5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasMon, 19 Feb 2024 11:22:20 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/ultimos-dias-para-se-inscrever-no-premio-educador-transformador/Thu, 15 Feb 2024 14:24:17 +0000https://www.emedist.com/?p=20321Termina na próxima segunda-feira (19) o prazo para as inscrições no Prêmio Educador Transformador. O concurso promovido pelo Sebrae, Bett Brasil e Instituto Significare está na segunda edição e tem o objetivo de identificar, valorizar e divulgar projetos educacionais inovadores e transformadores focados na educação empreendedora e implementados por professores de todo o Brasil.

Para participar é necessário que os projetos tenham sido realizados entre 2021 e 2023 e estejam vinculados a instituições de ensino. As ações podem ter ocorrido em diversos formatos (atividades, estudos, jogos, metodologias, cursos, tecnologias, desafios, apresentações, competições, serviços ou produtos). Os candidatos podem inscrever um ou mais projetos nas sete categorias do prêmio: Educação Infantil; Ensino Fundamental – Anos Iniciais (1º ao 5º ano); Ensino Fundamental – Anos Finais (6º ao 9º ano); Ensino Médio; Educação Profissional; Educação Superior; e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Inscreva-se:https://www.emedist.com/

Nesta edição, a competição inclui etapas estaduais, regionais e uma nacional. O anúncio dos vencedores na etapa final está previsto para o fim de abril, durante a Bett Brasil, em São Paulo (SP). O primeiro colocado em cada uma das sete categorias receberá troféu, pacote de participação em missão nacional para um evento de educação e um notebook.

Confira o cronograma previsto:

19/02/2024 – Encerramento das inscrições.
25/03/2024 – Divulgação dos vencedores estaduais.
05/04/2024 – Divulgação dos vencedores regionais.
25/04/2024 – Divulgação do ganhador, na Bett Brasil.

Educação empreendedora no Sebrae

Criado em 2013 pelo Sebrae, o Programa de Educação Empreendedora é conhecido atualmente como Programa Educação Que Transforma. A iniciativa já alcançou 97% dos municípios brasileiros, com 13,5 milhões de atendimentos a alunos e mais de 1 milhão de professores assistidos, com ações que oferecem formação e capacitação com ferramentas e metodologias pedagógicas específicas. Depois da aprovação da Nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a Educação Empreendedora ganhou força na educação formal brasileira, uma vez que o desenvolvimento de competências empreendedoras está alinhado às novas diretrizes da Educação no país, sendo conteúdo transversal no documento.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/prorrogou-premio-educador-transformador-estende-inscricoes-ate-19-de-fevereiro/Fri, 02 Feb 2024 12:30:26 +0000https://www.emedist.com/?p=20127Professores de todo o Brasil que realizaram projetos de educação empreendedora têm mais alguns dias para participar do Prêmio Educador Transformador. As inscrições foram prorrogadas até 19 de fevereiro. Esta é a 2ª edição da iniciativa, resultado de uma parceria entre Sebrae, Bett Brasil e o Instituto Significare.

Para participar, é necessário que os projetos tenham sido realizados entre 2021 e 2023 e estejam vinculados a instituições de ensino. As ações podem ter ocorrido em diversos formatos, como atividades, estudos, jogos, metodologias, cursos, tecnologias, desafios, apresentações, competições, serviços ou produtos.

A prorrogação do prazo proporcionará aos educadores a oportunidade de finalizar e formatar seus projetos de acordo com o modelo proposto na inscrição. Estender o prazo até depois do Carnaval não prejudicará as etapas seguintes, oferecendo aos educadores uma motivação extra para se inscreverem.

O professor candidato poderá inscrever um ou mais projetos nas sete categorias do prêmio: Educação Infantil; Ensino Fundamental – Anos Iniciais (1º ao 5º ano); Ensino Fundamental – Anos Finais (6º ao 9º ano); Ensino Médio; Educação Profissional; Educação Superior; e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Inscreva-se:https://www.emedist.com/.

Sobre o Prêmio

O prêmio é uma iniciativa do Sebrae, Bett Brasil e Instituto Significare. Na edição anterior, aproximadamente 2,9 mil projetos foram inscritos. Nesta edição, a competição inclui etapas estaduais, regionais e uma nacional. O anúncio dos vencedores na etapa final está previsto para o final de abril, durante a Bett Brasil, em São Paulo (SP).

Confira o cronograma previsto:

  • 19/02/2024 – Encerramento das inscrições.
  • 25/03/2024 – Divulgação dos vencedores estaduais.
  • 05/04/2024 – Divulgação dos vencedores regionais.
  • 25/04/2024 – Divulgação do ganhador, na Bett Brasil.

Sobre a Educação Empreendedora – Sebrae

Criado em 2013 pelo Sebrae, o Programa de Educação Empreendedora é conhecido atualmente como Programa Educação Que Transforma. A iniciativa já alcançou 97% dos municípios brasileiros, com 13,5 milhões de atendimentos a alunos e mais de 1 milhão de professores assistidos, com ações que oferecem formação e capacitação com ferramentas e metodologias pedagógicas específicas. Depois da aprovação da Nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a Educação Empreendedora ganhou força na educação formal brasileira, uma vez que o desenvolvimento de competências empreendedoras está alinhado às novas diretrizes da Educação no país, sendo conteúdo transversal no documento.

Sobre a Bett Brasil

A Bett Brasil é o maior evento de educação e tecnologia da América Latina. Parte da série global Bett Show da Hyve Group, uma das líderes mundiais na realização de eventos considerados referência de mercado. A Bett visa inspirar, discutir o futuro do segmento e o papel da tecnologia e da inovação na formação de educadores e alunos.

Sobre o Instituto Significare

O Instituto Significare é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que promove a educação transformadora. O Significare busca impactar indivíduos, organizações e toda a sociedade por meio de iniciativas que colocam a educação no centro do desenvolvimento sustentável. Transformação com equidade, escala com inclusão e visão compartilhada de futuro são alicerces das ações do Instituto Significare.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/com-participacao-do-mec-seminario-discutira-educacao-integral-na-perspectiva-da-educacao-empreendedora/Wed, 22 Nov 2023 11:10:08 +0000https://www.emedist.com/?p=18577Com o tema “Desafios da Educação Integral na perspectiva da Educação Empreendedora”, acontece nesta quarta-feira (22), a partir das 15h, o Seminário de Gestão Educacional, em Brasília, com transmissão ao vivo e on-line pelo canal do Centro Sebrae de Referência em Educação Empreendedora (CER). Entre os nomes confirmados, estão o de Aline Zero, coordenadora de Projetos de Educação Integral e Tempo Integral do Ministério da Educação (MEC); e Alessio Costa Lima, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Também falarão o diretor-técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, e a secretária de Estado de Educação de Rondônia e representante do Conselho nacional de Secretários de Educação (Consed), Ana Lúcia Pacini. Haverá ainda palestra de Maria Antônia Goulart, do Centro de Referência em Educação Integral, especialista em projetos na área de Educação, Inclusão, Tecnologia e Empreendedorismo. Ela é mestre pela Fiocruz, bacharel em Direito pela Universidade de Brasília (UnB) e fundadora do Centro de Referências em Educação Integral.

Será uma oportunidade para que gestores, técnicos educacionais e secretários municipais de Educação conheçam como a Educação Empreendedora e a Educação Integral se conectam e podem contribuir para o desenvolvimento amplo dos estudantes da Educação Básica no Brasil. O evento é promovido pelo Sebrae, em parceria com a Undime, com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e do MEC.

Os participantes que acompanharem o evento ao vivo e preencherem a lista de presença disponibilizada durante a transmissão vão receber uma declaração de participação por e-mail.

Promoção da Educação Empreendedora

Neste ano, o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) do Sebrae celebra 10 anos, com ações em 95% dos municípios brasileiros, com 12,4 milhões de atendimentos a alunos e 758 mil professores assistidos.

Conheça mais:

https://www.

Serviço:

Seminário de Gestão Educacional – Desafios da Educação Integral na perspectiva da Educação Empreendedora

Data: 22 de novembro de 2023

Horário: 15h às 16h30  (horário de Brasília)

Link para acesso: https://www.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/premiacao-que-reconhece-projetos-de-educacao-transformadora-esta-com-inscricoes-abertas/Mon, 16 Oct 2023 12:00:11 +0000https://www.emedist.com/?p=17605As inscrições para o Prêmio Educador Transformador, realizado pelo Sebrae, a Bett Brasil e o Instituto Significare estão abertas a partir desta segunda-feira (16). A premiação, que está na segunda edição, tem o objetivo de identificar, valorizar e divulgar projetos educacionais transformadores implementados por professores de todo o Brasil, focados na educação empreendedora. Na primeira edição, o Prêmio Educador Transformador teve 2.897 projetos inscritos de todas as regiões do país. Desta vez, a disputa prevê a realização de etapas estaduais regionais e nacional (em formato on-line). O período de inscrição segue aberto até 5 de fevereiro.

Inscreva-se aqui: https://www.emedist.com/ .

O anúncio dos vencedores na etapa final está previsto para o fim de abril de 2024, durante a 29ª edição da Bett Brasil. Serão aceitos projetos de professores realizados entre 2021 e 2023, vinculados a instituições de ensino. Os projetos pedagógicos podem ter formatos diversos, como atividades, estudos, jogos, metodologias, cursos, tecnologias, desafios, apresentações, competições, serviços ou produtos.

A analista de Educação Empreendedora do Sebrae Verônica Teixeira destaca que o prêmio possibilita um alinhamento entre os principais atores do ecossistema da educação, além de fortalecer o eixo do empreendedorismo como projeto de vida, conforme dispõe a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Com o prêmio, o Brasil estabelece um importante marco para a educação empreendedora alinhado aos principais atores do ecossistema da educação, além de fortalecer a conexão com educadores e organizações educacionais do país.

Verônica Teixeira, analista de Educação Empreendedora do Sebrae.

Edleide Alves, gerente de educação empreendedora do Sebrae Nacional, complementa: “Educação transformadora versa sobre o cuidado com a construção de sonhos concretizáveis, por meio do desenvolvimento de um projeto educacional que promove, por meio da prática em sala de aula, a mobilização de saberes, habilidades e comportamentos, gerando pequenas conquistas que transformam a realidade daquela escola, da comunidade, do país e, por que não dizer, do mundo. É um reconhecimento a esses atores indispensáveis à qualidade da escola, esse berço de futuro.”

O professor Wellington Cruz, presidente do Instituto Significare, afirma que o Prêmio Educador Transformador é um tributo merecido aos educadores, pelas suas lutas e triunfos na educação. “Celebramos não apenas as conquistas de um projeto educacional, mas principalmente a coragem dos nossos professores e professoras que, enfrentando os desafios, moldam um amanhã melhor para todos nós”, disse. “Cada projeto inscrito no Prêmio Educador Transformador é um testemunho da paixão incansável de um professor pela educação de qualidade, que possibilita a realização de sonhos e a transformação de realidades”, completou.

“Incentivamos o diálogo e enfatizamos como essencial e relevante a atuação dos educadores em sala de aula e na vida dos estudantes. Para nós, o Prêmio Educador Transformador significa também colocar em prática esse propósito de dialogar com todos, ainda mais numa época repleta de transformações educacionais e sociais”, disse Adriana Martinelli, diretora de Conteúdo da Bett Brasil.

Confira o cronograma previsto:
16/10/2023 – Lançamento e abertura das inscrições do Prêmio Educador Transformador.
05/02/2024 – Encerramento das inscrições.
25/03/2024 – Divulgação dos vencedores estaduais.
05/04/2024 – Divulgação dos vencedores regionais.
25/04/2024 – Divulgação do ganhador, durante evento Bett Brasil.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-promove-encontro-de-liderancas-ligadas-ao-ecossistema-de-educacao-nacional-na-bahia/Thu, 28 Sep 2023 22:27:19 +0000https://www.emedist.com/?p=17178Nesta quinta (28) e sexta-feira (29), a Bahia sedia o II Encontro do Ecossistema de Educação Empreendedora, na Costa do Sauípe (BA). Realizado pelo Sebrae, o evento reúne 60 lideranças representantes dos principais parceiros do ecossistema de educação do país, entre autoridades e representantes dos poderes públicos federal e estadual, além de técnicos, especialistas e instituições representativas do setor. O encontro marca os 10 anos do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), no qual a Bahia é pioneira pelo trabalho de desenvolvimento de competências empreendedoras em estudantes e educadores do ensino fundamental ao superior.

Sob o tema “Amada Bahia: Terra empreendedora, musical e educadora”, a cerimônia de abertura do evento contou com a participação do superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury, que deu as boas-vindas a todos e agradeceu pelo apoio e por acreditarem na Educação Empreendedora assim como o Sebrae faz há mais de 10 anos.

Quando eu cheguei ao Sebrae, fui apresentado a vários projetos. Alguém me perguntou qual deles eu achava o melhor e, com todo respeito, respondi que, se algum deles junta a educação, para mim, é o melhor. Digo isso por uma questão de entendimento, como filho de imigrantes, foi a educação que me deu a oportunidade de galgar posições dentro do meu país. Por isso, não tenho dúvidas de poder fazer cada vez mais pela educação aqui na Bahia.
Jorge Khoury, superintendente do Sebrae Bahia.

O chefe de gabinete da Diretoria Técnica do Sebrae Nacional, Alessandro Machado, também agradeceu a participação de todas as entidades e reforçou o motivo do convite para o encontro.

Vocês foram escolhidos porque são parceiros importantes para aquilo que o Sebrae quer. No fundo, a gente quer muito trabalhar com a educação por acreditar que ela vai colocar o nosso país em outro patamar e a ideia desse encontro é unir forças, recursos e tempo para que possamos realmente levar a educação para esse lugar.
Alessandro Machado, chefe de gabinete da Diretoria Técnica do Sebrae Nacional.

Em sua fala, a gerente de Educação Empreendedora do Sebrae Nacional, Edleide Alves, destacou que a realização do encontro tem como intuito mostrar como a instituição respeita as regionalidades e a prática do que o Sebrae vem construindo por meio da educação empreendedora. “Este momento é muito especial porque ele é um convite, mas, antes disso, ele é uma escuta. Há mais de 20 anos, o Sebrae promove ações pontuais integradas à educação, mas há dez anos, começamos a trabalhar com essa temática de uma maneira sistêmica, com diretrizes nacionais, respeitando as regionalidades, as características locais. Então, neste momento, é muito importante a presença de todos vocês e a união de tantos saberes voltados à educação”, reconheceu.

O secretário de Educação de Mata de São João, Alex Carvalho, participou do evento representando o prefeito João Gualberto. Na oportunidade, o titular da pasta falou sobre as ações desenvolvidas pela gestão municipal e que resultaram em boas colocações em pesquisas de índices educacionais estaduais e nacionais nos últimos anos.

“Diversas medidas foram implementadas pela gestão municipal para que a gente tivesse uma mudança significativa na nossa educação. Hoje, nós somos o município com maior índice de desenvolvimento da educação na nossa região e tudo isso é fruto de investimento, comprometimento e trabalho, mas isso não se faz sozinho, a gente conta com alguns parceiros que nos apoiam e o Sebrae é um importante parceiro”, pontuou.

Representante do governo do Estado, o superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal, ressaltou que a Bahia está cada vez mais se afirmando no cenário do Nordeste e nacional com uma política de intencionalidade educacional. “Não é somente em infraestrutura, quando se trata de equipamentos, unidades escolares, compreende também uma nova concepção de educação integrada à política de educação, sobre o que podemos oferecer de melhor ao respeitar a dignidade da pessoa humana, do cidadão e cidadã das nossas escolas”, declarou.

Entre as organizações presentes no II Encontro do Ecossistema de Educação Empreendedora, estão: o Ministério da Educação (MEC), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), UNICEF, Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), SENAI, SESI e SENAR, Centro Lemann, Instituto Ayrton Senna, Itaú Educação e Trabalho, Fundação Roberto Marinho, Instituto Alana, Instituto Singularidades, Associação Cidade Escola Aprendiz, Mauricio de Souza Produções, professores, formadores de opinião, além dos dirigentes do Sebrae Nacional e do Sebrae Bahia.

Palestramagna

Convidada para realizar a palestra magna de abertura do encontro, a pedagoga, mestre e doutora em Educação Guiomar Namo de Mello abordou o tema “As convergências entre a Educação Empreendedora e a BNCC (Base Nacional Curricular Comum)”. Em sua explanação, a pedagoga traçou um panorama das transformações sociais no país e no mundo ao longo dos anos e quais impactos puderam ser observados no âmbito educacional.

Ao longo de sua fala, a professora Guiomar deixou três recados para as pessoas que estavam presentes, o que, de acordo com ela, seria uma “lição de casa de capacitação e formação dos próprios líderes”.

O primeiro e maior recado diz respeito às competências envolvidas na educação empreendedora que, de acordo com ela, coincidem com as competências que fazem parte da Base Nacional Curricular Comum. Para Guiomar, a “lição de casa para o pessoal da educação empreendedora é traçar o perfil de competências que eles querem como resultado do seu trabalho”.

O segundo recado tratou da importância de cuidar do capital social. A pedagoga explicou que, quanto mais a pessoa se desenvolve e avança em uma área, mais ela vai capilarizando muitos contatos a nível pessoal, familiar ou profissional. “Isso se chama networking, se chama capital social. A nossa criança sai da escola, em geral, muito pobre do ponto de vista de capital social, além de outras questões”, apontou. Como sugestão, Guiomar indicou a importância deste ponto ser cuidado também pela educação empreendedora. “Um empreendimento bem-sucedido é aquele cujo líder tem capital social e é capaz de mobilizar, avançar uma solução ou a construção de alguma coisa”, defendeu.

O terceiro recado teve como foco as lideranças. De acordo com a professora, o líder de hoje precisa Aprender a Desaprender e a Reaprender. “Nós estamos vivendo um momento muito incerto o que exige abertura, flexibilidade e adaptabilidade e isso tem que ser formado, as pessoas não nascem sabendo e vocês podem ensinar”, aconselhou.

“Eu acho que o Sebrae está pegando o programa dele e tentando colocar nesse novo contexto sem perder, o que eu acho importante, o legado de um trabalho que foi feito, uma experiência que tem muitos pontos positivos e que deu certo em muitos lugares”, reconheceu a professora, ao comentar os 10 anos do programa de Educação Empreendedora do Sebrae.

Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE)

O Sebrae é um importante parceiro do Ministério da Educação (MEC), CONSED e UNDIME. A atuação da organização toma por base uma abordagem ao ensino que apoia educadores e estudantes no desenvolvimento de competências empreendedoras, visando a uma educação inclusiva e emancipadora. No país, em 10 anos de atuação, o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) já alcança 97% dos municípios, e assistiu mais de 1 milhão de educadores e fez 13,5 milhões de atendimentos a alunos.

Na Bahia, a cobertura do programa chega a 98% dos municípios, tendo assistido mais de 52 mil professores e mais de 400 mil alunos.

O Programa fomenta o desenvolvimento de competências empreendedoras, com objetivo de envolver a comunidade escolar para unir conhecimentos e adotar uma atitude empreendedora. Os focos da iniciativa são: Colaborar com a educação integral a partir de projetos de vida dos estudantes; desenvolver o protagonismo de educadores e estudantes; oferecer aperfeiçoamento e valorização de educadores e gestores escolares; e fornecer informações e conscientizar gestores públicos sobre a importância da educação empreendedora.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/bahia-sedia-encontro-promovido-pelo-sebrae-com-maiores-liderancas-da-educacao-brasileira/Tue, 26 Sep 2023 20:09:40 +0000https://www.emedist.com/?p=17057São 10 anos do Programa Nacional de Educação Empreendedora e a Bahia se destaca no cenário brasileiro pelo pioneirismo nesse importante trabalho que desenvolve competências empreendedoras em estudantes e educadores do ensino fundamental ao superior. É com esse foco que o Sebrae promove, na Costa do Sauípe, nesta quinta (28) e sexta-feira (29), o II Encontro do Ecossistema de Educação Empreendedora. O evento reúne as maiores lideranças da educação no país, entre autoridades e representantes dos poderes públicos federal e estadual, além de técnicos, especialistas e instituições representativas do setor.

Entre as organizações convidadas estão atores da educação brasileira, como a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), UNICEF, Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), SENAI, SESI e SENAR, Centro Lemann, Instituto Ayrton Senna, Itaú Educação e Trabalho, Fundação Roberto Marinho, Instituto Alana, Instituto Singularidades, Associação Cidade Escola Aprendiz, Mauricio de Souza Produções, formadores de opinião, além dos dirigentes do Sebrae Nacional e do Sebrae Bahia.

Na quinta-feira (28), a partir das 9h, a abertura oficial e a palestra magna do encontro, em Sauípe, serão abertas aos veículos de comunicação.

Guiomar Namo de Mello é a especialista convidada para abertura

As convergências entre a Educação Empreendedora e a BNCC (Base Nacional Curricular Comum)  são o tema da palestra da pedagoga, mestre e doutora em Educação Guiomar Namo de Mello. A programação será transmitida via canal do Youtube do Centro Sebrae de Referência em Educação Empreendedora (CER Sebrae). Para participar de forma on-line do evento, a partir das 10h, é preciso fazer inscrição gratuita naSympla.

10 anos do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE)

O Sebrae é um importante parceiro do Ministério da Educação (MEC), CONSED e UNDIME. A atuação da organização toma por base uma abordagem ao ensino que apoia educadores e estudantes no desenvolvimento de competências empreendedoras, visando a uma educação inclusiva e emancipadora. No país, em 10 anos de atuação,
o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) já alcança 97% dos municípios, assistindo mais de 1 milhão de educadores e fazendo 13,5 milhões de atendimentos a alunos.

Na Bahia, a cobertura do programa chega a 98% dos municípios, tendo acompanhado mais de 52 mil professores e mais de 400 mil alunos.

O programa fomenta o desenvolvimento de competências empreendedoras, com objetivo de envolver a comunidade escolar para unir conhecimentos e adotar uma atitude empreendedora. Os focos da iniciativa são:

  • Colaborar com a educação integral a partir de projetos de vida dos estudantes;
  • Desenvolver o protagonismo de educadores e estudantes;
  • Oferecer aperfeiçoamento e valorização de educadores e gestores escolares;
  • Fornecer informações e conscientizar gestores públicos sobre a importância da educação empreendedora.

Agenda

II Encontro Nacional do Ecossistema de Educação Empreendedora
Abertura: 28/09 – quinta-feira, às 9h
Local: Sauípe Premium Sol – Costa do Sauípe, Salas Ouro Preto 3 e 4

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-e-ifsc-vao-criar-modelo-de-extensao-em-empreendedorismo/Thu, 21 Sep 2023 18:03:39 +0000https://www.emedist.com/?p=16866
Reunião entre Sebrae e Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), em Brasília (DF). Foto: Charles Damasceno.

Com o objetivo de aproveitar a vocação de cada região, o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), representado por 13 campi, será modelo de extensão para estudantes que queiram atuar como empreendedores. A reunião para a elaboração do Acordo de Cooperação Técnica com o Sebrae aconteceu nesta quinta-feira (21), com a presença do presidente Décio Lima. “Este trabalho vai representar um paradigma para o país, pois iremos replicar em todo o Brasil”, afirmou. Hoje, as potencialidades do estado estão em torno da produção têxtil, vestuário, tecnologia, química e indústria de base, além do turismo e da gastronomia.

Os institutos federais apoiam o ingresso dos alunos no mercado de trabalho. “Sabemos que temos a função de apoiar os jovens a conquistarem a sua cidadania, e o empreendedorismo é um caminho natural”, explicou Valter de Oliveira, pró-reitor de Extensão e Relações Externa do IFSC. Para Valter, o Instituto e o Sebrae possuem missões muito semelhantes. “Iniciamos a elaboração dessa parceria que será modelo para o país, com isso, vamos construir um projeto para toda a rede federal de educação. Ao ingressar no projeto, o aluno poderá vislumbrar oportunidade e contribuir para o país”, declarou.

Somente ano passado, 47 mil alunos passaram pelo IFSC. O acordo com o Sebrae vai mapear a vocação de cada região e, a partir disso, estabelecerá estruturas de trabalho que permitam o ingresso dos jovens universitários no mercado de trabalho. “Temos diferentes áreas, com um olhar e potencialidades diversas, por isso, o Sebrae será tão importante, pois podemos criar uma estrutura de desenvolvimento local, criando novos arranjos produtivos”, explicou Ana Paula da Silveira, professora do Ensino Básico do IFSC.

Para o presidente do Sebrae, como os institutos federais estão espalhados pelo estado, permitirá que os projetos de inclusão sejam desenvolvidos com excelência. “Poderemos potencializar os atos de cooperação junto aos institutos federais, atender à população local em sua vocação para o empreendedorismo. Com isso, iremos construir trabalho e oferecer perspectiva para a população”, afirmou.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/protagonismo-juvenil-e-desenvolvido-em-escola-no-interior-de-alagoas/Fri, 25 Aug 2023 11:00:03 +0000https://www.emedist.com/?p=16191Como forma de se adequar ao novo Ensino Médio, a Escola Estadual José Correia Silva Titara, na pequena comunidade Massagueira, em Marechal Deodoro (AL), procurou a ajuda do Sebrae para implementar iniciativas que possibilitassem aos alunos uma oportunidade de desenvolverem suas habilidades. Em menos de um ano de parceria, por meio do Programa Nacional de Educação Empreendedora, seis projetos já foram desenvolvidos no local e estão modificando o modo de ver o mundo dos jovens estudantes. Em todo o país, já houve mais 12,4 milhões de atendimentos semelhantes por meio da iniciativa.

Alunos da Escola Estadual José Correia Silva Titara. Foto: arquivo pessoal.

-

-

A coordenadora pedagógica da escola, Virgínia Moura Muller, conta que antes das ações de educação empreendedora, o colégio, formado na maioria por filhos de pescadores, rendeiras e agricultores familiares, passava por dificuldades para trazer os adolescentes ao protagonismo juvenil. “Eles começaram a pensar ‘qual é a escola dos meus sonhos?’ e começaram a empreender ali mesmo”, comentou a gestora.

“A partir dos projetos que eles mesmos implementaram, a nossa biblioteca já foi arrumada. Começamos um projeto de sustentabilidade, de jardinagem e uma farmácia viva que deram uma nova cara para a escola. O empreender não traz melhoria só para a vida deles, mas para toda a comunidade”, explicou Virgínia. A coordenadora conta que o ápice do Programa foi a promoção do evento Realiza, no qual apresentaram seus projetos para bancas compostas por professores e empresários da região.

Projetos executados

  • Titara + Sustentável
  • Arte e Território
  • RoboTot (carregador móvel de baterias)
  • Farinha Nutritiva a partir da casca da laranja e do maracujá
  • Reciclagem
  • Nem no mundo existo (para a regularização de documentos das famílias da região)

-

Educadores e estudantes da escola da pequena comunidade Massagueira, em Marechal Deodoro (AL). Foto: arquivo pessoal.

Protagonismo

A aluna Emilly Pedrosa, de 17 anos, está no terceiro ano do Ensino Médio. Ela integra a equipe do Titara + Sustentável, que aplica iniciativas de educação ambiental, com a criação de hortas comunitárias e promover a integração da escola com a comunidade. Ela conta que consegue ver evolução depois que passou a participa do programa do Sebrae.

“Não sabia sobre a importância de empreender, especialmente na escola, que é onde passamos grande parte do nosso dia. O que a gente precisa é de oportunidade”, enfatizou. “É muito importante observar os problemas ao nosso redor e empreender para melhorar a nossa qualidade de vida. A escola está mudando e a comunidade deseja participar cada vez mais”, completou a aluna.

Por fim, Emilly ressalta que a escola se transformou do ano passado para cá, quando passou a implementar os projetos dos estudantes. “O ambiente se tornou muito melhor. Passamos a ter mais afinidade e a ser mais acolhidos pelos professores e pelos outros alunos. É muito bom estar na escola”, concluiu.

Parceria

Em 10 anos, o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) já chegou a mais de 5.321 municípios. A iniciativa busca desenvolver o potencial das pessoas para se tornarem protagonistas da transformação das realidades colocando em prática suas competências socioemocionais – desfazendo a ideia de educação empreendedora como instruções para abrir um negócio.

A coordenadora pedagógica comemora a entrada do Sebrae como parceiro da Escola Estadual. “Educação empreendedora é mais do que gerar renda. É empreender em diversas outras áreas, como social, cultural e ambiental. O Sebrae trouxe essa parceria e, junto, os empresários locais que estão patrocinando algumas ações na escola. Com o Sebrae, parece que as portas se abrem. É muito bom ver a escola, que era apática, passando a crescer e se tornando um local de verdadeiro aprendizado e de convivência”, contou Virgínia.

O coordenador de Educação Empreendedora do Sebrae, Gabriel Barros, recorda que o Novo Ensino Médio, que atualmente está em discussão, estabelece as competências empreendedoras como conhecimentos que os estudantes devem adquirir durante esta fase da vida escolar. “É justamente o foco de atuação do Programa Nacional de Educação Empreendedora. O desenvolvimento dessas competências é viabilizado por meio de palestras, cursos, oficinas, desafios, eventos e premiações.  Nesse sentido, os estudantes têm a oportunidade de se desenvolverem de maneira integral, tornam-se protagonistas das suas vidas, e agentes de transformação do ambiente onde estão inseridos”, explica Gabriel.

-

Essa é a terceira de uma série de matérias sobre educação empreendedora que está publicada, ao longo das últimas semanas, na 5Gbet. Estamos contando sobre as experiências e aprendizados de professores e estudantes a partir da inclusão do conceito de empreendedorismo, de forma transversal, nos conteúdos de sala de aula. Acompanhe!

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/abertas-as-inscricoes-para-o-conhecer-2023/Wed, 23 Aug 2023 17:14:00 +0000https://www.emedist.com/?p=16072A 6ª edição do ConheCER – Seminário Internacional de Educação Empreendedora será realizada nos dias 5 e 6 de setembro, em Recife (PE), nos formatos presencial e on-line. Toda a programação será transmitida pelo canal do CER no Youtube. As inscrições podem ser feitas gratuitamente pela Sympla.

O seminário tem uma programação ampla e variada de palestras, painéis e oficinas e é direcionado a educadores, gestores escolares, pesquisadores e estudiosos da área da educação que desejam ampliar seus conhecimentos. A programação completa do ConheCER 2023 está disponível no site do evento.

Além da presença do palestrante internacional David Pitschmann e de grandes nomes do cenário nacional, o seminário reunirá cases de sucesso de educadores e especialistas em educação empreendedora.

“O seminário ConheCER mostra cenários, tendências e caminhos possíveis para todos os educadores. O objetivo deste evento é o de inspirar esses profissionais que ajudam a transformar o futuro de crianças, jovens e adultos. Será uma grande oportunidade de atualizar conhecimentos, além de conferir inovações e cases práticos de educação empreendedora do Brasil e do mundo”, ressalta o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

Sobre o ConheCER

O ConheCER é realizado desde 2017 pelo Polo CER Sebrae de Educação Empreendedora – plataforma digital, referência em estudos, pesquisas, ferramentas e tecnologias sobre educação empreendedora – em parceria com os estados. O seminário parte de várias pesquisas e aborda tendências no Brasil e no mundo.

O evento desempenha um papel relevante na discussão de políticas públicas para a melhoria da educação empreendedora no Brasil, além de promover espaços para debates e reflexões sobre o tema, com o objetivo de buscar soluções inovadoras para o desenvolvimento do ensino no país.

Serviço:

ConheCER – Seminário Internacional de Educação Empreendedora

Data: 5 e 6 de setembro

Local: Shopping RioMar – Avenida República do Líbano, 251 – Pina – Recife

Transmissão: canal do CER no Youtube

Inscrições: Sympla

Programação completa: https://www.

]]>
5Gbet - Educação – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/ambiente-de-inovacao-reforca-aprendizado-de-alunos-de-universidade-federal/Fri, 18 Aug 2023 12:00:50 +0000https://www.emedist.com/?p=15804Longe dos grandes centros econômicos do país, os alunos do curso de Administração da Universidade Federal de Roraima (UFRR) saíram do ambiente acadêmico para ter uma experiência em inovação e sobre como criar uma startup. Eles foram ao SebraeLab de Boa Vista – um espaço de estímulo à criatividade, ao consumo de informações, à geração de novos conhecimentos –, onde assistiram palestras e receberam orientações sobre habilidades empreendedoras. A ação faz parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora, que completa 10 anos em 2023. Para celebrar o marco, o Sebrae promoverá um evento em novembro, com a participação de educadores, agentes do ecossistema e estudantes. A programação vai apresentar os principais resultados da iniciativa, como os mais de 12,4 milhões de atendimentos a alunos em todo o país, além de apontar as perspectivas para o futuro.

Professor substituto de empreendedorismo da UFRR, Laércio Furtado, durante a dinâmica com os estudantes no SebraeLab. Foto: Foto: arquivo pessoal professor Laércio Furtado..

A iniciativa em Boa Vista partiu do então professor substituto de empreendedorismo da UFRR, Laércio Furtado, em março de 2022. Deu tão certo que foi replicada por outra docente no semestre seguinte e, depois, na Universidade Estadual de Roraima. “Acredito que a disseminação do conhecimento sobre empreendedorismo é o mais importante, pois os alunos podem aplicar em suas vidas até mesmo o pouco que aprendem, com a mudança de mentalidade, atitude e agindo para um movimento de protagonismo”, aponta Laércio, que hoje é analista do Sebrae local.

“Eles podem não necessariamente abrir um negócio ou criar algo inovador, mas é uma oportunidade para que compreendam que o empreendedorismo é muito além do que só abrir uma empresa, trata-se de querer uma sociedade mais justa, inclusiva e sustentável”, completa. 

Aplicação do conhecimento 

Pedro Henrique da Silva, 21 anos, foi aluno de Laércio na Universidade Federal de Roraima (UFRR) e atualmente é gerente de projetos na Constrol Construções, loja de materiais de construções da família. O estudante do 6º semestre conta que o aprendizado é inovador, até mesmo com o apoio de games. Ele também elogiou a estrutura do local e o conteúdo abordado. “Aprendemos como funciona uma startup, quais as regulamentações. Discutimos ainda sobre economia criativa, metaverso e, por fim, sugeriam que criássemos a nossa própria startup para atender supermercados da nossa região. No final, fizemos um pitch (apresentação) de três minutos”, conta.

“Depois do projeto, melhorei a minha desenvoltura e a forma de apresentação. Melhorei meu desempenho na universidade. Com o conhecimento, posso ajudar minha família a desenvolver o nosso próprio negócio. Melhoramos nossa identidade visual e estamos nas redes sociais para captar novos clientes.”

Aprendizado

A gerente de Educação Empreendedora do Sebrae, Edleide Alves, entende que o aprendizado dos alunos que participam de projetos de Educação Empreendedora ficará por toda a vida. “Eles desenvolvem os estudantes para os seus projetos de vida, preparando-os para exercer uma cidadania ativa e transformar a realidade das comunidades onde vivem. Eles podem empreender em um negócio, um projeto social e em tantos outros momentos da vida. As competências aprendidas são necessárias para o desenvolvimento integral do indivíduo”, destaca.

Fique de olho! 

Essa é a segunda de uma série de matérias sobre educação empreendedora que será publicada, ao longo das próximas semanas, na 5Gbet. Vamos contar sobre as experiências e aprendizados de professores e estudantes a partir da inclusão do conceito de empreendedorismo, de forma transversal, nos conteúdos de sala de aula.
Acompanhe!

]]>
5Gbet Mapa do site