5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasWed, 19 Jul 2023 18:05:07 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-pr-lanca-guia-especial-com-tendencias-para-o-setor-de-bem-estar/Thu, 06 Jul 2023 19:39:39 +0000https://www.emedist.com/?p=14800O Sebrae/PR preparou uma edição especial do Guia de Tendências para os empreendedores do segmento de bem-estar. O conteúdo oferece uma visão atualizada sobre as mudanças no consumo e no estilo de vida dos clientes, bem como estratégias para tornar seus negócios mais preparados para o futuro. Com dados atuais e dez tendências específicas para o setor, esse estudo apresenta inovações e perspectivas de mercado.

Segundo Mauricio Reck, consultor do Sebrae/PR, o material foi desenvolvido com o propósito de fornecer informações e de explicar o funcionamento das tendências e seu impacto no consumo. Além disso, o Guia de Tendências apresenta exemplos de empresas que as aplicam na prática.

“O mercado do bem-estar é enorme e em constante crescimento em todo o mundo e sua importância ficou ainda mais evidente no pós-Covid. Por isso, abordamos neste material setores como beleza, saúde e outros que crescem em todo o mundo. Também destacamos as principais forças macroeconômicas e tendências nesses setores, e como o desenvolvimento sustentável é uma das principais direções futuras nesse contexto”, observa Reck.

É possível conferir também no material o “Data Guia: Bem-Estar”, onde os usuários terão acesso a um conteúdo abrangente do mercado, incluindo gráficos e dados que mostram como o setor de bem-estar se transformou perante as mudanças nos comportamento de consumo e como isso afetou a vida das pessoas do mundo todo. O material mostra ainda que, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, fica evidente que as pessoas estão mais conscientes da importância de cuidar de si mesmas.

Dentre os dados apresentados, destaca-se um estudo da McKinsey (2021) que revelou que 79% dos entrevistados reconhecem a importância do bem-estar, sendo que 42% o consideram uma das principais prioridades. Além disso, o mercado global de bem-estar ultrapassa a marca de US$ 1,5 trilhão e continua a apresentar um crescimento anual estimado entre 5% e 10%, principalmente no que se refere a serviços e a produtos ligados aos setores fitness, saúde, nutrição, aparência, sono e mindfulness (termo que pode ser traduzido como “atenção plena”).

Odete Barros, proprietária do Salão Perfect de Toledo e gestora do projeto social Libélula. Crédito: arquivo pessoal.

Crescendo e compartilhando

No mundo do empreendedorismo de bem-estar, histórias inspiradoras de indivíduos que superam obstáculos e alcançam o sucesso são uma fonte de motivação e exemplo. Um desses casos é o de Odete Barro, proprietária do Salão Perfect de Toledo, no oeste do Estado, uma empreendedora que encontrou no mundo da beleza sua vocação e sucesso profissional.

Ela conta que, quando começou nessa área, teve muita dificuldade de encontrar pessoas que passassem conhecimento e que estivessem dispostas a ensinar. Por isso, desenvolveu um projeto social chamado Libélula, que profissionaliza mulheres na área da beleza.

“Percebi que tudo o que não tive no início da minha jornada, posso agora oferecer em termos de conhecimento, desde empreendedorismo, marketing e gestão, até a ‘mão na massa’ o curso prático. Seja em conhecimento, seja em exemplo ou até mesmo um conselho, sempre podemos mudar a vida de alguém para melhor. E a área da beleza me ensinou isso”, enfatiza a empresária.

Tecnologia a favor da beleza

Kamilla Loyane, fundadora da startup Lolita Bonita, de Cascavel, também no oeste paranaense, percebeu durante sua formação como esteticista a falta de uma plataforma na sua região que facilitasse a vida de profissionais e clientes interessados em serviços de estética. Com apoio do Sebrae, ela lançou um aplicativo, em 2019, para suprir essa demanda.

Kamilla Loyane, da startup Lolita, de Cascavel. Crédito: Kauã Veronese.

Com esseapp, os clientes podem pesquisar, agendar e pagar on-line por serviços de cabeleireiro, manicure e massagista. Ela também inovou ao oferecer cupons de descontos para dias de menor movimento. Além do aplicativo, a startup lançou o site, que funciona como um e-commerce de produtos para cuidados com a pele, corpo e cabelo.

“Na época, estavam surgindo muitas clínicas e salões, ou seja, era um mercado que estava saturado. Foi aí que comecei a pensar em como poderia inovar e me diferenciar nessa área. O essencial é reunir preço justo e qualidade no serviço, isso promove uma democratização da estética”, afirma a empreendedora.

Esse e outros materiais ligados a tendências estão disponíveis gratuitamente no site: www.sebraepr.com.br/tendencias/.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/inspire-se-em-mais-de-60-historias-empreendedoras-no-dia-nacional-da-mpe/Wed, 05 Oct 2022 14:02:22 +0000https://www.emedist.com/?p=8757Na data em que se comemora o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa (MPE), a 5Gbet (ASN) apresenta uma novidade para quem se interessa por histórias de empreendedorismo inspiradoras. A partir desta quarta-feira (5), será possível conhecer a força de quem empreende em nova seção da ASN, que vai trazer, já no lançamento, mais de 60 cases de quem transformou sonhos em negócios, com o apoio do Sebrae.

Uma dessas histórias é a do empreendedor Renato Barreto, que, quando jovem, trabalhou como mecânico de bicicletas em uma fábrica de triciclo no estado do Rio de Janeiro. Com muita força de vontade, ele se especializou no ofício e hoje é dono do seu próprio negócio: o Palácio de Triciclos. Localizado em Nova Iguaçu (RJ), o pequeno negócio atende clientes de todo o Brasil, com a fabricação de bicicletas de carga, foodbikes, entre outros modelos. “O Sebrae fornece orientações que abrem nossa mente, ensinam a pensar fora da caixa e a enxergar onde podemos melhorar”, conta o empresário. Para conhecer mais detalhes da história do Renato e de outros empreendedores, cliqueaqui

Além de divulgar as histórias, a nova seção da ASN oferece a oportunidade a quem empreende de contar a sua história de sucesso. Para isso, basta preencher o formulário eletrônico clicando no botão “Conte sua história” e, se for selecionado, poderá integrar essa grande vitrine do empreendedorismo brasileiro.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/brasileiros-recebem-homenagem-do-sebrae-no-dia-da-independencia/Tue, 06 Sep 2022 23:53:33 +0000https://www.emedist.com/?p=8253O Sebrae está lançando nesta quarta-feira (7), Dia da Independência do Brasil, o filme publicitário “A liberdade nasce na coragem”.  A peça está disponível no canal do Sebrae no YouTube.

O filme é uma homenagem da instituição a todos os brasileiros que, por meio de atitudes empreendedoras, buscam o seu caminho para a liberdade, com coragem e persistência, e contribuem para a construção de um país mais livre e empreendedor.

Assista ao filme em https://youtu.be/WiAzN_F4TOI .

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sabores-do-sertoes-escondidinho-de-carne-seca-leva-primeiro-lugar-em-costa-rica/Thu, 01 Sep 2022 11:00:27 +0000https://www.emedist.com/?p=8177O Escondidinho de Carne seca do estabelecimento Mistura’s Boteco foi o vencedor do concurso gastronômico “Sabores do Sertões 2022 – Estrela Sebrae 50 + 50” em Costa Rica (MS). A ação integra a 30ª edição do Rally dos Sertões e tem a parceria do Sebrae, com o objetivo de dar visibilidade e divulgar a culinária típica das cidades integrantes da rota do Rally. No total, o evento com a participação de 167 restaurantes em 14 cidades, do Sul ao Norte do Brasil, por onde passou o Rally deste ano.

Na etapa de Costa Rica, foram 13 pratos inscritos. Todos deveriam conter como ingrediente típico a mandioca, podendo ser utilizada em pratos doces ou salgados. Depois de divulgadas as opções, o público elegeu os melhores em uma votação on-line, que somou mais de 666 votos. Conquistou o primeiro lugar, o Mistura’s Boteco, seguido pelos estabelecimentos Meu Bar e Comida Caseira MD, finalistas do concurso.

“Escondidinho de Carne Seca” do estabelecimento Mistura´s Boteco foi o vencedor do concurso gastronômico em Costa Rica (MS). Créditos: Messias Ferreira – Sebrae/MS

A chefe de cozinha Iandra Garcia Barcelos de Amorim é a responsável pelo prato ganhador e que já é sucesso no cardápio do Mistura´s Boteco. Na receita, foram utilizados os ingredientes mandioca e carne seca, e para acompanhar batata palha e cebolinha. “Como comerciante de Costa Rica, nos sentimos honrados em poder participar de um evento desse nível e ser campeão de um concurso gastronômico é uma forma de evidenciar esse trabalho que a gente tem na cidade há 10 anos”, disse, emocionada, após conferir o resultado.

Como parte da premiação, a vencedora recebeu troféu e um selo de reconhecimento, além de um espaço em um guia especial de comemoração dos 50 anos do Sebrae, com veiculação nacional. “O concurso cumpriu o objetivo de impulsionar a economia local e valorizar a gastronomia criativa dos pequenos negócios. O vencedor também tem reconhecimento nacional ao fazer parte de um guia, que leva a receita do prato e o nome do chef”, afirma a analista-técnica do Sebrae/MS, Jane Paiva.

O prefeito em exercício de Costa Rica, Roni Cota, também participou da cerimônia de premiação e destacou que a competição valoriza a gastronomia do interior do país. “Um dos ingredientes dos pratos que representam o sabor local foi a mandioca, bastante produzida na nossa região. Esse concurso serviu para motivar a criatividade na gastronomia com a criação de pratos para que a população apreciasse e acredito que todos saem vencedores do concurso, pois se aperfeiçoaram e saíram motivados por essa oportunidade”, disse.

Finalistas do concurso gastronômico, que contou com a participação de 13 restaurantes de Costa Rica. Créditos: Messias Ferreira – Sebrae/MS.

Concurso

O concurso gastronômico “Sabores do Sertões 2022 – Estrela Sebrae 50 + 50” recebeu a inscrição de 167 restaurantes em 14 cidades, em todo o País. Em cada uma delas, foram propostos ingredientes típicos de cada local. Durante toda a ação, foram computados mais de 11 mil votos.

Entre os dias 29 de julho a 21 de agosto, a população pode degustar pratos especiais produzidos por esses estabelecimentos, que evidenciaram ingredientes típicos e as especialidades deles, em preços promocionais. A lista completa dos empreendimentos participantes pode ser conferida na página oficial da iniciativa.

A realização do concurso gastronômico, em MS, contou com o apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/MS), Governo do Estado, por meio da Fundação de Turismo (Fundtur) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e Associação Comercial de Costa Rica.

Sobre o rally

Para celebrar os 30 anos da competição e os 50 anos do Sebrae, a edição de 2022 é histórica, com o maior percurso do mundo em trechos cronometrados – 4.811km de um total de 7.211km de rota, passando por Foz do Iguaçu (PR), Umuarama (PR), Presidente Prudente (SP), Campo Grande (MS), Costa Rica (MS), Barra do Garças (MT), São Félix do Araguaia (MT), Palmas (TO), Mateiros (TO), Bom Jesus (PI), Balsas (MA), Imperatriz (MA), Paragominas (PA) e Salinópolis (PA). Para conferir a programação completa do Rally dos Sertões clique aqui e para mais informações acesse o site oficial sertoes.com.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-mobiliza-liderancas-de-todo-brasil/Wed, 31 Aug 2022 11:00:03 +0000https://www.emedist.com/?p=8125Mais de 18 mil pessoas participaram da terceira edição do Líderes em Movimento, o maior evento de lideranças do país, promovido pelo Polo de Liderança Sebrae. Realizado de forma híbrida nessa segunda (29) e terça-feira (30), o evento contou com apresentação de casos de sucesso, momentos de networking e palestras.

A programação gratuita mobilizou líderes de todo o Brasil em prol de uma temática central: liderança em rede como vetor para a transformação. Para isso, foram realizadas discussões com especialistas em neurociência, emoções, inovação e governança ambiental, social e corporativa.

“É um marco falarmos de liderança, principalmente, porque temos um apagão de líderes no Brasil. Portanto, é mais do que necessário capacitar e integrar quem já exerce a liderança, mas também realizar esse trabalho de formação de novos líderes. E é por esse motivo que trabalhamos com tanta paixão no Polo de Liderança. É um trabalho extenso que conecta e visa a transformação social, sempre pensando no bem comum”, argumentou a coordenadora nacional do Polo de Liderança Sebrae, Rejane Bisuenho.

O Líderes em Movimento teve inscritos de todo o país no ambiente digital e, no presencial, foram representantes de 22 estados.

O astronauta da Nasa Ron Garan foi um dos palestrantes do segundo dia do Líderes em Movimento, realizado em Foz do Iguaçu. Foto: Saga Fotografia.

Sul

Na Região Metropolitana de Curitiba, no município de Colombo, Eliz Guimarães da Silva é proprietária de uma farmácia de manipulação e integra o movimento de empreendedorismo feminino na cidade.

“Estamos passando por mudanças, principalmente no assunto de lideranças. O evento foi um momento propício para promover o assunto. Todo o conteúdo foi pontual e será útil na mudança de mentalidade da minha empresa. Espero desenvolver uma liderança humanizada, com foco na comunicação e na colaboração”, ressaltou.

Com cinco colaboradores, a empreendedora ainda explica a importância dos esforços em conjunto.

“É importante desmistificar que o processo de capacitação não é difícil e nem caro. É preciso mostrar que é possível. Nesse processo, o Sebrae é um grande parceiro que encontrei como empreendedora, que agrega conhecimento e está ao lado nos processos de articulação”, finalizou.

Norte

Morador de Caroebe, cidade localizada no sul de Roraima, Célio Ramos da Costa conta que veio para o Líderes em Movimento com o objetivo de levar conhecimento para as cerca de 30 famílias integrantes da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Banana do Entre Rios Sul (Aprubers). Ele percorreu mais de 4.300 quilômetros para participar do evento, em Foz do Iguaçu.

“Temos a responsabilidade de transformar esse conhecimento e levar para o nosso grupo, assim, podemos ampliar a disseminação do associativismo e do cooperativismo na região sul de Roraima. O Sebrae nos auxiliou na criação da associação e, hoje, está dentro da associação e nos auxilia no desenvolvimento de projetos”, afirmou.

Com formação acadêmica em Letras e Pedagogia, Célio deixou a sala de aula há cerca de dez anos para estar ao lado dos integrantes da associação.

“Além da banana, que é nosso principal produto, as famílias ainda cultivam quiabo, abóbora, batata, entre outros. Por meio dessa organização e do acesso às compras governamentais, conseguimos mudar a vida de todos”, completou.

Centro-Oeste

Eliane Benites é de Figueirão (MS) e empreende desde 2011. Mas, o envolvimento enquanto liderança, no entanto, começou muito antes. Ela foi coordenadora de associação comercial, liderou movimentos no bairro onde mora e é atuante em diversos conselhos municipais, sempre com um objetivo: fazer o bem em prol da coletividade.

“Só é bom para um quando é bom para todos. Por isso, sempre estive envolvida nessas causas e eu acredito muito nas ações que são realizadas pelo Sebrae. Ao receber o convite para participar do Líderes, não pensei duas vezes e aceitei sair lá do Mato Grosso do Sul para vir até Foz do Iguaçu”, enfatizou Eliane.

E a vinda foi mais do que bem-sucedida. Ela acredita que o evento entregou mais do que prometeu e será bastante útil para a continuidade dos trabalhos dela em Figueirão.

“Estou voltando com muito mais do que eu pretendia. Já vivi a realidade de quem não tem oportunidade e estou empenhada para fazer com que as pessoas da minha cidade descubram, também, o mundo aqui fora. E enquanto eu estive aqui em Foz do Iguaçu, as mulheres do grupo de empreendedoras estavam reunidas, assistindo todo o evento no projetor, acompanhando e adquirindo conhecimentos também”, destacou.

Nordeste

A Associação dos Empresários do Bairro do Alecrim (Aeba) também esteve representada na terceira edição do Líderes em Movimento. Matheus Felipe Martins Feitosa é presidente da associação, localizada na cidade de Natal, Rio Grande do Norte, e conta que o evento é um palco para o compartilhamento de ideias.

“Tivemos muita interação e vários momentos de promoção de networking. Vamos levar para a nossa região diferentes conceitos apresentados nesses dois dias, como o estudo com perfis de lideranças e a preocupação com o comportamento. Queremos mostrar para o nosso público o que é possível dentro da realidade”, comentou.

Segundo Feitosa, o Bairro do Alecrim possui 28 mil moradores e circulam, mensalmente, três milhões de pessoas, uma região central da capital potiguar que incentiva a geração de emprego e renda.

“Representamos o comércio de bairro, como também empresas privadas que buscam levar capacitação, conhecimento ou produto para o espaço. Estamos promovendo o desenvolvimento de novos atrativos turísticos para ser um bairro ainda mais completo”, valorizou.

Sudeste

De Belo Horizonte, a administradora Elis Regina Magalhães também participou do Líderes em Movimento com o objetivo de fazer networking e, principalmente, de receber inspirações que podem ajudá-la na gestão de um dos maiores hospitais da região de Divinópolis e, também, em um projeto de liderança que está sendo realizado para a construção do “Novo Oeste” de Minas Gerais.

“Temos percebido, há muito tempo, o quanto os perfis de liderança precisam se atualizar e mudar. Recentemente, quando assumi a presidência e a direção do Hospital, me vi diante de algumas dificuldades por ter que liderar mais de mil colaboradores e médicos. Então, entendi o quanto era necessário estar atualizada para liderar e entender quais eram os momentos em que era preciso me colocar no centro ou dar espaço para os demais membros da equipe”, indicou.

No evento,  Elis anotou diversas dicas e enalteceu as discussões embasadas na neurociência e nos momentos em que houve demonstrações práticas de como a sincronia faz a diferença na “orquestra da liderança”.

“Hoje, temos várias gerações trabalhando juntas e eu atuo muito perto dos mais jovens. Com as palestras, entendi que a liderança, às vezes, pode doer, mas é esse movimento de saber quando é preciso protagonizar ou ouvir que faz a diferença para que os trabalhos sejam mais assertivos”, observou.

Programação

Iniciada na segunda-feira (29), a programação do Líderes em Movimento contou com a participação de diversos especialistas do Brasil e do mundo. Dentre eles, estavam nomes como a doutora em neurociência, Marcia Abel; o astronauta da Nasa, Ron Garan; a ativista palestina Majd Mashharawi; o médico Eugênio Mussak; o palestrante da ONU, Peter Kronstrom; e a banda de jazz Marcelo Torres Jazz Band, dentre outros.

Houve ainda palcos simultâneos com os temas: comunicação digital; desenvolvimento territorial; individualidade coletiva; líder futurista; e liderança no desenvolvimento setorial.

Todas as soluções do Polo de Liderança Sebrae estão disponíveis para acesso no link: www.polodeliderancasebrae.com.br/.

O Líderes em Movimento teve inscritos de todo o país no ambiente digital e, no presencial, foram representantes de 22 estados.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-promove-desenvolvimento-de-liderancas-com-foco-na-gestao-publica/Mon, 29 Aug 2022 18:47:41 +0000https://www.emedist.com/?p=8071Líderes paranaenses participaram do encerramento do programa Liderança Estratégica na Gestão Pública Municipal, nesta segunda-feira (29) pela manhã, em Foz do Iguaçu (PR). O encontro integrou a programação do Líderes em Movimento, maior evento de lideranças do país, promovido pelo Polo de Liderança Sebrae.

Voltado para prefeitos, secretários e diretores municipais, a iniciativa capacitou, nos formatos presencial e on-line, 160 gestores municipais, entre os meses de abril e agosto. No programa, que tem como principal objetivo o desenvolvimento de lideranças transformadoras, eles representaram 50 municípios do Paraná.

Presidente do Sebrae, Carlos Melles, entrega diploma de conclusão de curso à participante. Foto: Marcos Labanca.

“Gostaria de dizer que vocês que participaram desse programa estão prontos para um dos maiores desafios, que é fazer a vida das pessoas de onde moramos melhorar”, pontuou o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

O encerramento do Programa contou ainda com a presença de profissionais ligados ao tema. A palestra “Como maximizar a sua liderança com o pensamento do E”, realizada pelo especialista Cliff Kayser, deu início ao painel. Na sequência, foi realizado o workshop “Tempo e intencionalidade na construção do legado do líder”, com Paulo Ferreira Vieira.

“É por meio desse trabalho que conseguimos promover o desenvolvimento das micro e pequenas empresas, que são as responsáveis pela geração de emprego e renda. Seja na agricultura, indústria, comércio, infraestrutura, entre outras áreas, vemos os setores tendo impacto por conta da atuação dos líderes públicos”, afirmou o diretor-superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Roberto Tioqueta, o desenvolvimento local tem início nos municípios.

Além disso, também foi apresentada uma experiência musical, com Werner Silveira, que teve como tema “A conexão entre a arte e a ciência da liderança”. O evento foi realizado no Mabu Thermas Grand Resort, em Foz do Iguaçu.

“Parabéns a todos por estarem aqui para concluir essa jornada de cinco meses, que estimulou, capacitou e orientou lideranças públicas. Construímos uma conexão e com vocês mais próximos, faremos um esforço conjunto para transformar os desafios para o fortalecimento do empreendedorismo e das pequenas empresas do Paraná”, completou o diretor de Operações do Sebrae Paraná, Julio Cezar Agostini.

Lideranças destacaram a ação dos líderes públicos paranaenses. Foto: Marcos Labana.

Prestigiaram o evento o vice-governador do Paraná, Darci Piana; o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Paraná, Fernando Moraes; o presidente da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe), Ercílio Santinoni; o diretor de Administração e Finanças do Sebrae Paraná, José Gava Neto; o gerente da Unidade de Ambiente e Negócios Empresariais do Sebrae Paraná, Luiz Antonio Rolim de Moura; o gerente da Unidade de Desenvolvimento Regional do Sebrae Nacional, Derli Cunha Fialho; o gerente de Competitividade do Sebrae Nacional, Cesar Rissete; e a coordenadora nacional do Polo de Lideranças Sebrae, Rosângela Angonese.

Parceria com lideranças

Para a administradora da secretaria municipal de Governo de Londrina, Liz Dayane Paludetto Rodrigues, as capacitações do programa Liderança Estratégica na Gestão Pública Municipal vieram em boa hora para agregar conhecimento e colaborar na coordenação das reuniões, com foco na implantação da política de governança pública e compliance na prefeitura.

“Essa parceria com o Sebrae é muito importante. Os conteúdos me ajudaram a aplicar os conceitos para coordenar o programa, que vai abranger cerca de dez mil servidores públicos”, afirma.

Ela lembra que, no final do ano passado, foi sancionada a Lei Municipal de Governança Pública e Compliance (Lei nº 13.310/2021) com o objetivo de proporcionar mais eficiência, transparência e economia à gestão pública municipal. Liz explica que todos os setores do governo municipal vão coordenar de forma sistemática o planejamento estratégico, criar planos de ação e indicadores de desempenho para serem monitorados.

“A governança proporciona o acesso e a divulgação das informações para a tomada de decisões e prestação de contas”, explica.

Desenvolvimento no centro do Estado

O prefeito de Turvo, região centro do Paraná, Jerônimo Gadens do Rosario, considera o Liderança Estratégica um programa completo, pois abordou desde questões estratégicas voltadas à liderança e na tomada de decisões, como também reforçou a importância dos indicadores na gestão municipal. Além disso, ele menciona como fundamental a abordagem no planejamento de médio e longo prazo.

“A ação também propiciou a troca de experiências com os demais participantes. Sabemos que os municípios têm suas particularidades, mas algumas questões são similares”, pontua.

Outro ponto citado pelo gestor refere-se ao comportamento e emoções.

“A gente vive, enquanto gestor público, aquilo que existe de mais delicado, que é o relacionamento interpessoal. O programa foi muito completo em todos os sentidos”, considera.

Empreendedorismo na gestão e na vida

Em janeiro de 2022, Rafaela Battisti Tomazi iniciou como secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Realeza, no sudoeste do Estado, e conta que cada encontro teve um tema diferente, como gestão de pessoas, índices, elaboração e execução de um planejamento.

“Por meio do programa, consegui ampliar meus horizontes e reorganizar processos da secretaria, com o intuito de ganhar mais eficiência. Além disso, também passei a olhar números de forma muito mais pontual e mudei meu ponto de vista, pois vim do setor privado”, ressalta.

Perguntada sobre os reflexos do programa, Rafaela conta que é possível incluir os conceitos também em sua vida de empreendedora, em que é proprietária de uma livraria e papelaria.

“Cada dia aprendo mais, mas, principalmente tenho a oportunidade de contribuir para o desenvolvimento do município que me apaixonei e escolhi para empreender. Como o curso é abrangente, também fez rever processos na minha empresa e até mesmo ganhei mais confiança na minha vida pessoal”, finaliza.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/economia-e-politica/desafios-das-empresas-em-tempos-de-esg/Thu, 25 Aug 2022 11:00:57 +0000https://www.emedist.com/?p=7885Pandemia, guerra na Ucrânia, aumento da inflação global, crescimento das populações em situação de vulnerabilidade, caos logístico… Nos últimos dois anos, o mundo foi sacudido por uma crise sistêmica que tem levado pensadores, cientistas, gestores públicos, empresários e sociedade a buscarem soluções que estejam à altura do enorme desafio que a humanidade tem pela frente.

Nesse contexto, fica cada vez mais evidente a compreensão de que a economia é um dos instrumentos mais poderosos para melhorar as condições de vida das pessoas e cuidar do meio ambiente. As lições aprendidas com o modelo de desenvolvimento que gerou por exemplo, no Brasil, situações críticas como Cubatão (que foi, nos anos 1980, marcada pela poluição ambiental e pelo adoecimento da sua população), nos fizeram evoluir até ao momento atual, quando o Estado, com a participação da sociedade organizada, criou marcos regulatórios que colocam hoje o país em uma situação de vanguarda. Podemos lembrar o nosso Código Florestal, de 2012, que representou avanços importantes para a preservação das florestas, e da biodiversidade brasileira e introduziu medidas como o Cadastro Ambiental Rural, Reserva Legal, e a preservação de nascentes e matas ciliares. Nos últimos anos, debatemos e aprovamos também o Estatuto das Cidades, Política Nacional de Resíduos Sólidos, o Marco Legal do Saneamento, incentivos às energias renováveis, e recentemente a regulação do Mercado de Carbono, objetivando zerar a emissão de carbono no Brasil.

Essa evolução se deu dentro de uma nova consciência global alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas. As 17 metas estipuladas pela ONU compõem uma agenda mundial que se propõe a guiar a humanidade até 2030, com a busca pela erradicação da pobreza, fim da iniquidade de gênero, respeito à diversidade, combate à catástrofe climática, entre outros avanços civilizatórios.

Foi nesse ambiente, também, que começamos a discutir e adotar o conceito de ESG, proveniente do inglês: Environmental (ambiental), Social (social) e Governance (governança). Com adesão do setor privado ao chamado para a ação, os empresários compreenderam que a sua responsabilidade vai muito além de oferecer produtos e serviços e pagar impostos para a manutenção das políticas públicas. As empresas reconheceram que precisam avançar no compromisso com seus colaboradores internos, parceiros, comunidades e o meio ambiente.

Esse desafio vale tanto para grandes corporações, como para as médias e pequenas empresas. No caso do Brasil, onde os pequenos negócios representam 99% de todas as empresas e têm sido responsáveis por 70% dos empregos gerados ao longo dos últimos meses, isso é ainda mais verdadeiro e desafiador.

Por essa razão, nos últimos anos, o Sebrae vem trabalhando em várias frentes para contribuir com o aumento da capacidade de inovação, competitividade e sustentabilidade dos pequenos negócios. Esse trabalho se desdobra no projeto Conexões Corporativas, por meio do qual a instituição atua junto a grandes empresas e pequenos negócios que atuam em suas cadeias de valor e comunidades, fortalecendo parcerias em um modelo ganha-ganha, onde pequenos e grandes encontram solução para os seus problemas em atendimento à sociedade.

Ao mesmo tempo, o Sebrae tem buscado desenvolver ações que contemplam as múltiplas realidades regionais de um país de dimensões continentais. O caminho encontrado é fortalecer as governanças locais nos territórios, integrando os setores público, privado e terceiro setor. Os principais instrumentos adotados são o programa Líder – liderança para o desenvolvimento regional e o Cidade Empreendedora que estão presentes em todas as unidades da Federação e em mais de 1.540 municípios.

O Brasil é um grande mosaico de realidades expressas nos seus territórios, a partir dos quais estes atores, juntos, podem promover o desenvolvimento econômico e verdadeiramente sustentável do país. Conectar estas governanças territoriais em uma rede nacional, potencializa a contribuição das empresas, especialmente as que participam da nossa estratégia de Conexões Corporativas.

Como avalia John Elkington, um dos precursores do conceito de responsabilidade social e ambiental na economia, autoridade mundial no tema e nosso palestrante, o conjunto de acontecimentos climáticos e os seus efeitos – nos levam a encarar o mundo sob um novo prisma nos próximos anos: devemos assistir a um aumento da pressão por ações voltadas para a agenda da sustentabilidade, da desaceleração do aquecimento global e pelo combate às desigualdades sociais.

O quadro impõe às instituições públicas, privadas e de terceiro setor implementar estratégias conjuntas, e desafia suas lideranças a desempenhar o papel de protagonistas em nosso país. O cenário ficou evidente durante o Fórum Encadear 2022, em que o objetivo proposto foi alcançado: a legitimação do compromisso das instituições e a adesão dos setores em atuar como apoiadores do grande processo da agenda ESG no Brasil, onde juntas, pequenas e grandes empresas, desempenharão seu papel com confiança e determinação, com a contribuição do Sebrae, fazendo de nosso país, protagonista global da agenda de sustentabilidade.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/marco-da-geracao-distribuida-de-energia-traz-legalidade-e-seguranca-mas-taxas-preocupam-empresarios/Tue, 23 Aug 2022 12:45:38 +0000https://www.emedist.com/?p=7826Há quase um ano, o empreendedor Sílvio Inada viu a conta de luz da sua loja de artigos infantis diminuir consideravelmente, chegando a uma economia de 800 Kw por mês. Dono da Lúcia Baby, localizada na Grande São Paulo, ele indica a instalação de equipamentos para a geração de energia solar, mas critica a burocracia por parte das operadoras. Sílvio investiu na tecnologia no momento certo: espera-se que a lei sobre geração própria de energia renovável, publicada em janeiro, implique numa mudança das regras atuais para o segmento.

O texto criou um marco legal e estável para o uso de fontes limpas e sustentáveis, a exemplo da instalação de placas solares fotovoltaicas utilizadas pelo empresário para gerar a sua própria energia. Contudo, aumenta a cobrança sobre os microgeradores de energia, que serão tarifados sobre o uso dos fios de distribuição de energia.

Segundo informações da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a lei traz segurança jurídica ao manter as regras atuais até 2045 para os pioneiros e novos pedidos feitos nos próximos 12 meses. Também prevê um período de transição para quem entrar após os 12 meses com o pagamento escalonado da Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição (TUSD fio B).

Após oito anos de publicada a lei, as diretrizes de custos e benefícios da geração própria de energia renovável no Brasil será feita pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) por meio de resolução, a partir da qual a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) fará os cálculos efetivamente. As instituições têm o prazo de 18 meses, valendo a partir da promulgação da lei, para estabelecer as diretrizes e a valoração dos custos e benefícios da geração distribuída a serem implementados após o período de transição.

“Por mais de 10 anos, as regras brasileiras permitiram a compensação integral dos créditos de energia da geração própria renovável. Quando comparamos as novas regras brasileiras com as boas práticas internacionais, o Brasil fica bem posicionado no apoio à geração própria a partir de fontes renováveis”, comenta a vice-presidente de geração distribuída da ABSOLAR, Bárbara Rubim.

Contudo, o horizonte pode assustar os empresários que atualmente se beneficiam da geração distribuída e conseguem reduzir parte dos custos fixos do negócio, como a conta de luz. Ademais, é preciso lembrar que o investimento inicial costuma ser alto e varia de acordo com a atividade. No caso de Sívio Inada, por exemplo, o valor aportado para a instalação foi de R$ 40 mil.

O proprietário Silvio Noda instalou 26 placas fotovoltaicas em sua loja, o suficiente para zerar a conta da loja e ainda ganhar créditos em sua conta de luz. Foto: Túlio Vidal/ASN.

Mapeamento da ABSOLAR aponta que a energia solar acaba de atingir a marca histórica de 1 milhão de sistemas instalados em telhados, fachadas e pequenos terrenos no Brasil. Os pequenos negócios dos ramos de comércio e serviços ficam em segundo lugar com relação ao número de sistemas instalados no país.

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/klm-lanca-desafio-de-ciclismo-para-contribuir-com-o-plantio-de-arvores-na-amazonia/Fri, 05 Aug 2022 16:49:03 +0000https://www.emedist.com/?p=7421Reforçando seu espírito pioneiro e comprometido com a sustentabilidade, a KLM lançou nesta quinta-feira (4), no Brasil, o Desafio KLM Pedale por Árvores, uma iniciativa que convida o público de todo o país a pedalar e ter os quilômetros percorridos convertidos no plantio de árvores na região da Amazônia. Para simbolizar e dar ainda mais visibilidade à ação, a companhia também conta com um espaço exclusivo na Ciclovia Rio Pinheiros em São Paulo: a KLM Bike House, que traz uma série de iniciativas focadas em sustentabilidade.

Até 28 de agosto, cada 25 quilômetros pedalados pelos participantes do desafio serão convertidos pela KLM no plantio de uma árvore na Amazônia. O objetivo é plantar até seis mil árvores em uma área equivalente a três campos de futebol. Para garantir o objetivo, a KLM tem a meta de atingir 150 mil quilômetros pedalados durante a ação. Para participar do desafio, é necessário baixar o app Km Solidário, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos, se registrar e selecionar o Desafio KLM Pedale por Árvores, que durante o período da ação estará em destaque na plataforma. Após esta primeira etapa, o participante pode começar a pedalar e, ao final da atividade, sincronizar seus quilômetros, sem nenhum custo financeiro.

“A KLM é uma das empresas líderes e pioneiras em sustentabilidade na indústria aérea, e a ação que estamos iniciando hoje ilustra perfeitamente este tão necessário momento de transformação. Entendemos que temos um longo caminho a percorrer para tornar a aviação mais sustentável, e continuamos trabalhando intensamente para contribuir e melhorar tanto nosso papel social quanto ambiental. Ainda que nosso foco esteja na redução da pegada ambiental em nosso próprio negócio, nós também envolvemos os viajantes, que podem, por exemplo, contribuir para projetos de reflorestamento e outras iniciativas”, diz Manuel Flahault, diretor geral do Grupo Air France-KLM na América do Sul.

Na KLM Bike House, a comunidade pode acompanhar os quilômetros pedalados no desafio em um placar digital, atualizado diariamente, assim como saber mais sobre os compromissos da KLM com o programa Fly Responsibly. A casa da companhia na Ciclovia do Rio Pinheiros também conta com o concurso* KLM Bike House, com o sorteio de três passagens para Amsterdã entre aqueles que visitarem o lugar. O espaço também está aberto a famílias e grupos de amigos para um descanso, para apreciar o pôr do sol do mezanino ou para contribuir com o desafio pedalando em uma bicicleta fixa disponível no local.

“Com o Desafio KLM Pedale por Árvores, queremos deixar uma contribuição social e ambiental no Brasil. O ciclismo faz parte do DNA holandês, e é uma forma responsável de locomoção. Ao unir estas características e convidando todos a fazer parte desta ação especial no Brasil, esperamos a ajudar na conscientização de um dos temas mais importantes do nosso tempo”, diz Christine Honore Briso, líder de sustentabilidade do grupo Air France-KLM na América do Sul.

Retorno à sociedade

O plantio de árvores resultante do Desafio KLM Pedale por Árvores será feito em parceria com a startup Meu Pé de Árvore e contemplará três áreas de preservação permanentes com condições de área úmidas, as quais abrangem duas nascentes d’água. As árvores serão plantadas em novembro, quando se inicia o período de chuvas na região. Todos os detalhes estão disponíveis em uma página dedicada.

Os parceiros da KLM Bike House e do Desafio KLM Pedale por Árvores

A Ciclovia Rio Pinheiros abrange 22,2 km e faz parte do Programa Novo Rio Pinheiros, do Governo do Estado de São Paulo. No início de 2020 foi adotada pela Farah Service, em um contrato firmado com a CPTM (STM). Houve, então, uma expansão de atuação para implantação de maiores estruturas. A ciclovia conta hoje com cafés, pista para aula de bikes, container com área de descanso, chuveiros, pontos para carregamento de celulares, bombas de ar para enchimento de pneus e outros atrativos, além de desenvolver ações culturais e de preservação da fauna e flora da região. Atualmente, a ciclovia registra cerca de 160 mil acessos por mês.

-

O Km Solidário tem como missão combater o sedentarismo e amplificar as boas práticas sociais, por meio de um aplicativo que conecta praticantes de atividades físicas com pessoas, projetos e empresas que buscam contribuir para a redução da desigualdade social e econômica existentes no Brasil. Lançado em fevereiro de 2021, o app conta com mais de 130 mil usuários e 14 instituições cadastradas, entre elas Instituto Ayrton Senna, GRAACC e Gerando Falcōes.

-

O Meu Pé de Árvore trabalha na recuperação de áreas degradadas da floresta amazônica no estado de Rondônia, por meio de sistemas de produção regenerativos e autossustentáveis implementados em conjunto com agricultores familiares.

-

Como acessar a KLM Bike House
A KLM Bike House está localizada na Ciclovia do Rio Pinheiros em São Paulo, entre os acessos da Vila Olímpia e do Parque do Povo. A entrada é totalmente gratuita e só é possível com bicicleta.

-

Horários de funcionamento:

-

KLM Bike House – diariamente das 7h00 às 22h00

Ciclovia Rio Pinheiros – diariamente das 5h30 à 0h00

-

Sobre a KLM Royal Dutch Airlines

Por mais de um século, a KLM tem sido pioneira no setor de aviação civil. A KLM é a companhia aérea mais antiga ainda operando com seu nome original e tem como objetivo ser a companhia aérea europeia líder em foco no cliente, eficiência e sustentabilidade. A malha aérea da KLM conecta a Holanda com todas as principais regiões econômicas do mundo e é um poderoso motor que impulsiona a economia holandesa.

-

A KLM também é membro da aliança global SkyTeam, que tem 19 companhias aéreas associadas.

-

Para obter mais informações sobre a KLM, visite KLM, KLM Newsroom, Facebook, Instagram, LinkedIn ou Twitter.

-

Informações para a Imprensa:

Mateus Andrighetto Tamiozzo – (11) 98674-3832 – emedist.com@etang.com Julia de Medeiros Pinto – judemedeirospinto@airfrance.fr

]]>
5Gbet - Bem-estar – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/ultimos-dias-para-inscricao-no-premio-sebrae-mulher-de-negocios-2022/Mon, 11 Jul 2022 14:56:22 +0000https://www.emedist.com/?p=6815No próximo dia 17 de julho, encerra-se o prazo para as inscrições no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022. As empreendedoras interessadas em participar podem se inscrever gratuitamente no site da premiação, nas categorias: Pequenos negócios, Produtora Rural e Microempreendedora Individual (MEI). Quem já viveu essa experiência garante que a premiação é um reconhecimento marcante e com muitos aprendizados.

É o caso da CEO da Ready Personal Trainer, Ana Cristina Mendes, de Tubarão (SC). Ela foi vencedora da edição de 2017 na categoria MEI. “Participar de todo o processo e ser e vencedora é como um selo de qualidade ao meu trabalho. Aprendi muito porque passamos pelas etapas estaduais, depois regionais e finalmente a nacional. Recebemos a visita de um consultor do Sebrae para verificação das informações e isso também nos ajuda a ter um olhar de um especialista de fora que nos mostra caminhos e oportunidades”, conta.

Formada em Educação Física em 2006, a empresária atuava como personal trainer, quando sentiu a necessidade de buscar crescer na carreira por meio do empreendedorismo. Há três anos, ela abriu um estúdio em sociedade com a irmã. “Colocamos toda nossa energia nesse negócio e eu disse para mim mesma que não poderia dar errado. Assumimos a responsabilidade pelo nosso sucesso e mesmo com apoio, nós sabíamos desde o início que teríamos que gerenciar tudo isso”, ressalta.

Mesmo diante das dificuldades e muitas vezes do descrédito de pessoas próximas, as empreendedoras vencedoras do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios são exemplos de superação e dedicação. A trajetória da ex-faxineira, Maria José Lima, que se tornou uma empreendedora bem-sucedida no ramo de doces artesanais é mais uma história inspiradora e vencedora da premiação.

Ela ganhou o Prêmio em 2012, mas antes disso fez vários cursos no Sebrae, inclusive o Empretec. “Eu aprendi tudo com o Sebrae e cheguei a me inscrever cinco vezes no Prêmio para finalmente ser vencedora. Esse reconhecimento chegou na hora que eu estava pedindo falência e realmente foi um momento transformador para o meu negócio”, revela.

Em outra cidade de Minas Gerais, a empresária Marisa Contreras, encarou o desafio de largar a vida de farmacêutica há 23 anos para se tornar produtora de café especial. Com uma carreira estabelecida e dona de quatro farmácias, ela decidiu trilhar um novo caminho ao ajudar o marido na fazenda Capoeira Coffee em Areados (MG). “Quando eu cheguei na fazenda, eu tive que literalmente trocar o salto alto pelas botinas. Percebi que os resultados precisavam melhorar e isso só seria possível com a produção de cafés melhores. No começo, ninguém acreditava na minha ideia, mas aos poucos eu fui mudando a mentalidade de todos e resolvi liderar pelo exemplo”, destaca.

Ela também foi vencedora da última edição, em 2017, na categoria Produtora Rural e considera a participação como um reconhecimento de uma jornada transformadora. “Eu fiquei muito feliz por todo o caminho percorrido e não apenas por chegar aonde eu cheguei. Seguramente não foi um caminho fácil, mas era o que me levaria a outros níveis. Minha maior conquista tem sido fazer a diferença na vida de outras mulheres produtoras de café como eu”, resume.

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios existe desde 2004, quando ocorreu sua primeira edição. Desde então, já contou com a participação de mais de 80 mil mulheres que compartilharam suas histórias de sucesso representando empreendedoras de todo o Brasil.

Participe

Podem se inscrever mulheres maiores de 18 anos, proprietárias de pequenos negócios, microempresas ou microempreendedoras individuais (MEI) com CNPJ e produtoras rurais que possuam inscrição estadual de produtor, número do Imóvel Rural na Receita Federal (NIRF) ou declaração de aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) ou que explorem atividade pesqueira e possuam registro no Ministério da Pesca.

As inscrições incluem o preenchimento do formulário eletrônico no site da premiação e o envio de um vídeo curto, no formato de “pitch”, com apresentação da empresária candidata. Todos os detalhes da premiação, bem como o acesso ao regulamento, estão disponíveis na internet.

]]>
5Gbet Mapa do site