5Gbet
Compartilhe

Inscrições para a última etapa do Catalisa ICT terminam em 31 de janeiro

No total, Sebrae disponibilizará R$ 16,3 milhões para pesquisadores empreendedores de 140 projetos de inovação
PorRedação
5Gbet
Compartilhe

Deep techs(startups com origem em pesquisas acadêmicas) de todo o país têm somente até o dia 31 de janeiro para participar do Edital Catalisa ICT Projetos de Inovação. Esse edital vai destinar cerca de R$ 16,3 milhões para 140 projetos de inovação. Por nove meses, até dois pesquisadores de cada empresa receberão uma bolsa no valor de R$ 6,5 mil, além de capacitação, mentorias e a participação em ações de conexão com o mercado.

Acesse o edital aqui.

O Catalisa ICT é promovido pelo Sebrae em parceria com diversas entidades do ecossistema nacional de inovação, com o objetivo de acelerar negócios inovadores de base tecnológica, além de promover a aproximação entre universidades e mercado. O Catalisa ICT compreende quatro etapas: a primeira, realizada em 2020, foi a de mobilização dos pesquisadores e o despertar para empreender. Na sequência, os participantes aprenderam a estruturar seus projetos. Entre 2021 e 2022, começaram a desenvolver e a testar seus produtos. Agora é a hora de escalar essas iniciativas inovadoras.

“A participação na etapa anterior do Catalisa ICT capacita os pesquisadores empreendedores para participar desse edital, mas não é pré-requisito. A exigência é que o projeto tenha no mínimo grau de maturidade tecnológica (TRL- Technology Readiness Level) 5, ou seja, estar em fase de testes em ambiente simulado”, destaca a analista de inovação do Sebrae, Adriana Dantas.

Para ser selecionado, o projeto de inovação deve ter aplicação em uma das seguintes áreas: saúde, farmácia e cosméticos; agropecuária e aquicultura; sustentabilidade socioambiental e florestal; equipamentos para a indústria ou para serviços; equipamentos eletroeletrônicos; logística ou transporte; educação; telecomunicação e infraestrutura de redes; tecnologia de Informação e Comunicação (hardware/software); indústrias de alimentos e bebidas; de construção; de metal, mecânica, automobilística; aeroespacial; naval; extrativa, de petróleo, gás e energia; além de indústria química e novos materiais. Além disso, 30% das vagas serão destinadas para empresas que estejam situadas nas regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste do Brasil.

Parceria

Desde 2020, o Sebrae já investiu, por meio do Catalisa ICT, R$ 40 milhões em bolsas, auxílios, mentorias e acesso a serviços tecnológicos. Cerca de 3 mil pesquisadores brasileiros foram atendidos por meio da ação. Além disso, o Sebrae construiu um catálogo com mais de 170 empresas que têm soluções tecnológicas inovadoras e que estão aptas a receber investimentos.

Para execução do Catalisa ICT, o Sebrae conta com a colaboração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI); do Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (CONFAP); da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec); do Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec), entre outras.

  • Catalisa ICT
  • deep techs
  • Inovação
  • inovação e tecnologia
  • Startup