5Gbet
Compartilhe

Estão abertas as inscrições para empresas que desejam participar do novo ciclo do Brasil Mais Produtivo

Serão até seis meses de acompanhamento por um Agente Local de Inovação, nas modalidades ALI Produtividade e ALI Transformação Digital
PorRedação
5Gbet
Compartilhe

As empresas interessadas em ampliar sua produtividade e competitividade já podem se inscrever para participar do novo ciclo do Programa Brasil Mais Produtivo. A iniciativa liderada pelo governo federal, e que conta com o apoio do Sebrae, oferece o acompanhamento gratuito e individualizado de Agentes Locais de Inovação (ALI) a pequenos negócios com foco no fomento à inovação e utilização de novas ferramentas digitais.

O programa é composto por duas modalidades: ALI Produtividade, que é focado no aumento da produtividade por meio da inovação, ou ALI Transformação Digital, focado na adoção de ferramentas tecnológicas para a gestão de seu negócio. “Um Agente Local de Inovação acompanhará a empresa e aplicará uma metodologia em 8 etapas. Com isso, facilitará o processo de mapeamento de problemas e implementação de uma solução, seja por meio da prototipagem de uma solução inovadora ou por meio da aquisição de uma ferramenta digital”, explica o gestor de projetos de Inovação do Sebrae, Frederico Cabaleiro.

Para se inscrever, clique aqui.

As 23 mil empresas que concluíram a jornada do último ciclo do ALI Produtividade (primeiro semestre de 2023), por exemplo, tiveram, em média, um aumento de 24,8% em produtividade e de 11,1% de faturamento. “Além disso, os empresários são convidados a participar de encontros coletivos, onde eles podem ampliar sua rede de contatos e interagir com outros participantes do programa”, conta o gestor. Já no ALI transformação Digital, os participantes recebem um subsídio de até R$ 2 mil para a aquisição de uma ferramenta tecnológica.

“Desde quando a parceria com o MDIC foi firmada, fizemos algumas adaptações na metodologia, que otimizou a facilitação do agente em campo. Além disso, aprimoramos aspectos de monitoramento e gestão do Programa e relacionamento com a rede de Agentes Locais de Inovação, em um esforço contínuo, para que a jornada seja cada vez mais eficaz e tenhamos cada vez mais empresas beneficiadas pelo Brasil Mais Produtivo”, apontou Frederico Cabaleiro.

Desenvolvimentonacional

Desde 2019, o Programa de Agentes Locais de Inovação (ALI) integra o Brasil Mais Produtivo, iniciativa sob coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), entre outros parceiros, como o SENAI e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). De acordo com o governo federal, a nova fase do Brasil Mais Produtivo vai investir R$ 2 bi para transformação digital de micro, pequenas e médias indústrias. Em breve será aberta uma nova jornada para este setor.

Neste período, mais de 156 mil empresas já foram acompanhadas por um ALI, impactando mais de 1 milhão de pessoas que trabalham nessas empresas. Além disso, mais de 1 mil agentes estão em campo atualmente para facilitar o processo de inovação nas empresas participantes.

  • ALI
  • Brasil Mais Produtivo
  • Inovação