, Araçatuba, Avanhandava, Barbosa, Bento de Abreu, Bilac, Birigui, Braúna, Brejo Alegre, Buritama, Castilho, Clementina, Coroados, Gabriel Monteiro, Glicério, Guaraçaí, Guararapes, Ilha Solteira, Itapura, Lavínia, Lourdes, Luiziânia, Mirandópolis, Murutinga do Sul, Nova independência, Penápolis, Pereira Barreto, Piacatu, Rubiácea, Santópolis do Aguapeí, Santo Antonio do Aracanguá, Sud Menucci, Suzanápolis e Valparaiso.

OALI Produtividade é aberto a micro e pequenas empresas das áreas de serviços, comércio e indústria. O atendimento é individualizado e o acompanhamento pode ter duração de até seis meses. O objetivo é identificar eventuais problemas ou queixas e buscar soluções e inovações específicas a partir de um plano de ação com consultoria especializada.

O programa busca atender a pequenos negócios que passam por questões como sazonalidade das vendas, gestão financeira deficiente, tíquete médio baixo, sobrecarga ou ociosidade de funcionários, alta rotatividade, estoque alto, problemas de layout e espaço, entre outras. As soluções envolvem desde elaboração de plano de marketing e posicionamento digital até consultoria financeira, definição de metas, aprimoramento da gestão de estoque, ações de vendas, treinamento de funcionários, melhoria do processo de seleção, entre outros.

As inscrições podem ser feitas pelo link https://www. ou pelo telefone 3607-2983.

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sao-joao-dalianca-piloto-do-projeto-eli-ativa-conecta-o-municipio-ao-futuro/Fri, 23 Feb 2024 14:09:56 +0000https://www.emedist.com/?p=13674
Reunião marcou lançamento do projeto na cidade de São João d’Aliança (Fotos Renato Feitosa)

Em um evento realizado nesta quarta- feira (21), São João d’Aliança foi oficializada como uma das três cidades do Brasil a integrar o projeto-piloto ELI Ativa, iniciativa do Sebrae que visa incentivar  a criação de espaços inovadores em municípios e territórios.

A cerimônia contou com a presença de autoridades locais; representantes do Sebrae; representantes de universidades, escolas, setor produtivo de diversas cidades da região; além de palestrantes renomados, como Mariana da Mata, diretora executiva do Fab Lab Rel, e Edgar Andrade, head da startup Bootcamp.

O ELI Ativa (ELI é referente a Ecossistema Local de Inovação) busca fomentar a cultura inovadora e o empreendedorismo em São João d’Aliança, conectando o município a oportunidades de desenvolvimento local e regional. O projeto irá trabalhar em conjunto com diversos setores da sociedade, como academia, poder público e iniciativa privada, para:

  • Criar um ambiente propício para o surgimento de startups e negócios inovadores;
  • Oferecer capacitações e mentorias para empreendedores locais;
  • Promover a integração entre os diferentes agentes do ecossistema de inovação;
  • Atrair investimentos para o município.

Durante o evento, os participantes fizeram dinâmicas temáticas abordando como conectar pessoas, instituições e poder público, de forma a viabilizar ecossistemas de inovação.

Dinâmicas marcaram o evento, em que participantes procuraram identificar cenários para conexão de pessoas

A escolha de São João d’Aliança como cidade-piloto é um marco para o desenvolvimento do Nordeste Goiano. A iniciativa demonstra o potencial da região para se tornar um polo de inovação e empreendedorismo, gerando oportunidades para toda a população.

Cléber Chagas, gerente da Regional do Entorno do DF/Nordeste, se entusiasma com a iniciativa. “O ELI Ativa é um projeto revolucionário, principalmente aqui para a região, porque busca atrair academia, poder público e iniciativa privada para que todos trabalhem juntos em prol da inovação”, afirmou.

Charles Dumaresq, analista do Sebrae no Nordeste Goiano, considera que o ELI Ativa vem para somar e presentear não só um município, mas toda a atividade do Sebrae e dos atores envolvidos no Nordeste Goiano.

Mariana da Mata, diretora executiva do Fab Lab Rel, ressaltou a união de propósitos. “A gente reuniu muitas pessoas de cidades da região, e a expectativa era encontrar pessoas instigadas  e construir um compromisso com a construção do empreendedorismo inovador. Isso vai facilitar muito o processo de construção da comunidade do ELI Ativa aqui na região, e vamos conseguir ter resultados muito promissores”, disse.

Mariana da Mata ressaltou a união e o compromisso das pessoas envolvidas

Para Edgar Andrade, palestrante e head da startup Bootcamp, se disse satisfeito por participar deste momento. “Estou feliz demais aqui em São João d’Aliança, mas conectado com toda a região Nordeste de Goiás, rodando uma experiência muito bacana que vai conectar esses municípios entre si, com o futuro e com o mundo através do empreendedorismo inovador”, considerou.

O futuro é agora

Com a implementação do ELI Ativa, São João d’Aliança está abrindo caminho para um futuro promissor, onde a inovação e o empreendedorismo serão os pilares do desenvolvimento local e regional, sempre com o suporte do Sebrae, que oferece capacitações e soluções em diversas áreas, também com foco em inovação.

A prefeita de São João d’Aliança, Débora Domingues, frisou a importância desse tipo de parceria. “O projeto do Sebrae transforma a vida das pessoas. Estou muito feliz pela instituição ter escolhido São João d’Aliança como piloto desse modelo. Estamos felizes e queremos aprender cada vez mais com vocês. O Sebrae Goiás já nos ajuda em nosso município com a Sala do Empreendedor e outros serviços, norteia nossos passos e abre nossa mentalidade. Queremos alçar voos cada vez mais altos”, disse.

O gerente Cléber Chagas com os integrantes do Sebrae e com os dois facilitadores das dinâmicas

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Taissa Gracik – (62) 99887-5463

Na Regional Entorno do DF/Nordeste | Posse: Agência Entremeios Comunicação / Renato Feitosa – (61) 99947-1248

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresas do estado de GoiásFri, 23 Feb 2024 14:09:56 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sao-joao-dalianca-piloto-do-projeto-eli-ativa-conecta-o-municipio-ao-futuro/Fri, 23 Feb 2024 14:09:56 +0000https://www.emedist.com/?p=13674
Reunião marcou lançamento do projeto na cidade de São João d’Aliança (Fotos Renato Feitosa)

Em um evento realizado nesta quarta- feira (21), São João d’Aliança foi oficializada como uma das três cidades do Brasil a integrar o projeto-piloto ELI Ativa, iniciativa do Sebrae que visa incentivar  a criação de espaços inovadores em municípios e territórios.

A cerimônia contou com a presença de autoridades locais; representantes do Sebrae; representantes de universidades, escolas, setor produtivo de diversas cidades da região; além de palestrantes renomados, como Mariana da Mata, diretora executiva do Fab Lab Rel, e Edgar Andrade, head da startup Bootcamp.

O ELI Ativa (ELI é referente a Ecossistema Local de Inovação) busca fomentar a cultura inovadora e o empreendedorismo em São João d’Aliança, conectando o município a oportunidades de desenvolvimento local e regional. O projeto irá trabalhar em conjunto com diversos setores da sociedade, como academia, poder público e iniciativa privada, para:

  • Criar um ambiente propício para o surgimento de startups e negócios inovadores;
  • Oferecer capacitações e mentorias para empreendedores locais;
  • Promover a integração entre os diferentes agentes do ecossistema de inovação;
  • Atrair investimentos para o município.

Durante o evento, os participantes fizeram dinâmicas temáticas abordando como conectar pessoas, instituições e poder público, de forma a viabilizar ecossistemas de inovação.

Dinâmicas marcaram o evento, em que participantes procuraram identificar cenários para conexão de pessoas

A escolha de São João d’Aliança como cidade-piloto é um marco para o desenvolvimento do Nordeste Goiano. A iniciativa demonstra o potencial da região para se tornar um polo de inovação e empreendedorismo, gerando oportunidades para toda a população.

Cléber Chagas, gerente da Regional do Entorno do DF/Nordeste, se entusiasma com a iniciativa. “O ELI Ativa é um projeto revolucionário, principalmente aqui para a região, porque busca atrair academia, poder público e iniciativa privada para que todos trabalhem juntos em prol da inovação”, afirmou.

Charles Dumaresq, analista do Sebrae no Nordeste Goiano, considera que o ELI Ativa vem para somar e presentear não só um município, mas toda a atividade do Sebrae e dos atores envolvidos no Nordeste Goiano.

Mariana da Mata, diretora executiva do Fab Lab Rel, ressaltou a união de propósitos. “A gente reuniu muitas pessoas de cidades da região, e a expectativa era encontrar pessoas instigadas  e construir um compromisso com a construção do empreendedorismo inovador. Isso vai facilitar muito o processo de construção da comunidade do ELI Ativa aqui na região, e vamos conseguir ter resultados muito promissores”, disse.

Mariana da Mata ressaltou a união e o compromisso das pessoas envolvidas

Para Edgar Andrade, palestrante e head da startup Bootcamp, se disse satisfeito por participar deste momento. “Estou feliz demais aqui em São João d’Aliança, mas conectado com toda a região Nordeste de Goiás, rodando uma experiência muito bacana que vai conectar esses municípios entre si, com o futuro e com o mundo através do empreendedorismo inovador”, considerou.

O futuro é agora

Com a implementação do ELI Ativa, São João d’Aliança está abrindo caminho para um futuro promissor, onde a inovação e o empreendedorismo serão os pilares do desenvolvimento local e regional, sempre com o suporte do Sebrae, que oferece capacitações e soluções em diversas áreas, também com foco em inovação.

A prefeita de São João d’Aliança, Débora Domingues, frisou a importância desse tipo de parceria. “O projeto do Sebrae transforma a vida das pessoas. Estou muito feliz pela instituição ter escolhido São João d’Aliança como piloto desse modelo. Estamos felizes e queremos aprender cada vez mais com vocês. O Sebrae Goiás já nos ajuda em nosso município com a Sala do Empreendedor e outros serviços, norteia nossos passos e abre nossa mentalidade. Queremos alçar voos cada vez mais altos”, disse.

O gerente Cléber Chagas com os integrantes do Sebrae e com os dois facilitadores das dinâmicas

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Taissa Gracik – (62) 99887-5463

Na Regional Entorno do DF/Nordeste | Posse: Agência Entremeios Comunicação / Renato Feitosa – (61) 99947-1248

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/programa-do-sebrae-fortalece-cadeia-de-energia-solar-no-estado/Fri, 09 Feb 2024 17:47:16 +0000https://www.emedist.com/?p=13565
Encontro marcou o lançamento do Programa Goiás Solar, que vai desenvolver negócios relacionados à energia solar (Fotos Divino Batista)

O Sebrae Goiás promoveu um encontro na terça e quarta-feira (06 e 07) no qual lançou o Programa Goiás Solar 2024, uma ação estruturante dentro do Projeto Sebrae Energia, que promete revolucionar o segmento de energia renovável no estado. Reunindo empresas do ramo de energia e os pequenos negócios promotores da economia goiana, o programa visa impulsionar o desenvolvimento dos negócios relacionados à cadeia da energia solar por meio de uma jornada de desenvolvimento gerencial e oportunidade de acesso a mercado.

A iniciativa, que conta com metodologias ágeis e práticas, busca não apenas oferecer capacitação, consultorias especializadas e treinamento, mas também auxiliar na gestão, estratégia, marketing e formação de equipes das empresas participantes. O consultor do Sebrae e criador da metodologia do programa, Rafael Demétrius, destaca a importância do Goiás Solar em fornecer suporte abrangente, desde a elaboração de estratégias até questões financeiras.

Segundo Rafael, o pontapé inicial do programa já começou no lançamento, que reuniu todo o segmento para mapear os problemas do setor, identificar as causas desses problemas, possíveis soluções e desenhar um cronograma de intervenções para o ano. Com o foco na prática, o consultor explica que, em seguida, os empresários já entram na chamada ”Trilha Solar”. “Nesse processo eles terão todo o acompanhamento de profissionais especializados, que vão desde a estratégia daquela empresa de energia solar até a parte financeira”, pontuou o especialista.

O consultor Rafael Demétrius falou sobre o suporte que o programa dará

Durante o lançamento do Programa, os empresários também acompanharam uma palestra com o profissional Edmarcio Júnior, especialista em energia. Ele destacou a importância da capacitação dos empreendedores em energia solar. “Esse momento é muito importante para a cadeia. Nós falamos um pouquinho sobre o que é o mercado de energia solar em Goiás e no Brasil, expondo também as oportunidades e desafios, bem como as empresas devem se preparar para oferecer soluções para os clientes, especialmente aos micros e pequenos empreendedores do estado”, disse.

Sebrae Energia

A analista técnica Vera Lúcia Oliveira, gestora do Sebrae Energia, do qual o Programa Goiás Solar é parte integrante, frisou que a iniciativa visa orientar pequenos negócios sobre gestão de energia. “O Programa Goiás Solar surge como uma resposta às demandas específicas da cadeia de energia solar, oferecendo suporte estruturado para os pequenos negócios do setor. Com uma visão abrangente, o Sebrae Energia não apenas lança o Goiás Solar, mas também prepara sua base de credenciados para estabelecer uma rede de profissionais para atender às necessidades das empresas da cadeia de energia solar”, explicou. A gestora enfatizou o compromisso em criar um ambiente mais favorável para os pequenos negócios no setor de energia solar fotovoltaica em Goiás.

Time do Sebrae e especialistas focados em desenvolver competências para melhoria dos negócios

Empresários como Edson Borges, da Sol Vitta, enxergam no Programa Goiás Solar uma oportunidade de fortalecer a cadeia de energia renovável. No encontro, ele ressaltou a importância da segurança nesse setor e a necessidade de informar os consumidores sobre os aspectos técnicos dos equipamentos. Ele acredita que a participação no programa não apenas beneficiará sua empresa, mas também contribuirá para uma sociedade mais informada e segura. “Acredito que cabe a nós, empresários da área, informar a sociedade para que as pessoas, quando forem adquirir equipamentos, se informem, pois é isso que garante segurança e uma cadeia mais fortalecida”, pontua ele.

O Programa Goiás Solar 2024 promete não apenas capacitar e fortalecer empresas do setor de energia solar, mas também contribuir para o desenvolvimento sustentável do estado, impulsionando a adoção de fontes limpas e renováveis de energia. Com o lançamento oficial, as expectativas são altas para o impacto positivo que esse programa trará para a economia de Goiás, de acordo com Vera.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Taissa Gracik – (62) 99887-5463

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/como-implementar-ferramentas-digitais-para-alavancar-seu-negocio/Fri, 26 Jan 2024 20:03:40 +0000https://www.emedist.com/?p=13365

Não é exagero dizer que a transformação digital nas empresas é imprescindível para a sobrevivência. Essa é a realidade, não é mais o futuro.

A fala acima é de André Luís Villela Santos Ribeiro, gestor estadual do Programa Transformação Digital do Sebrae Goiás, que promoverá, no dia 1° de fevereiro (quinta-feira), mais uma oportunidade para que os empreendedores de pequenos negócios possam entender a iniciativa e participar do ALI Transformação Digital. A palestra acontece às 19h e será on-line.

Para se inscrever é necessário fazer a inscrição clicando aqui>>

André Luís Villela Santos Ribeiro é gestor estadual do Programa Transformação Digital, que promoverá palestra on-line gratuita (Fotos Silvio Simões)

No Programa Transformação Digital, os empresários de micro e pequenas empresas passam pelas fases de sensibilização, mapeamento da maturidade digital, priorização de solução digital, conexão com fornecedores e contratação da solução digital. Os Agentes Locais de Inovação (ALIs) vão explicar, durante a palestra, o passo a passo dessa jornada e as vantagens que o programa proporciona. Como por exemplo, um diagnóstico que mostra quais as soluções são indicadas para melhoria da produtividade e o Sebrae subsidia até R$ 2 mil do custo de uma solução digital de mercado por meio de reembolso.

O ciclo do programa tem a duração média de seis meses, sendo 100% gratuito. O gestor estadual André Luís explica que os ALIs acompanham toda a jornada e são treinados e capacitados para implementar a metodologia, que dura em média seis meses, em encontros presenciais e online. Ao fim, o agente faz uma avaliação final do processo, verifica novamente a maturidade digital da empresa e calcula o retorno sobre o investimento feito para a o uso da solução.

As vagas para participação no Programa Ali Transformação Digital são limitadas, e a palestra on-line é mais uma chance para que o empreendedor possa entender a importância do Programa e implementar em sua empresa soluções digitais que podem revitalizar processos, agilizar dados para decisões corporativas, aumentar a produtividade e o lucro e gerar mais emprego e renda. As sensibilizações presenciais já foram realizadas no auditório do Sebrae Goiás em Goiânia nos dias 15 e 25/01.

Sensibilizações sobre a importância da inovação e da adoção de ferramentas digitais vêm sendo realizadas pelo Sebrae

O ALI Transformação Digital faz parte do Programa Brasil Mais, do Sebrae Nacional, que também possui o Programa ALI Produtividade, que também está em fase de seleção de micro e pequenos negócios e tem como objetivo proporcionar apoio especializado para estimular a inovação e a melhoria dos processos produtivos das micro e pequenas empresas.

Cinco modalidades

O Programa ALI contempla cinco modalidades: Produtividade, Rural, Ecossistemas de Inovação, Educação Empreendedora e Transformação Digital.

Os ALIs são profissionais capacitados que atuam diretamente nas empresas para identificar oportunidades de inovação, otimização de processos e aumento da eficiência operacional. Esses agentes trabalham de forma personalizada, entendendo as necessidades específicas de cada empresa para oferecer soluções adequadas ao seu contexto. “O foco do programa está na promoção da cultura inovadora e no aumento da competitividade das micro e pequenas empresas, auxiliando na adoção de novas tecnologias e métodos de gestão”, explica Allysson Silva, gestor do programa na Regional Central do Sebrae Goiás.

O analista Allysson Silva é gestor do Programa ALI na Regional Central, em Goiânia

SERVIÇO

Palestra On-line Transformação Digital

Data: 1º de fevereiro, próxima quinta-feira

Horário: 19h

Inscrições:https://www.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/startup-motriz-inova-com-empreendedorismo-feminino-prospero-e-acolhedor/Fri, 19 Jan 2024 13:38:51 +0000https://www.emedist.com/?p=13236Desenvolver um ecossistema capaz de levar mulheres que possuem um negócio de micro, pequeno ou médio porte a melhorar a performance de cada empreendimento, mas também do estilo e qualidade da vida de cada uma delas. Esse é o desejo de Rejane Duarte, CEO do Ecossistema Motriz, uma startup que foi lançada na última segunda-feira (16) no auditório do Sebrae, em Goiânia. No sábado (20), a Motriz será lançada em Paris, na França, com a presença de diversas empreendedoras de sucesso.

Administradora de empresas com formação em desenvolvimento humano, Rejane é coordenadora nacional de Empreendedorismo Feminino da Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais, a BPW Brasil. Trata-se de uma Organização Não Governamental (ONG) que visa desenvolver o potencial de empreendedoras por meio de liderança, educação, network, mentoring, programas de empoderamento econômico, social e político e participação na ONU.

A startup é inovadora, segundo Rejane, porque combina força comercial, rotina lucrativa e uma estratégia sustentável. “Nosso trabalho também está comprometido com o apoio solidário a mulheres em estado de vulnerabilidade, estabelecendo um novo padrão para o empreendedorismo inclusivo, além de seu alinhamento com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU”, explicou.

Rejane Duarte, CEO do Ecossistema Motriz, uma startup pensada para mulheres

A CEO conta que o projeto nasceu há cerca de sete anos, quando participou de uma mentoria no Sebrae Goiás, a Jornada Avançar, e percebeu estruturas ricas utilizadas no mundo inteiro para impulsionar negócios. De lá para cá, Rejane ressalta que reuniu o que há de melhor em estratégias nos grandes negócios e adaptou para os pequenos. Entre as inovações está a estruturação de uma trilha gamificada que impacta diretamente na área comercial de negócios implantados por mulheres.

“As mulheres, para empreender, precisam de muito mais força e dedicação porque, em média, cada uma já ocupa cerca de seis horas diárias com trabalhos em casa e no cuidado com os filhos. Isso exige muito mais sabedoria, e aliadas a outras mulheres de diversos segmentos, essas empreendedoras trabalham em uma dinâmica onde as Líderes Motriz são as protagonistas. Elas captam, constroem e gerem Unidades de Negócios Motriz, mapeiam oportunidades para a criação de novas unidades e promovem um ciclo de crescimento contínuo”, destacou a CEO da startup.

Público, formado apenas por mulheres, teve a oportunidade de entender melhor como funciona o negócio e fortalecerem vínculos

Entre os diferenciais da Motriz foram destacados a Força Comercial, em que os grupo fomentam os negócios umas das outras e ampliam a rede de relacionamentos; a Rotina Lucrativa, que envolve a produtividade e a eficiência; a Estratégia Sustentável, que é ter no mesmo ecossistema o conhecimento e agentes que vão ajudar a crescer sem sacrificar a saúde ou a família; e as Evidências de Crescimento, que proporcionam transparência, controle e organização em todos os negócios gerados.

Rejane frisou ainda que a startup vai desenvolver redes para o empoderamento do empreendedorismo feminino em que uma cliente Motriz irá contribuir e acolher de várias formas (financeira, emocional, com conhecimento) uma mulher em estado de vulnerabilidade. “Assim, umas ajudam as outras, e todas crescemos juntas, tanto que nossa logomarca é um círculo com várias mãos que ora recebem, ora doam.”

O evento de lançamento contou com a participação presencial de quase cem mulheres e, pelo canal do YouTube, foi acompanhado por cerca de 300 participantes on-line de diversas partes do país e também da França. “Mais uma vantagem da nossa startup. Temos um network fortalecido a cada dia com pessoas que acreditam que a sororidade pode mudar a vida das mulheres”, reforçou Rejane Duarte.

Vera Lúcia Elias, gestora responsável pelo Núcleo de Parcerias do Sebrae Goiás

Para Vera Lúcia Elias, gestora responsável pelo Núcleo de Parcerias do Sebrae Goiás, o lançamento de uma startup voltada para o sucesso da gestão feminina significa que a instituição está alcançando resultados com o Programa Delas (Empreendedoras Líderes Apaixonadas por Sucesso), que tem plantado diversas sementes que estão gerando frutos. “Ter hoje uma mulher à frente de um empreendimento de base tecnológica, com uma proposta inovadora, que além de auxiliar negócios ainda apoia outras mulheres e com um apelo social interessante muito nos orgulha e mostra que estamos cumprindo nossa missão, que é criar ambientes favoráveis ao surgimento de negócios, já que o início de tudo começou aqui, numa jornada de aceleração”, comemorou.

SERVIÇO

Ecossistema Motriz

Contato: CEO Rejane Duarte – rejaneduarte@inspirenegocios.com.br

Telefone: (62) 98411-2014

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/ali-transformacao-digital-insere-empresas-no-caminho-da-inovacao-e-tecnologia/Wed, 17 Jan 2024 17:35:54 +0000https://www.emedist.com/?p=13167Brenda Rodrigues Andrade, analista comercial da Fly Parts Manutenção Aeronáutica, empresa que atua em Goiânia há três anos e possui cerca de 35 colaboradores. Localizada no Setor Santa Genoveva, a empresa é voltada para a manutenção aeronáutica e cuida de acessórios, instrumentos e rádios, entre outros equipamentos presentes em aeronaves. A Fly Parts, cujo proprietário tem mais de 30 anos de experiência na área, possui uma clientela em diversas regiões do país e pretende expandir o atendimento, reduzir custos e potencializar os resultados. Para isso, a empresa busca uma transformação digital para inovação de processos, inicialmente na área comercial.

Brenda Rodrigues Andrade, analista comercial da Fly Parts Manutenção Aeronáutica

A analista da Fly Parts foi uma das 50 representantes de MPEs que participaram, nesta terça-feira (16), no auditório do Sebrae em Goiânia, da apresentação do Programa ALI Transformação Digital, que faz parte do Programa Brasil Mais Produtivo, desenvolvido pelo Sebrae para impulsionar os negócios por meio da inovação e tecnologia. É que estão abertas as inscrições para um novo ciclo do programa, que oferece uma jornada de seis a nove meses, entre atendimentos presenciais e on-line.

O programa é 100% gratuito e conta com o acompanhamento de Agentes Locais de Inovação (ALIs), que são treinados e capacitados para implementar a metodologia, que conta com mapeamento da maturidade digital da empresa e dos desafios para a transformação; priorização de uma solução digital; conexão do empresário com fornecedores de solução; e contratação da solução. Com foco na digitalização da empresa, o Sebrae subsidia o empresário, por reembolso, em até R$ 2 mil pela contratação de uma ferramenta de mercado.

Allysson Silva, gestor do programa na Regional Central do Sebrae Goiás, em Goiânia, explica que, a partir desse momento, o ALI continua com o acompanhamento da empresa, processos e pessoas e um plano de ação para a implantação em si da ferramenta digital. “Ao final, o agente faz uma avaliação final do processo, verifica novamente a maturidade digital da empresa e calcula o retorno sobre o investimento feito para a o uso da solução”, esclarece. No dia 25 de janeiro será realizada outra apresentação sobre o Programa ALI Transformação Digital para mais empresários. “A ideia nesses encontros é sensibilizar o empreendedor sobre a necessidade da inovação e já ter uma primeira avaliação da maturidade digital da empresa”, afirma Allysson.

Para André Luís Villela Santos Ribeiro, gestor estadual do Programa Transformação Digital, a tecnologia e a inovação estão evoluindo em alta velocidade e em pouco espaço de tempo. Segundo o gestor estadual, é um círculo virtuoso em que os pequenos negócios podem revitalizar processos, agilizar dados para decisões corporativas, aumentar a produtividade e lucro e movimentar a economia.

Allysson Silva, gestor do programa na Regional Central do Sebrae Goiás, e André Luís Villela Santos Ribeiro, gestor estadual do Programa Transformação Digital

“As empresas que não acompanharem essa evolução não vão conseguir se manter produtivas e rentáveis. O ALI Transformação Digital vem para atender empreendedores de pequenos negócios que precisam começar ou dar sequência ao processo de inovação para se manterem competitivos, já que, com o mundo globalizado, muitos já buscaram o caminho da melhoria de atuação por meio das tecnologias disponíveis”, avalia André Luís.

A expectativa, de acordo com Brenda, analista comercial da Fly Parts, é que o programa propicie a expansão do departamento comercial e, consequentemente, da empresa, dos lucros, do número de empregos gerados e que movimente a economia como um todo. “Sabemos que para continuarmos competitivos no mercado precisamos nos manter atualizados. Nosso intuito é revolucionar digitalmente a forma como trabalhamos, e o ALI Transformação Digital vem em boa hora.”

Apresentação do Programa ALI Transformação Digital, que faz parte do Programa Brasil Mais Produtivo

Inscrições

As inscrições estão abertas neste link.

Podem participar empresas interessadas em ampliar a produtividade e competitividade do novo ciclo do Programa Brasil Mais Produtivo. A iniciativa é liderada pelo governo federal e tem o apoio do Sebrae em Goiás e no Brasil. O Programa oferece acompanhamento gratuito e individual dos Agentes Locais de Inovação (ALI) para MPEs com foco no fomento à inovação, nas modalidades ALI Produtividade e ALI Transformação Digital.

SERVIÇO

Brasil Mais Produtivo – ALI Transformação Digital

Informações e inscrições:https://www.

Saiba mais:0800-570-0800

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/go-jovem-2024-ja-esta-com-as-inscricoes-abertas-e-desafio-trara-muitas-novidades/Tue, 19 Dec 2023 13:04:11 +0000https://www.emedist.com/?p=12924
O Desafio GO! JOVEM promove uma saudável competição que estimula o empreendedorismo (Fotos Divino Batista)

Unir criatividade, vitalidade, vontade de aprender e de vencer em uma ação voltada ao sucesso futuro e à realização pessoal e profissional: este é o grande mérito do Desafio Sebrae Jovem Empreendedor – GO! JOVEM, uma competição que estimula o empreendedorismo jovem em Goiás, fortalece a economia e incentiva os pequenos negócios. Esta ação promove três pilares: o do empreendedorismo, do estímulo dos jovens para a sucessão familiar e a formação de lideranças. Durante a competição, enquanto pontuam, os grupos participantes recebem capacitação em empreendedorismo, inovação, mercado e vendas. E, no final da competição, os grupos mais bem pontuados são premiados.

O desafio já é um sucesso e segue para sua terceira edição no ano que vem. Já estão previstas para o GO! JOVEM 2024 as seguintes etapas: fase de EADs do Sebrae, fase de Bate-Papo com Especialistas, fase do Projeto de Digitalização de uma MPE Goiana e a gase do Pitch do Projeto.

Fora essas fases, que já foram realizadas nas edições anteriores, o desafio de 2024 trará novidades, segundo Ivana Xavier, analista da Unidade de Soluções. “Teremos novas fases, como a de Oficinas Remotas, In Book – Mão na Massa, Virada Digital e produção de um Diário de Bordo da competição, que enriquecerão a jornada”, enumera. Além disso, desafios-surpresa adicionarão mais emoção à competição.

Expectativas

Segundo Ivana, a expectativa é de que em 2024 o GO! JOVEM, em sua totalidade, ultrapasse a marca de atendimento a mais de mil jovens empreendedores e potenciais empreendedores do estado. Desta forma, a instituição apoia e prepara esse público em seus primeiros passos nos negócios e o habilita para o mercado, desenvolvendo sua competitividade e estimulando-o a construir uma rede colaborativa, que contribui para um crescimento coletivo de uma comunidade. Este jovem empreendedor será o disseminador de informações sobre gestão, liderança, sustentabilidade, cooperação, ética e engajamento social.

A premiação

Além da experiência e do conhecimento que os participantes poderão adquirir, a premiação é outro grande incentivo. Serão premiados três grupos com as maiores pontuações acumuladas. O primeiro grupo colocado ganhará duas vagas em uma missão empresarial (será o grupo que indicará quem irá) e um notebook para cada um que não for. A segunda equipe colocada receberá um smartphone para cada integrante e uma vaga no Empretec ou 20 horas de consultoria com especialistas para cada um. O terceiro grupo colocado receberá um tablet para cada um dos integrantes e uma vaga no Empretec ou 20 horas de consultoria. Os prêmios são ferramentas valiosas para o trabalho, que farão a diferença no início da jornada destes jovens promissores.

O grupo Sideralis venceu a competição deste ano com uma inovadora proposta de assinatura de ovos

Inscrições

Para participar da competição é preciso comprovar residência em Goiás, ter entre 18 e 39 anos e enquadrar-se em uma das seguintes categorias: Jovem Empreendedor, Jovem Empreendedor em Formação, Jovem Empreendedor Sucessor ou Jovem Empreendedor em Potencial.

As inscrições para o GO! JOVEM 2024 são gratuitas e devem ser realizadas através do formulário eletrônico até o dia 08/03/2024 às 17h59, horário de Brasília (veja link abaixo).

SERVIÇO

Edital e o formulário de inscrição podem ser acessadas pelo link:

https://www.

Informações para a imprensa

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/evento-de-encerramento-do-ali-produtividade-contempla-casos-de-sucesso-de-empresarios-goianos/Thu, 14 Dec 2023 16:59:21 +0000https://www.emedist.com/?p=12783Por meio do Programa Brasil Mais Produtivo, os micro e pequenos empreendedores do estado de Goiás podem ser acompanhados de forma gratuita por seis meses para a implantação de soluções ágeis, de baixo custo e alto impacto para inovar processos e reduzir desperdícios nas empresas. Todo esse atendimento é realizado por um Agente Local de Inovação (ALI), que se dedica a estabelecer um plano de ação para tratar os problemas de gestão prioritários do negócio.

Na noite desta terça-feira, 12, um evento realizado na sede do Sebrae Goiás marcou a finalização do último ciclo do ALI Produtividade do ano de 2023. Empresários goianienses atendidos pelos agentes ao longo do segundo semestre deste ano se reuniram para celebrar os resultados, conhecer os casos de sucesso obtidos a partir da atuação de cada ALI e assistir a uma palestra do integrante do Grupo Tático da Polícia Civil de Goiás e especialista em operações aéreas, Eduardo Santiago. O momento objetivou a reflexão dos empresários a respeito da importância da persistência e da superação dos desafios tanto no âmbito profissional quanto pessoal.

Para a analista e gestora regional do programa, Rhaiane Procópio, a quantidade de pessoas engajadas no evento foi um indicativo do sucesso vivenciado pelos empreendedores neste ciclo. “Hoje, como gestora do ALI, é uma realização ver a casa tão cheia. A gente tem mais de 100 pessoas aqui dentro, todos celebrando resultados promissores”, comentou.

Ao longo de seis meses, cada ALI acompanha e auxilia 25 empresas. Ao todo, 500 empresas são atendidas por semestre apenas na cidade de Goiânia. “Através do trabalho dos ALIs, nós fazemos promessas aos pequenos empreendedores. Nós nos comprometemos a realizar melhorias e, hoje, estamos mensurando a produtividade entregue do início ao fim do programa. É incrível perceber o quanto os empresários cresceram em alguns meses”, ressaltou a gestora.

Em um dos momentos mais especiais do evento, um painel interativo expôs as dores vivenciadas antes da experiência com os ALIs e as conquistas obtidas durante e após a finalização do ciclo. A proprietária das Óticas Coracini, Diesika Coracini, evidenciou as modificações implantadas na empresa após o início da parceria com o Sebrae. “O empreendedor que não conhece o Sebrae está fazendo algo de errado. A partir do ALI e dos cursos oferecidos na instituição, eu obtive conhecimentos que me permitiram ver os locais que poderiam ter custos reduzidos e no que eu poderia investir. Foi aí que sobrou dinheiro para fazer o branding da minha marca e para patentear a marca”, explicou Diesika.

“Em janeiro de 2024 eu começo a trabalhar o marketing na empresa a partir do Sebraetec, que eu também conheci no Sebrae e consegui subsídios para aderir ao programa. Por meio do ALI nós preparamos a casa para saber até onde podíamos chegar. Fizemos metas para 2024 e agora já estamos dando passos maiores, porque eu tenho certeza que vai ser um sucesso”, completou a empresária.

Para a consultora sênior do programa, Ludimila Ganzaroli, as conquistas estão atreladas ao trabalho conjunto desenvolvido entre empreendedores e ALIs. “A parte mais satisfatória de tudo isso é ver a persistência de cada empresário em continuar até o final, em acreditar nos agentes e no que eles podem fazer de diferente para a empresa. Como consequência, estamos vendo resultados concretos e já implantados”, destacou.

Além do reconhecimento ao trabalho dos agentes, o evento também contou com a premiação de empresas que se destacaram em duas categorias ao longo dos seis meses: empresa mais colaboradora e empresa mais inovadora. Na primeira categoria, a empresa que teve ênfase por colaborar de forma enérgica com o programa e com o Sebrae foi a Taff Talentos. Já na segunda categoria, a empresa destaque foi a Saimom Car.

Agente Lorhanne Almeida e sócia proprietária da Saimom Car, Ana Maira Coelho

Para a sócia proprietária da Saimom Car, Ana Maira Coelho, contar com o apoio de um agente modificou a forma com que ela lidava com o próprio negócio. “Eu venho de um ramo muito diferente de uma oficina mecânica. Sou personal trainer e precisava aprender mais coisas, principalmente sobre administração. A Lorhanne, que foi a minha ALI, me abriu os olhos para um mundo de inovação. Eu pude abrir uma porta de aprendizados e de novos horizontes”, explicou.

Para a empresária, o principal ganho obtido através do programa foi a identificação da necessidade de trabalhar o pós-venda e de como isso influencia na relação com o consumidor. Ana ressaltou que, hoje, mantém um contato mais próximo com os clientes e que isso possibilitou a manutenção de uma rotina de feedbacks e de atenção àqueles que fazem o negócio prosperar.

Para finalizar o encontro, cada empresário presente pôde apresentar um ‘pitch’ de suas próprias empresas, fortalecendo o ‘networking’ e compartilhando experiências com os demais. “Saio deste evento com a sensação de dever cumprido. De fato, conseguimos, individualmente, levar algum tipo de inovação a 25 empresas. Destaco o caso de uma floricultura que não tinha um método de controle financeiro, não tinha fluxo de caixa ou informatização na empresa. Nesses seis meses, eles adotaram um sistema de monitoramento e começaram a acompanhar as entradas e saídas e, com isso, puderam ter uma noção verdadeira das contas da empresa”, finalizou a Agente Local de Inovação, Jackeline Mendes.

Informações para a imprensa

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás

Siga-nos em nossas redes sociais: InstagramFacebookTwitterYouTube e LinkedIn

-

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/startups-tem-ate-dia-15-para-participar-do-diagnostico-sebrae-de-impacto-socioambiental/Wed, 13 Dec 2023 19:54:52 +0000https://www.emedist.com/?p=12778

Aproximar os ecossistemas de inovação e de impacto socioambiental, ampliando um compromisso com o movimento ESG (práticas ambientais, sociais e de governança) e com a adesão ao Pacto Global e aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU são os principais objetivos do Diagnóstico de Startups de Impacto Socioambiental, que está disponível até sexta (15).

As inscrições no diagnóstico podem ser feitas clicando aqui>>

Essa iniciativa do Sebrae Startups é a primeira do país a fazer um diagnóstico neste segmento e busca conhecer e compreender os empreendedores que estão transformando desafios socioambientais em modelos de negócio escaláveis. O gestor estadual de Inovação do Sebrae Goiás, Athos Ribeiro, explica que esse diagnóstico é importante para conhecer o perfil de cada negócio, as dores e necessidades de cada um e para buscar políticas públicas que incentivem as startups. “O Sebrae Startups está pronto para desenvolver soluções que ajudem essas empresas a ampliarem o impacto positivo na sociedade e no meio ambiente”, afirma.

Os critérios para ser considerada uma startup de impacto socioambiental são a intenção de resolver problemas sociais e/ou ambientais; ter como atividade principal a solução desses problemas; operar com base na lógica de mercado e gerar receita por meio da venda de produtos e/ou serviços próprios; comprometer-se com o monitoramento do impacto gerado; e possuir potencial de escalabilidade. Ou seja, são empreendimentos que têm foco tanto no retorno socioambiental quanto no financeiro, distribuindo riqueza social, ambiental ou financeira tanto para o empreendedor quanto para a sociedade.

Podem participar do diagnóstico startups brasileiras formalizadas (MEI, ME, EPP, Inova Simples) que se encaixem nos critérios já mencionados. As empresas que participarem do programa podem ter benefícios como até 90% de desconto em ferramentas como Pipedrive, Slack e Hubspot, além da possibilidade de ganhar mais de R$ 250 mil em benefícios nas plataformas da AWS, Google, Zendesk, Zoho e Microsoft.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), o Brasil possui 12,7 mil startups. Um levantamento feito em 2023 pela Pipe.Social, plataforma-vitrine que conecta negócios com quem investe e fomenta o ecossistema de impacto no Brasil, o país tem mapeados 1.011 negócios de impacto.

SERVIÇO

Diagnóstico de Startups de Impacto Socioambiental

Preencha o diagnóstico até o dia 15/12:

https://www.

Informações para a imprensa

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/fieg-lanca-oficialmente-a-1a-feira-de-fornecedores-de-tecnologia-e-solucoes-para-a-industria/Wed, 06 Dec 2023 20:07:02 +0000https://www.emedist.com/?p=12624Com os principais focos na disseminação de conhecimento, conexão das indústrias goianas com a inovação e as tendências de mercado, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) lançou oficialmente na terça-feira (04), na Casa da Indústria, a primeira edição da Feira de Fornecedores de Tecnologia e Soluções para a Indústria, a Expoind. O evento, que já nasce grande, pretende se tornar o maior do Centro-Oeste e o maior multissetorial do Brasil. A feira vai acontecer em 2024, de 9 a 11 de outubro, no Centro de Convenções da Pontifícia Universidade Católica (PUC-GO).

A feira tem como objetivos estimular investimentos e negócios, atrair investidores e oportunidades de negócios para a região, aumentar a visibilidade da indústria local, facilitar a troca de experiências, impulsionar a competitividade, envolver a comunidade e os jovens profissionais do setor industrial e criar oportunidades para empresas locais e regionais interagirem, estabelecerem parcerias, compartilharem conhecimento e explorarem sinergias. Para isso a programação da feira vai contar com palestras, workshops, exposição de inovações e soluções, rodadas de negócios, entre outras ações.

João Carlos Gouveia, diretor Administrativo e de Finanças do Sebrae Goiás

A Expoind é uma realização da Fieg em parceria com a QG Business e conta com o apoio do Sebrae, da Modo Construção Modular e das instituições que compõem o Sistema Indústria no Estado (IEL, Sesi e Senai). O lançamento reuniu representantes de grandes indústrias instaladas em Goiás, empresários, sindicatos do setor, conselheiros da Fieg, João Carlos Gouveia, diretor administrativo e financeiro do Sebrae Goiás, Paulo Vargas, diretor regional do Senai e superintendente do Sesi.

Também participaram representantes do governo, como Joel Santana Braga Filho, secretário de Estado de Indústria e Comércio, o diretor da Câmara de Comércio México-Brasil, Dejair Jose de Resende, a secretária jurídica da Câmara do Comércio Índia-Brasil, Irina Melo, e o ministro e conselheiro da República Democrática do Congo, entre outras autoridades. Todos os presentes conheceram detalhes do projeto da feira, que teve durante o evento a abertura de reserva de espaço para a exposição.

Sandro Mabel, presidente da Fieg, ressaltou que a Expoind será um evento direcionado

Sandro Mabel, presidente da Fieg, ressaltou que a Expoind não será uma feira aberta para visitantes, e sim um evento direcionado, com público formado por empresários de indústrias, colaboradores, investidores, professores e alunos que estudam para atuar em qualquer segmento industrial. “Vamos atrair fornecedores de tecnologia, de mecânica e de automação e de tudo mais que a indústria precisa. E o que queremos é trazer conhecimento para que consigamos acompanhar as evoluções tecnológicas cada vez mais rápidas”, explicou. Alguns temas que vão permear o evento serão inteligência artificial, como crescer com sustentabilidade e como qualificar melhor os colaboradores.

Alguns empresários que já confirmaram a participação na Expoind no ano que vem, como é o caso de Erick Politano, que possui duas indústrias instaladas em Goiânia, a Plastic, que tem seis anos e produz embalagens plásticas para produtos industriais e a Pólitan, há 14 anos no mercado de equipamentos para processos industriais. Segundo ele, eventos como esse promovem a visibilidade das indústrias goianas e, consequentemente, o contato com outros fornecedores. Para Erick, a automação industrial não é mais uma vantagem para uma indústria, é uma necessidade. “Goiás oferece muitas oportunidades, com mercado em crescimento e que vai precisar de profissionais qualificados para atender as demandas. A feira vai vir em um bom momento para o segmento”, disse.

Erick Politano, dono de duas indústrias instaladas em Goiânia: a Plastic e a Pólitan

Estabelecer e firmar as conexões entre indústrias e fornecedores e fomentar o conhecimento são características marcantes dessa feira, de acordo com João Carlos Gouveia, diretor do Sebrae, que esteve presente no lançamento da Expoind. “Um evento grandioso como esse faz a economia girar porque traz inovação, melhoria da qualidade, integração e conhecimento. É um ambiente favorável para que as pequenas indústrias fiquem atualizadas com as tecnologias, e com isso fortalecem a comunidade industrial”, analisou.

O secretário de Estado da Indústria e Comércio, Joel Santanna Braga Filho, disse que promover uma feira com essa envergadura é o que Goiás precisa. “O desenvolvimento do estado está crescendo acima das taxas nacionais, com 6,6% ano passado e 8,8% do início do ano até outubro. Então isso mostra que  somos o primeiro do Centro-Oeste, geramos mais emprego e somos o estado que mais tirou pessoas da pobreza. A Expoind vem para garantir ainda mais notoriedade ao nosso estado”, afirmou.

Secretário de Estado da Indústria e Comércio, Joel Santanna Braga Filho

Atualmente, as PMEs representam mais de 90% dos CNPJs ativos no Brasil e movimentam quase 50% do PIB (Produto Interno Bruto) da indústria nacional. Em Goiás, a indústria é responsável por quase 25% do PIB estadual, estimado em 2020 (última divulgação) em R$ 47,1 bilhões. Dentre os setores mais pujantes, estão as indústrias de alimentos (26,8%), de construção civil (21,6%) e de serviços industriais de utilidade pública (15,3%). Destacam-se ainda os setores de derivados de petróleo e biocombustíveis, químico e farmacêutico.

O lançamento oficial foi realizado na Casa da Indústria, em Goiânia

Informações para a imprensa

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet - Inovação & Tecnologia – 5Gbethttps://www.emedist.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-prepara-agentes-de-inovacao-para-o-mercado-de-consultoria-empresarial-que-cresce-10-ao-ano/Tue, 05 Dec 2023 12:33:07 +0000https://www.emedist.com/?p=12561O cenário da consultoria e treinamento empresarial é promissor no Brasil. De acordo com a Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD), o mercado é gigante, cresce em torno de 10% ao ano e deve movimentar cerca de R$ 3 trilhões até 2026. E com objetivo de impulsionar o crescimento e o desenvolvimento pessoal e profissional de Agentes Locais de Inovação (ALIs) que pretendem trabalhar com consultoria empresarial, o Sebrae Goiás realizou o Curso Piloto de Formação de Consultores.

Com a participação de 20 agentes da capital e do interior, o curso teve 40 horas, distribuídos em duas etapas, subsídio de 90% da instituição e uma programação especialmente elaborada com temas atuais e relevantes no mercado. Design thinking, personal branding e gestão da autoimagem foram os assuntos trabalhados na segunda etapa, que aconteceu na sexta-feira e sábado (01 e 02), na Escola de Negócios, na sede da instituição, em Goiânia.

Paolo Petrelli, sócio e CEO na PG Inova Treinamentos, sócio na empresa Meliva e professor de empreendedorismo, inovação e startups em MBA, foi o consultor que trabalhou com o grupo nesses dois dias. No início do encontro, ele já contextualizou a importância de um consultor, um agente de transformação de alto impacto no mundo dos negócios. Para isso, Paolo enfatizou que o profissional dessa área precisa se manter atualizado com as inovações, tecnologias e com conhecimento do mercado em que atua para um atendimento assertivo.

Paolo Petrelli foi um dos consultores que ministrou parte do curso para os agentes

Na sexta, o grupo trabalhou na teoria e na prática o design thinking. “Isso significa entender os problemas complexos através da inovação com um olhar centrado 100% nas pessoas. É uma abordagem que ajuda o consultor a perceber a temática de um problema, observar as pessoas, os comportamentos, atitudes, costumes e a cultura de uma sociedade e em cima disso identificar padrões que nos mostram como podemos idealizar e prototipar soluções e experimentar antes de colocar um real de tecnologia nesse negócio”, explicou o consultor.

Já o foco no sábado foi sobre a construção da própria marca, com os temas personal branding e gestão da autoimagem. “Foi trabalhada a importância de se desenvolver uma mentalidade de autoconsciência, adaptativa, ágil, para que cada um seja lembrado pelo trabalho desenvolvido e o resultado positivo proporcionado nas empresas”, explicou Paolo.

Agente de inovação Luciano Mendes da Silva Filho, que atua em Anápolis e região

O agente local de inovação Luciano Mendes da Silva Filho, engenheiro elétrico com especialização em controladoria e finanças, que atua em Anápolis e região, disse que o curso foi muito produtivo, com uma grade bem elaborada e com temas pertinentes para o planejamento de trabalho como consultor. “Vai agregar principalmente para a carreira e para o conhecimento esse entendimento do que é esse mercado e quais são as possibilidades de consultorias”, afirmou.

A jornalista Dianna Maria Gobi Cardoso, que atua como ALI em Goiânia

Para a jornalista Dianna Maria Gobi Cardoso, que atua como ALI em Goiânia, o curso foi uma oportunidade incrível que contribuiu para que ela e os colegas possam se tornar consultores mais preparados e com conhecimento necessário para atender às demandas da melhor forma possível. “Aprendemos não só como são as etapas do planejamento de consultoria, mas também conhecemos ferramentas que podem ser muito bem utilizadas no trabalho. Esta oportunidade vai ficar marcada na minha vida e experiência profissional”, ressaltou.

Curso foi realizado na Escola de Negócios, na sede da instituição, em Goiânia

O gerente da Unidade de Soluções do Sebrae Goiás, Victor Antônio Costa, avaliou como positivo o piloto do curso de formação para os ALIs, que em breve estarão no mercado, e adiantou que no ano que vem novas turmas de ALIs deverão passar pelo treinamento e outros cursos de aperfeiçoamento. “Nosso intuito é prepará-los para que sejam absorvidos não só pelo Sebrae, mas por qualquer entidade ou empresa que necessite de consultores qualificados”, explicou. Segundo ele, entre as  vantagens que o curso traz aos ALIs estão receber um conteúdo personalizado, ministrado por consultores que atuam no mercado e conhecem e vivenciam as práticas, e a ampliação da rede de network.

Informações para a imprensa

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Acesse aqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

Siga-nos em nossas redes sociais:Instagram,Facebook,Twitter,YouTubeeLinkedIn

]]>
5Gbet Mapa do site