5Gbet - Emicida – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasWed, 29 Nov 2023 00:56:15 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Emicida – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/crie-um-ambiente-onde-a-sua-vitoria-seja-inevitavel-diz-emicida-a-alunos-em-evento-sobre-educacao/Wed, 29 Nov 2023 00:54:26 +0000https://www.emedist.com/?p=18748Um evento para marcar os 10 anos do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae (PNEE) reuniu estudantes, professores, gestores e três artistas com relatos impressionantes sobre o papel da educação em suas trajetórias, nesta terça-feira (28), em Brasília. Durante o bate-papo sobre o tema, Emicida, MV Bill e Criolo contaram experiências relacionadas à educação como forma de transformação de vida.

Acesseaqui fotos do evento.

O cantor e escritor Emicida. Foto: Erivelton Viana.

Escritor, compositor e cantor, Emicida relembrou a dedicação da sua antiga professora Rita de Cássia, que elaborou histórias em quadrinhos para que o futuro artista aprendesse os conteúdos pelo quais ele não demonstrava interesse. “Embora gostasse de aprender, não me conectava com a instituição. A professora percebeu que eu tinha interesse pelas histórias, especialmente em quadrinhos. Nada disso seria possível sem ela”, destacou. O cantor ainda aconselhou os jovens presentes no evento.

A coisa mais importante é uma frase de amigo: crie um ambiente onde a sua vitória seja inevitável. Não podemos nos distrair disso.

Emicida, cantor e escritor.

Criolo dividiu a sua história com a educação e cantou para a plateia do evento. Foto: Erivelton Viana.

O impacto de ser criado por uma educadora foi destacado pelo cantor Criolo.

Não é um artigo que se compra, isso não está à venda. Com a educação empreendedora, agora temos métodos para fortalecer milhares de pessoas pelo país. Somos agentes transformadores da nossa vida e isso pode ajudar.Criolo, cantor.

Ele também exaltou a ação do Sebrae na promoção da educação. Isso vai reverberar em todo o país. Educação transformadora, que é o grande olhar do Sebrae de reconstrução da educação para os próximos anos”, apontou.

Rapper com destaque pelo seu engajamento social, MV Bill relatou sua experiência de transformação de vida por meio dos livros e como isso o ajudou em sua profissão. “Quando comecei a ser reconhecido pelo rap, pensei no coletivo. Vi que nas favelas onde há projetos sociais, a incidência é muito menor de jovens envolvidos com o crime”, argumentou, ao lembrar o que o motivou a atuar também na Central Única das Favelas (CUFA).

Precisamos fazer com que o acesso seja para todos. Com isso, eliminamos diversos percalços. Podemos fazer muitas coisas para mudar a realidade.

MV Bill, rapper.

MV Bill falou sobre a sua relação com os livros. Foto: Erivelton Viana.
]]>
5Gbet - Emicida – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/emicida-mv-bill-e-criolo-destacam-o-poder-da-educacao-empreendedora-como-transformadora-de-vidas/Wed, 29 Nov 2023 00:13:54 +0000https://www.emedist.com/?p=18734Iniciativa do Sebrae que já alcançou mais de 95% dos municípios do país, com mais de 13,5 milhões de atendimentos a estudantes e mais de 1 milhão de professores assistidos, o Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae (PNEE) completou 10 anos com um evento em Brasília sobre o tema nesta terça-feira (28). O encontro reuniu gestores, professores, estudantes e representantes dos ecossistemas de educação, além dos artistas Emicida; Criolo e sua mãe, Maria Vilani; e MV Bill. Eles participaram de um bate-papo, contando suas experiências relacionadas à educação como forma de transformação de vida.

Veja fotos do evento aqui.

A gerente do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae, Edleide Alves, destacou que a educação empreendedora serve para a vida. “Empreender significa realizar, com meta, propósito. Empreender não está ligado somente à abertura de negócios. Essas competências servem para a vida. Que todos tenham direito a uma educação de qualidade e à educação empreendedora como forma de complementar a sua formação”, disse.

Edleide Alves, gerente do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae. Foto: Erivelton Viana.

Ela recordou ainda a trajetória da pauta no Sebrae, que começou antes mesmo do programa existir, além da participação dos colaboradores e dos parceiros. Edleide também falou sobre o papel do gestor na implementação do programa.

O gestor é um grande mobilizador dos recursos para que algo aconteça. É aquele que é capaz de ouvir, aprender e buscar os melhores recursos para nutrir os ecossistemas que fazem a diferença lá na ponta”, disse. “O Sebrae entende que pode contribuir também para a educação. Queremos nos unir a todos os atores que estão aqui para que a gente possa realizar esse sonho da equidade no nosso país.

Edleide Alves, gerente do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae.

A professora e mãe de Criolo, Maria Vilani, foi uma das convidadas para o bate papo. Foto: Erivelton Viana.

Maria Vilani, professora e mãe de Criolo, foi uma das convidadas a debater a educação empreendedora a partir da visão do educador. Ela recordou o tempo em que decidiu se matricular na escola junto com os filhos. Vilani fez um convite aos docentes: escutarem a si e aos outros. “Temos que transformar a nossa vida. Quando eu abri a minha casa para a comunidade para fazer um pré-vestibular, eu escutei a mim mesma”, disse. “A partir daí, precisamos escutar o outro. Nós, professores, falamos muito e não escutamos tanto quanto deveríamos. Preste atenção nos seus sonhos”, finalizou.

O cantor Criolo compartilhou o impacto de ser criado por uma educadora. “Não é um artigo que se compra, isso não está à venda. Com a educação empreendedora, agora temos métodos para fortalecer milhares de pessoas pelo país. Somos agentes transformadores da nossa vida e isso pode ajudar”, comentou. Ele também exaltou a ação do Sebrae na promoção da educação.

O cantor Criolo dividiu sua experiência com os participantes. Foto: Erivelton Viana.

Isso vai reverberar em todo o país. Educação transformadora, que é o grande olhar do Sebrae de reconstrução da educação para os próximos anos.

Criolo, cantor.

O rapper MV Bill também trouxe a experiência da transformação de vida por meio dos livros e como isso o ajudou em sua profissão. “Quando comecei a ser reconhecido pelo rap, pensei no coletivo. Vi que nas favelas onde há projetos sociais, a incidência é muito menor de jovens envolvidos com o crime”, argumentou, ao lembrar o que o motivou a atuar também na Central Única das Favelas (CUFA).

“Precisamos fazer com que o acesso seja para todos. Com isso, eliminamos diversos percalços. Podemos fazer muitas coisas para mudar a realidade”, disse MV Bill. Foto: Erivelton Viana.

Já Emicida reiterou o empenho da sua professora Rita de Cássia, que em determinado momento se dedicou a ele, construindo histórias em quadrinhos para que o futuro cantor, compositor e escritor aprendesse os conteúdos.

O cantor Emicida, além de contar um pouco sobre a sua experiência com educação, também cantou para a plateia. Foto: Erivelton Viana.

“Embora gostasse de aprender, não me conectava com a instituição. A professora percebeu que eu tinha interesse pelas histórias, especialmente em quadrinhos. Nada disso seria possível sem ela”, destacou. O cantor ainda aconselhou os jovens presentes no evento. “A coisa mais importante é uma frase de amigo: crie um ambiente onde a sua vitória seja inevitável. Não podemos nos distrair disso”, assegurou.

Educação de qualidade

A atual presidente da CUFA, Kalyne Lima, detalhou como os projetos sociais fazem a diferença na educação do Brasil. “No país temos cerca de 5 mil favelas, onde moram 18 milhões de brasileiros. Essa população tem as condições mais adversas e, mesmo assim, consegue criar alternativas pautadas na coletividade daquele lugar. Vamos deixar que o Brasil seja diverso, mas único no objetivo de se transformar numa nação com educação de qualidade”, ressaltou.

“Instituições como o Sebrae são fundamentais. Podemos ter ascensão se a gente focar e tivermos oportunidade. Para isso, é necessário ter um plano e a educação deve estar inserida nele”, acrescentou Kalyne.  Foto: Erivelton Viana.

A celebração ainda teve a participação de quem foi impactado diretamente pelo PNEE. Rosangela Oliveira, do Guará (DF), compartilhou a experiência de passar pelo programa e de ter cursado as aulas junto ao filho adolescente. “Na minha turma, eu era a mais velha e impulsionava todos a ficarem e a persistirem. O tempo é precioso. O estudo é tudo. O que aprendi do Sebrae me ajuda muito na minha empresa e hoje levo para outras pessoas”, contou, emocionada.

PNNE

Criado em 2013 pelo Sebrae, o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) já alcançou 97% dos municípios brasileiros, com 13,5 milhões de atendimentos a alunos e mais de 1 milhão de professores assistidos, com ações que oferecem formação e capacitação, com ferramentas e metodologias pedagógicas específicas. Depois da aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a Educação Empreendedora ganhou força no ensino brasileiro, uma vez que o desenvolvimento de competências empreendedoras está alinhado às novas diretrizes da Educação no país, sendo conteúdo transversal no documento.

]]>
5Gbet - Emicida – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/encontro-sobre-educacao-reune-emicida-criolo-e-mv-bill-em-brasilia/Fri, 24 Nov 2023 17:00:26 +0000https://www.emedist.com/?p=18621Para marcar os 10 anos do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) do Sebrae, está marcado para a próxima terça-feira (28) um encontro sobre educação em Brasília. Além da presença de professores, gestores, estudantes e especialistas da área, o evento tem a participação de Emicida, MV Bill e Criolo como convidados especiais.

Emicida, rapper e escritor, vai compartilhar como sua trajetória de estudante impactou seu sucesso pessoal e profissional. Já o cantor Criolo, acompanhado da mãe, Dona Vilani, que é professora, discutirá o papel do educador para o desenvolvimento intelectual e humano dentro da sala de aula. O rapper MV Bill e a atual presidente da Central Única de Favelas (CUFA), Kalyne Lima, por sua vez, vão detalhar como projetos sociais fazem a diferença na educação no Brasil.

Evento em comemoração aos 10 anos do PNEE terá a participação do rapper e escritor Emicida.

O objetivo principal da educação empreendedora, promovida pelo Sebrae, é contribuir para que estudantes brasileiros possam desenvolver habilidades como liderança, planejamento, capacidade de resolver problemas, entre outras competências importantes para o desenvolvimento de um projeto de vida em qualquer carreira profissional e como cidadão. Recentemente, a Educação Empreendedora ganhou força dentro das escolas após inclusão do Empreendedorismo como conteúdo transversal na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Os projetos do Sebrae na área da educação empreendedora já alcançaram 97% dos municípios brasileiros, com 13,5 milhões de atendimentos a estudantes e mais de 1 milhão de professores assistidos. O evento, que trará exemplos de ações desenvolvidas, será transmitido pelo Youtube do Sebrae. A inscrições devem ser feitas neste endereço: https://www..

]]>
5Gbet Mapa do site