5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasMon, 05 Feb 2024 13:05:03 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/parana-oferta-alternativas-turisticas-para-o-carnaval/Tue, 30 Jan 2024 15:00:07 +0000https://www.emedist.com/?p=19988O Carnaval é uma das datas comemorativas mais animadas do Brasil e, neste ano, acontecerá na primeira quinzena de fevereiro. Mas há quem quer fugir do movimento e está em busca de ter um período longe das festas, com atividades diferentes. Em 2023, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o período da festa popular movimentou mais de R$ 8 bilhões no país.

E para quem está à procura de um período mais tranquilo, o Paraná conta com opções de diferentes segmentos, como: gastronomia, cultura, saúde e beleza, tecnologia e inovação, ecoturismo e no meio rural. Elas estão disponíveis no Experiências Turísticas do Paraná, portal que reúne 163 opções de turismo disponíveis em 54 municípios.

A coordenadora de Turismo, Economia Criativa e Artesanato do Sebrae/PR, Patricia Albanez, aponta que as datas comemorativas costumam movimentar o turismo, com o aumento de consumo de atividades de lazer e deslocamento das pessoas.

“Na busca para se diferenciar no mercado, quem empreende pode investir em diferentes motivações, organizar visitas e contar histórias, criando novas experiências para o seu cliente e também para alcançar um novo público. Baseado nisso, fizemos jornadas de capacitação e as melhores experiências foram para o portal, que está preparado com informações para auxiliar o turista”, explica.

A equipe da 5Gbet do Paraná separou opções para aproveitar o Carnaval no Estado. Confira.

Experiências no ambiente rural
Se agrada a ideia de um café da tarde acolhedor, cheio de aromas e sabores da roça, em ambiente que sugere a tranquilidade de uma vida no campo, no noroeste do Paraná, em Cruzeiro do Oeste, há o Café Campestre: Sabores Naturais na Queijaria Belo Canto.

Em sítio na região noroeste, Elaine Manzini oferece café rural com queijo de fabricação própria e contato com a natureza. Foto: Divulgação.

O local oferece café rural, contato com a natureza e conta com a presença de “visitantes” especiais: um grupo de macacos-prego que habitam as matas da região. Existem também duas opções de trilha, uma em meio à mata vizinha à propriedade e outra que leva a pequenas quedas d’água próximas ao local do café. No cardápio, opções como os queijos produzidos no sítio.

“Entre os preferidos do público, estão o bolo de coco e o pão de queijo feito por nós com o nosso queijo meia cura. Temos a nossa lojinha com queijos, doces, geleia, rolinhos de fruta, biscoitos e uma parceria com a Dalila Calderon, artista plástica, e proprietária da ‘Cores e Sabores’, uma criação de doces com arte”, diz a empreendedora Elaine Manzini.

Elaine sempre trabalhou com gado de leite, produzindo queijos para consumo próprio. Há quase um ano, mudou-se para a propriedade, mais próxima da cidade, onde montou o café em setembro de 2023.

As pessoas começaram a nos procurar para comprar queijos, elogiavam o lugar, e a ideia foi crescendo. Recebemos desde famílias a grupos de trabalho, moradores locais que estão recebendo visitas, temos um público variado.
Elaine Manzini, proprietária do Café Campestre./>

Os gins produzidos em São João do Ivaí são premiados internacionalmente. Foto: Divulgação.

Estímulo olfativo
No norte do Paraná, o convite é para um mergulho na história, processo de fabricação e sabor do gin da destilaria Ivaí Gin, em São João do Ivaí. A experiência turística “Destilando Sensações: Imersão Ivaí Gin” é uma visita guiada pela primeira Destilaria Carbono Negativo do Brasil.

Uma experiência sensorial que termina com a degustação da bebida, eleita o melhor gin de 2023 em prestigiadas competições internacionais, entre eles a dupla medalha de ouro na San Francisco World Spirits Competition, com o London Dry Gin, e o reconhecimento da Destilaria Água da Glória, onde a bebida é produzida, como vencedora da categoria sustentabilidade ambiental do The Gin Guide Awards.

A chefe de operações do Ivaí Gin, Mariane Pereira Gonçalves, conta que a imersão dura cerca de duas horas, é voltada para até oito pessoas, com o mínimo sendo duas, e inclui a degustação ilimitada das bebidas.

Durante o tour pela destilaria, conto a história de como o proprietário, um inglês, trouxe a empresa para o Paraná e deu o nome do rio Ivaí para o nosso gin. Também apresento como surgiram os nossos botânicos, a Lady Glória, que é o nosso alambique, falo sobre a matéria-prima, o engarrafamento, a rotulagem. Depois, eu subo com o grupo para o bar, apresento cada botânico, sorteio brinde. É um momento interessante e divertido.
Mariane Pereira Gonçalves, chefe de operações do Ivaí Gin.

Aves começaram a retornar a região em 2008. Foto: Instituto Guaju.

Da ameaça de extinção à volta ao conhecimento
No litoral do Paraná, uma opção presente como novo destino turístico de experiência, desde o final de 2023, é a “Revoada dos Guarás”, em Guaratuba.

Fabiano da Silva é membro do Instituto Guaju, organização não governamental responsável pela iniciativa e que realiza passeios de barcos com guia pela Baía de Guaratuba.

“Além do trabalho de pesquisa, promovemos a importância de se transformar a ave guará num produto turístico. O nome de Guaratuba vem exatamente dessa junção das palavras, ‘muitos guarás’. Em 252 anos de fundação, passamos 80 anos com a espécie em extinção até que eles começaram a retornar em 2008. Também apresentamos conhecimentos sobre os sambaquis, as populações caiçaras, temos uma riqueza ambiental e cultural enorme no nosso litoral”, convida.

O Curitigame é um passeio interativo em Curitiba, ideal para famílias com crianças que desejam explorar a cultura e história da cidade. Foto: divulgação.

-

Desbravando a selva de pedra
Perfeito para quem pretende ficar em Curitiba neste Carnaval ou para aqueles que vão passar a “Folia” na capital, o Curitigame é um tour presencial e interativo. A atração é um jogo para “turistar” por Curitiba em família, que oferece uma experiência educativa e divertida de cerca de duas a três horas. Nele, os participantes são convidados a explorar a cidade a pé, em um formato de caça ao tesouro, onde a tecnologia se torna uma aliada na descoberta dos encantos da cidade.

De acordo com Paula Patrícia Torres Teixeira, sócia da Vivenciar Turismo, empresa que criou o Curitigame, a atração incentiva os participantes a vivenciar Curitiba de uma forma diferente. O passeio, segundo ela, é uma celebração da história e da cultura locais, permitindo que as famílias criem memórias afetivas duradouras com a cidade e entre si.

No percurso, será possível vivenciar por meio dos cinco sentidos; brincadeiras em um grande centro metropolitano sem perder a magia das histórias.
Paula Patrícia Torres Teixeira, sócia da Vivenciar Turismo.

A atividade é acessível a todos que estão aptos para pequenas caminhadas, tornando o Curitigame uma experiência inclusiva e envolvente.

-

Durante a trilha guiada, turistas podem observar aves nativas da Mata Atlântica, inclusive espécies ameaçadas de extinção, como a jacutinga. Foto: Fabricio Vilela Araújo.

-

Melodia dos pássaros ao ar livre
Fabricio Vilela de Araújo é proprietário e criador da Bird Watching Foz – Cantos e Encantos do Iguaçu, empresa dedicada à contemplação e observação da avifauna (conjunto de aves) da região do Parque Nacional Iguaçu. Com ele, a experiência turística é imersiva e exclusiva.

“Somos credenciados ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que nos permite entrar nas trilhas do Parque e realizar a contemplação. Faz dois anos que atuo no local e moldo o passeio de acordo com o que o turista deseja. Essa conexão aguça a audição e a visão, pois as pessoas precisam estar atentar para as aves. Também aguça o paladar, porque degustamos frutos nativos pelo caminho e o olfato, com o perfume das flores e da mata”, enumera.

Os passeios costumam ser realizados quase sempre pela manhã, quando a atividade dos pássaros é mais intensa, com no máximo cinco pessoas, para evitar agitação. Mas, além dos pássaros, os passeios quase sempre reservam outras surpresas.

“É um passeio no meio da Mata Atlântica. São trilhas, entre um e dez quilômetros, que nos presenteiam não apenas com a avifauna. Podemos encontrar cobras, pegadas de onças, insetos e borboletas diferentes, antas. Busco trazer informação sobre a região, a história dos guaranis e do Parque, apresentar as plantas e as orquídeas nativas. São passeios para todos os públicos interessados na natureza. É uma experiência realmente imersiva e marcante para quem participa”, incentiva Fabricio.

-

Turistas podem contemplar o entardecer do alto da furna. Foto: Laertes Soares.

Bem-estar na natureza
Quem gosta do contato com a natureza pode optar pela experiência turística “Imersão com Yoga na Furna Grande”, oferecida pelo Refúgio das Curucacas, operadora de turismo Cadastur, especializada em ecoturismo e turismo de aventura, na região de Itaiacoca, em Ponta Grossa.

Realizada na Furna Grande, maior furna de arenito do Brasil, a prática de yoga acontece em seu interior, a 72 metros abaixo da superfície, sendo que o local é abrigado do vento, sol e chuva. A atividade contempla posturas físicas, exercícios respiratórios, relaxamento e meditação.

A experiência, conforme explica o diretor do Refúgio das Curucacas, Guilherme Forbeck, é realizada de acordo com os princípios que norteiam o turismo de bem-estar, possibilitando ao participante sentir texturas, temperaturas, diferenças de umidade e vegetação. Após a prática da yoga, os participantes contemplam ao entardecer no alto da furna.

“O turista tem a opção de fazer ou não o piquenique ao entardecer. A imersão com yoga é voltada para pessoas que gostam da experiência autêntica junto à natureza, de bem-estar, silêncio e diferentes sentidos”, explica.

-

Michele Bertoletti Rosso, CEO da Vinícola Sanber. Foto Divulgação.

Experiência sensorial com degustação
No sul do Paraná, outro destino turístico em atividade é a “Esperienza in Cantina”, em Bituruna. Michele Bertoletti Rosso, CEO da Vinícola Sanber, indica que a região está preparada com diversas atrações para o período de carnaval.

“Bituruna está pronta para oferecer uma experiência única para quem deseja vivenciar o carnaval de uma forma diferente. Teremos a Festa da Uva e o Rodeio Crioulo. A Festa, por exemplo, é a coroação da safra do ano, uma comemoração pelas uvas colhidas e pela qualidade alcançada. Teremos uma programação muito legal, com a exposição de produtos. Além disso, os turistas terão a oportunidade de conhecerem as vinícolas da região, a nossa história e fazer a degustação. Quem tiver a oportunidade, pode passar um carnaval diferente, ao redor de uvas e vinhos”, convida.

Portal
Experiências Turísticas do Paraná é resultado de parceria do Sebrae/PR e da Secretaria de Turismo do Paraná (Setu-PR), com o apoio do Conselho Paranaense de Turismo (Cepatur), das Instâncias de Governança Regional do Turismo, prefeituras municipais e associações.

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/apos-12-anos-salao-do-turismo-volta-a-apresentar-o-potencial-turistico-nacional/Thu, 14 Dec 2023 12:59:24 +0000https://www.emedist.com/?p=19164A diversidade e a riqueza do turismo nacional são destaque no Salão Nacional do Turismo, que começa nesta sexta-feira (15) e vai até domingo (17), na Arena BRB Mané Garrincha, em Brasília. Após 12 anos, o evento volta a apresentar todo o potencial do segmento, que após a pandemia da Covid-19 se transformou para atender ao perfil do novo viajante. O Sebrae é um dos correalizadores desta 7ª edição, junto com o Ministério do Turismo (MTUR), Serviço Social do Comércio (Sesc) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Como uma grande vitrine dos destinos turísticos brasileiros, o Salão Nacional do Turismo vai mostrar o que há de melhor na cultura, história, gastronomia e belezas naturais do país para o público nacional e estrangeiro. No espaço de 25 mil m² do estádio, será montada uma estrutura dividida em cinco áreas temáticas: Turismo de Natureza, Turismo Rural, Sol e Praia, Turismo Cultural e Turismo de Tendências. A expectativa é que 30 mil pessoas circulem por lá durante os três dias do evento.

-

O Salão Nacional do Turismo é uma oportunidade única de mostrar aos brasileiros e estrangeiros todo o nosso potencial turístico. Esse é o nosso ‘grand finale’ de 2023, de todas as políticas públicas que vêm sendo conduzidas pelo governo federal, por meio do Ministério do Turismo, para o fortalecimento da atividade turística em nosso país. E sabemos de todos os benefícios gerados pelo setor com destaque para o desenvolvimento econômico e social, que é possível por meio da geração de renda.

Celso Sabino, ministro do Turismo.

Com apoio do Sebrae, os visitantes terão a oportunidade de conhecer como o empreendedorismo contribui para o desenvolvimento e fortalecimento do turismo nacional.

O turismo é o 2º maior gerador de empregos no Brasil, atrás somente da construção civil. Apenas para se ter uma ideia, em outubro, o turismo brasileiro criou 20,7 mil empregos com carteira assinada. Neste contexto, o Sebrae que é a sexta marca mais forte do país, atua para capacitar os pequenos negócios que giram em torno do segmento. Além disso, o brasileiro voltou a aquecer o turismo interno, movimentando as pousadas, hotéis e os restaurantes. Tudo isso representa novas oportunidades, geração de negócios e permite girar a economia local.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Novo olhar para o Turismo Nacional

Com uma rede de Agentes de Roteiros Turísticos (ART) por quase todo o Brasil, o Sebrae tem auxiliado os destinos brasileiros a descobrirem novas vocações para o turismo, a partir do atendimento das demandas e necessidades dos pequenos negócios, tornando-os mais competitivos.

A iniciativa tem contribuído para ampliar, capacitar e conectar rotas, produtos e roteiros turísticos. Em pouco mais de um ano, já são 200 territórios de 20 unidades federativas, em mais de 600 municípios impactados pela atuação desses agentes.

Os visitantes do Salão também terão a oportunidade de conhecer peças do acervo do Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB Sebrae), com produções representativas de todos os estados e do DF. Essa é a primeira vez que parte do acervo ficará exposta fora do Rio de Janeiro, onde está a sede do espaço.

Além disso, quem passar pelo evento conseguirá fazer uma imersão no futuro, conhecer novas tendências do segmento e explorar os Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). Em área exclusiva, será possível entender como esse novo conceito tem transformado viagens em experiências memoráveis, a partir de uma perspectiva inovadora, criativa, tecnológica do Turismo, pautada pela sustentabilidade e acessibilidade.

A analista de Competitividade do Sebrae Nacional Germana Magalhães explica que o desenvolvimento dos destinos turísticos é condição essencial para o sucesso dos pequenos negócios. Segundo ela, a instituição atua para apoiá-los na sua jornada de transformação em Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). “Para isso, é preciso fortalecer a governança local, envolvendo diversos atores, tanto representantes do poder público quanto entidades empresariais”, ressalta.

Em um dos ambientes, por exemplo, o público conhecerá a plataforma turística virtual criada pela prefeitura de Joinville (SC) que permite o uso de óculos 3D para acessar as informações, bem como conhecer o aplicativo de Turismo Airão Hub, da cidade Novo Airão (AM) e as boas práticas de São Luís (MA) com o áudio guia do Museu da Gastronomia Maranhense.

Os apaixonados por viajar e explorar os atrativos brasileiros também vão poder conhecer experiências estruturadas com o apoio do Sebrae em vários estados. Na sexta-feira (15) e sábado (16), a Arena Talk DTI Experiências Brasil vai apresentar rotas, circuitos e roteiros culturais e gastronômicos com degustação de produtos locais, entre eles, a Rota dos Pirineus (GO), o Roteiro Bufalo Marajó – Rei da Ilha (PA), Rota do Café de Cerrado Mineiro em Patrocínio (MG).

Com adquirir o ingresso gratuito

Para garantir a entrada gratuita ao Salão do Turismo, basta acessar o site da plataforma Sympla (incluir link), selecionar o dia específico ou os três dias para participar. Após preenchimento do cadastro, o visitante vai receber o ingresso por e-mail com o QR Code. Se preferir, também pode acessá-los diretamente no aplicativo da Sympla, disponível para download no APP Store ou Google Play.

Credenciamento para Imprensa

Os profissionais de imprensa e de comunicação interessados em visitar o Salão Nacional do Turismo 2023 e acompanhar a programação devem solicitar o credenciamento pela Internet. O evento terá um espaço exclusivo para o trabalho de cobertura jornalística.
Mais informações aqui.

Serviço:
Salão Nacional do Turismo 2023 – Conheça o Brasil
Quando: Dias 15, 16 e 17 de dezembro
Local: Arena BRB Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Horários: Sexta (15) 13h às 21h; Sábado (16) 10h às 21h; Domingo (17) 10h às 18h
Acesso gratuito mediante apresentação de ingresso virtual disponível na plataforma Sympla

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/gastronomia-e-industria-criativa-unidas-para-potencializar-negocios/Thu, 09 Nov 2023 15:15:53 +0000https://www.emedist.com/?p=18212A 3ª Edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MICBR 2023), que acontece até dia 12 de novembro, em Belém (PA), mostra como a união da gastronomia com a indústria criativa pode potencializar os negócios. Na “Cozinha Show” montada pelo Sebrae, o público vai ter a oportunidade de conhecer como alimentos e bebidas brasileiros diferenciados agregam valor ao negócio e valorizam a cultura.

Seis chefs renomados da região Amazônica vão apresentar pratos autorais, preparados com pelo menos um alimento ou bebida da plataforma “Do Brasil à Mesa – Produtos de Origem”, considerando as especificidades da culinária regional.

As aulas-show serão realizadas em espaço exclusivo, chamado “Cozinha Tropical – O futuro é ancestral”, projetado com referências aos ribeirinhos e inspirado em conceitos relacionados à preservação da floresta. Como convidado especial, o chef colombiano Rey Guerrero Saya, reconhecido internacionalmente como expoente da gastronomia afro-latino-americana, vai participar da programação. A analista de Competitividade do Sebrae Nacional Mayra Viana explica como a gastronomia se conecta com o universo da economia criativa.

 A gastronomia explora a criatividade ao apresentar pratos autênticos e ambientes com entretenimento. Quanto mais a gastronomia se aproximar desse ecossistema, mais ela vai se inspirar e se integrar em eventos culturais locais.

Mayra Viana, analista de Competitividade do Sebrae Nacional.

Ao todo, serão realizadas seis aulas-show para apresentação das receitas elaboradas pelos chefs: Ângela Sicília (@famigliasiciliaoficial), Lúcia Torres (@chefluciatorres), pela Paula Gizelly (@loacayoficial), pelo Sandro Mota (@dommani.santarem), pelo Edvaldo Caribé (@caribeedvaldo) e Wagner Vieira (@torogastronomiasustentavel).

Serão duas sessões por dia, no período da tarde, a partir desta quarta-feira (9), no Pavilhão B. Serão disponibilizadas 30 vagas para cada uma das apresentações. As inscrições devem ser feitas previamente no local. Os participantes vão ter direito a degustar os produtos e receitas preparadas pelos chefs.

Confira abaixo a agenda:

  • Dia 9 – quarta-feira
    13h – Chef Edvaldo Caribé – com a receita “A cozinha de subsistência brasileira”
    14h30 – Chef Sandro Mota – com a receita “Sabor Tapajônico”
  • Dia 10 – quinta-feira
    14h30 – Ângela Sicília – com a receita “Tiramissu com chocolate Gaudens da Amazônia”
    16h – Lúcia Torres – com a receita “Salada Floresta Amazônica (Agridoce)”
  • Dia 11 – sexta-feira
    13h30 – Wagner Vieira e Itair Suruí – com a receita “Chibé” com Tucupi
    15h – Paula Gizelly – com a receita “Milkshake de Açaí da Amazônia”

Painel
Além da “Cozinha Show” a programação do MICBR 2023 também inclui atividades para quem quiser acompanhar as mesas de debate, conferências, painéis de mercado, workshops, exposições e apresentações artísticas.

Na quinta-feira (10), a partir das 10h, o Sebrae realiza o painel “Sabores da Inovação na Amazônia: Do Brasil à Mesa”, com a participação de dois donos de pequenos negócios que atuam no segmento de alimentação e bebidas e destacaram no mercado com produtos inovadores.

São eles: Hugo Salgado, CEO da Liovitta, conhecido pelo desenvolvimento de suplementos liofilizados em pó a base de frutas amazônicas, e Ana Lídia Zoni, CEO da Hidromel Uruçun da Amazônia, bebida alcoólica produzida a partir do mel de abelhas.

A moderação do painel será realizada pela representante do Sebrae Pará Georgiane Titan, com a participação do superintendente do Sebrae Pará, Rubens Magno.

De acordo com Mayra Viana, o painel vai discutir o potencial da conexão entre a cadeia de alimentos e a indústria criativa, inclusive sob a perspectiva do título de Cidade Criativa, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A capital paraense é uma das quatro cidades reconhecidas no Brasil, assim como Florianópolis, Belo Horizonte e Paraty. O painel também destacará o potencial decorrente da COP 30, que acontecerá em Belém em 2025.

“Será uma oportunidade valiosa para explorar a inovação na cadeia de alimentos e como o Sebrae desempenha um papel fundamental nesse cenário, especialmente na região amazônica”, acrescenta Mayra Viana.

-

MICBR 2023
Pela primeira vez realizado na região Amazônica, o evento é uma oportunidade para promover negócios da cultura, impulsionando o crescimento dos setores criativos, como também para facilitar a circulação de bens e serviços culturais, estimular a internacionalização da produção cultural nacional e promover a profissionalização dos agentes culturais brasileiros. Nesta edição, a Argentina é convidada de honra, com a participação de 60 representantes do país.

O maior mercado público de indústria criativa do país contará com uma série de atividades para 15 setores criativos. São eles: Áreas técnicas, Artesanato, Artes Visuais, Audiovisual & Animação, Circo, Dança, Design, Editorial, Gastronomia, Hip Hop, Jogos Eletrônicos, Música, Moda, Museus & Patrimônio e Teatro.

Neste ano, o Ministério da Cultura (Minc) selecionou, por meio de edital, 260 empreendedores culturais e criativos, entre vendedores e compradores, para participar de rodadas de negócios, conferências, mesas de debate, entre outras atividades.

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-mt-apresenta-roteiros-turisticos-gastronomia-e-cultura-do-pantanal-em-paises-europeus/Fri, 13 Oct 2023 12:18:10 +0000https://www.emedist.com/?p=17588O Pantanal mato-grossense é o principal destino apresentado pelo Sebrae/MT durante a iniciativa “Galeria Visit Brasil” que tomou conta das principais cidades europeias, promovendo toda a riqueza turística, gastronômica e cultural brasileira. A iniciativa da Embratur em parceria com o governo federal leva o projeto de forma inédita para Paris, Roma, Londres e Lisboa.

Em Mato Grosso, levantamento recente feito pelo Sebrae/MT mostra que cerca de 150 mil empresas atuam no setor do turismo, direta e indiretamente. Os dados mostram que iniciativas de internacionalização do turismo podem fortalecer os pequenos negócios, segundo o diretor-técnico do Sebrae/MT, André Schelini.

A Visit Brasil resgata no cenário internacional o diálogo com mercados consumidores do turismo brasileiro e a participação dos pequenos negócios, dos principais destinos brasileiros, para que o turista viva além das experiências que o Brasil oferece, mas também a experiência por meio da gastronomia pantaneira como, no nosso caso, que representamos em Mato Grosso.

André Schelini, diretor-técnico do Sebrae/MT.

Dentro do programa serão destacados o ecoturismo, turismo de aventura, turismo de experiência, cultura, gastronomia e o etnoturismo como um dos principais atrativos do país. E o bioma Pantanal foi um dos destinos escolhidos para receber essa atenção especial pela sua biodiversidade, exuberância e importância como patrimônio natural da humanidade.

“Essa é uma forma de conectar os pequenos negócios também como forma de internacionalização não só da economia criativa, do etno e ecoturismo, mas principalmente da gastronomia mato-grossense”, ressalta o diretor.

Setor amplo e engajado

Na galeria “Visit Brasil”, profissionais e empresas do setor turístico se reuniram para conhecer a iniciativa. Alguns sinalizaram o aumento de busca pelo destino do Pantanal até o ínicio de 2024, devido a diversidade turísticas a região. O proprietário da agência Luxustur, Ismael Pereiro, ressaltou a importância do Pantanal.

“O Pantanal é um destino bem interessante do Brasil e que tem muito para aproveitar”, acrescentou prevendo o envio de um grupo de turistas já no início do próximo ano.

Apenas no setor de alimentação, foram identificadas mais de 35,6 mil empresas ativas no estado, até setembro de 2023. Do total, 61,34% correspondem ao Microempreendedor individual (MEI), enquanto 32,59% são de Microempresas (ME) e apenas 6,05% representam as Empresas de Pequeno Porte (EPP).

O chef Marcelo Cotrim apresentou a culinária brasileira em pratos servidos no evento. Foto: divulgação.

A gastronomia faz um papel central no evento para destacar a riqueza da culinária no Brasil, abrindo portas para a internacionalização de empreendimentos desse setor. O chef Marcelo Cotrim levou a tradição da culinária típica da região pantaneira para a Visit Brasil, com um menu composto por carne seca com mandioca e farofa de banana.

“Foi um evento impressionante de imersão gastronômica e muito mais. Acho que é importante essa divulgação para os portugueses entenderem que o Brasil também tem uma cultura imensa e que é um país muito rico e bonito “, relatou Magda Oliveira, CEO da agência Viaja Mundo.

Além disso, toda a estrutura e facilidades para a visitação turística, que envolvem passeios de barcos, safáris, observação de aves e pesca esportiva foram apresentados pela representante do Sebrae/MT, Marisbeth Gonçalves.

“Vamos apresentar o destino turístico do Pantanal e o Cotrim apresentará  gastronomia nestes espaços para agentes de turismo, formadores de opinião, imprensa. O Sebrae/MT acredita nesta proposta, considerando que o Brasil foi um dos destinos mais procurados para o ecoturismo e Mato Grosso tem uma diversidade, considerando os três biomas, e, o Pantanal é nosso carro chefe, com as belezas, a cultura, a gastronomia”, falou.

Galeria Visit Brasil

A Galeria Visit Brasil é um projeto itinerante e, além da França, irá passar por Roma, na Itália, entre os dias 12 e 14 de outubro, e Londres, na Inglaterra, nos dias 4 e 5 de novembro. Além destes destinos, o Sebrae/MT vai à Lisboa, em Portugal, apresentar o Pantanal para um grupo de interessados.

A galeria deve passar também pelos Estados Unidos, em Nova Iorque, de 27 a 29 de outubro; Miami, entre os dias 9 a 11 de novembro, e Los Angeles, de 2 a 4 de novembro.

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/dia-da-cachaca-versatil-bebida-e-destaque-no-programa-agronordeste/Wed, 13 Sep 2023 22:37:57 +0000https://www.emedist.com/?p=16653Se tudo na gastronomia tem um dia para chamar de seu, a mais brasileira das bebidas também tem. Hoje, 13 de setembro, Dia Nacional da Cachaça. A aguardente de cana-de-açúcar ou mandioca é um sucesso no Maranhão, além de se manter como o grande destaque do programa do Sebrae: o Agronordeste.

A instituição é parceira e apoiadora de fabricantes maranhenses das branquinhas e amarelinhas, cujos alambiques e plantações de suas matérias-primas compõem uma típica paisagem em várias cidades maranhenses. Algumas delas são: Passagem Franca, Santo Amaro, Sucupira do Riachão, Mirador, São João dos Patos, Caxias, Vargem Grande, além da zona rural de São Luís.

Nessas localidades, o Sebrae e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) dão orientações sobre implantação de tecnologia e comercialização da cachaça. As duas instituições são parceiras na execução do programa Agronordeste no Maranhão, que é uma estratégia do governo federal para levar desenvolvimento aos pequenos negócios do campo na região Norte e Nordeste.

Em Sucupira do Riachão, há o alambique Baixão do Cosmo, do empreendedor Luís Fonseca. A produção desse alambique começou em 2005, na propriedade de 90 hectares e uma área plantada de cana-de-açúcar na média de 11 hectares. “Nosso processo de produção ocorre entre os meses de maio e novembro, quando empregamos oito funcionários, com a logística de comercialização feita por nossa família (ele, a esposa e um filho)”, conta Luís Fonseca. Em 2021, sua produção média de cachaça já chegava a 75 mil litros por safra.

Festival da Cachaça

Água-que-passarinho-não-bebe, apaga-tristeza, birita, branquinha, marvada, pinga e por aí vai. São dezenas os sinônimos para cachaça criados pelo povo brasileiro. Algumas dessas palavras surgiram com a intenção de enganar a fiscalização da Corte Portuguesa nos tempos em que a pinga era proibida no Brasil Colônia. A aguardente foi criada há mais de 500 anos nos engenhos de açúcar no litoral do país.

Em 2023, a bebida ganhou espaço no mercado, inclusive em festivais por todo o Brasil. Entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, o Multicenter Sebrae Negócios e Eventos, localizado no bairro Cohafuma, em São Luís, sediou o Festival da Cachaça, Cultura & Sabores. O Sebrae, que é um apoiador do festival, participou com seu estande, que serviu de vitrine para várias cachaçarias genuinamente maranhenses.

Fortalecimento da cachaça no mercado

A ideia da exposição desses produtos de marcas registradas foi promover o fortalecimento de pequenas e médias empresas de cachaça. Além disso, a presença dos produtores no evento foi uma oportunidade de estreitar as relações entre quem fabrica a bebida etílica com empresários do ramo de bares e restaurantes. Houve, inclusive, em parceria com o Sindicato das Indústrias de Bebidas, Refrigerantes, Água Mineral e Aguardente do Estado do Maranhão (Sindbebidas), o “Bate papo Negócios & Cachaças”.

Raul Loiola, da Gim Luar. Foto: ASN/MA.

A coordenadora de Desenvolvimento Setorial do Sebrae MA, Larissa leite, destacou que o bate papo aconteceu com foco às demandas do comércio maranhense para o produto, no sentido de alinhamento de estratégias para uma aproximação comercial. “O bate-papo foi um momento de aproximação comercial de cachaçarias que têm afinidades com bares e restaurantes, no fomento à produção e comercialização da bebida etílica. Essa ação de mercado é integrada das unidades ‘Competitividade’ e ‘Mercado’, do Sebrae”, destacou Larissa Leite.

O idealizador do Gin Luar, Raul Loiola, foi um dos empreendedores que participou do Festival da Cachaça, por meio do estande do Sebrae. “O Luar é o primeiro e único gim do Maranhão. No festival, expomos nosso produto para que toda a população do estado, assim como toda a cadeia produtiva maranhense, pudesse conhecer a nossa bebida”, informou Raul.

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/embratur-qualifica-pequenas-empresas-de-turismo-do-sul-da-bahia/Thu, 06 Jul 2023 12:33:55 +0000https://www.emedist.com/?p=14792Orientações para tornar os serviços turísticos brasileiros prontos para atender ao mercado internacional. Esse foi o programa do primeiro Workshop Conexão Embratur, realizado na terça-feira (4), em Trancoso (BA). O encontro, fruto de uma parceria com o Sebrae Nacional, contou com a presença de cerca de 60 empresários, lideranças, hoteleiros e representantes de associações dotrade turístico de cidades baianas, como Porto Seguro e distritos, incluindo Arraial d’Ajuda, Trancoso e Caraíva.

A ideia é que, ao longo do ano, o Conexão Embratur passe por todos os estados brasileiros. “Quase todo o trade turístico brasileiro é formado por micro, pequenas e médias empresas, e esse trabalho em parceria com o Sebrae é fundamental para garantir que esses serviços que atendem ao turista estrangeiro tenham acesso ao que há de mais eficiente em gestão, estratégia e sustentabilidade. A equipe ainda apresenta dados sobre os mercados estratégicos e as tendências mundiais, de forma que os nossos destinos estejam capacitados a oferecer serviços de excelência”, enfatiza o presidente da Agência, Marcelo Freixo.

“O Sebrae está ao lado dos pequenos negócios e usa toda sua expertise e capilaridade para ajudar a impulsionar o turismo no país. Sabemos que toda uma cadeia de pequenos negócios é beneficiada pelas atividades turísticas e, quando preparamos esses empreendedores, geramos mais renda, emprego e contribuímos para o combate da miséria do país”, ressalta o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Em Trancoso, a oficina está sendo realizada pela coordenadora de Cultura e Gastronomia da Embratur, Ana Paula Jacques, que destaca que o workshop é um momento estratégico da Agência para dialogar com otrade. “Nosso objetivo durante o encontro é contribuir para que esses destinos se preparem e se tornem mais competitivos, atraindo assim mais turistas internacionais e mais divisas para o país”, explicou.

Na apresentação dessa terça, também foi mostrado ao trade a importância de valorizar a cultura local como fonte de turismo e renda – a equipe da Embratur demonstrou as maneiras de atrair os turistas por meio das propostas e da história da região. E um dos atrativos da região é a gastronomia. A empresária Barbara Alves Figueiredo explica que o empreendimento da família atrai os turistas oferecendo o sabor original da culinária baiana.

“O nosso restaurante leva a tradição da nossa família, onde prezamos pela gastronomia com insumos e produtos locais. Então, é isso que levamos para a mesa do cliente, uma verdadeira experiência gastronômica, e estamos expandindo para o serviços de eventos, seja casamentos ou corporativos”, disse Bárbara Figueiredo.

O próximo workshop Conexão Embratur, com parceria do Sebrae, será realizado no dia 17 de julho, em Belo Horizonte (MG).

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/encontro-em-estancia-em-piracanjuba-consolida-rota-gastronomica-nas-aguas-quentes/Wed, 21 Dec 2022 21:38:02 +0000https://www.emedist.com/?p=10543Agentes do Sebrae foram a Piracanjuba para mapear potenciais turísticos na região rural dentro de mais uma iniciativa do programa Turismo 4.0. Com ele, a entidade vem estruturando a Rota Gastronômica que envolve a região das Águas Quentes (Caldas Novas, Rio Quente e Piracanjuba). A iniciativa é voltada à implantação de agentes de roteiros turísticos para apoio e fortalecimento da governança e de desenvolvimento de novos produtos – rotas e roteiros – na região.

No caminho de estruturação e consolidação da Rota Gastronômica, a cidade de Piracanjuba, distante cerca de 85 km da capital, foi visitada por analistas do Sebrae de Caldas Novas e Goiânia. A cidade é considerada uma das maiores bacias leiteiras do país e celeiro de grãos do estado. Também se destaca na produção agrícola e no turismo e é considerada a capital nacional das orquídeas, tendo evento anual de exposição.

O café colonial é um dos atrativos para turistas nos estabelecimentos da rota

O novo atrativo para tornar a região ainda mais consolidada e incrementada no turismo, gerando mais benefícios para economia local, está na zona rural, na GO-147, distante 4 km da cidade. Sob o comando da família do senhor José Martins Júnior, a Estância Fonte Viva abre suas portas para receber visitantes que desejam passar um dia aguçando os sentidos no imenso parreiral.

A comitiva do Sebrae, composta pela analista Giovana Lopes e as consultoras Andréa Kelli e Laura Pedetti, realizou ali o 5º Encontro da Rota Gastronômica da Região das Águas Quentes. A estância foi criada em 2006. Hoje o parreiral conta com 1.500 pés de uva Vitória, uva sem semente, uva Isabel e uva Niágara. A beleza do lugar se mantém com o cuidado dos familiares, amigos e colaboradores, voltado a receber visitantes com agendamento antecipado durante quatro meses do ano: durante a safra em julho e agosto; e durante a safrinha, em dezembro e janeiro.

Já foram registradas mais de 700 pessoas no parreiral, e o visitante, além de degustar uvas, também pode levar para casa suco natural, polpa da fruta e muda. A estância decidiu ampliar a interação com o público, proporcionando momentos especiais no parreiral. Entre informações sobre tipos de uvas, processos de plantio e produção, os visitantes seguem para conhecer os atrativos da localidade. Os proprietários irão criar novos ambientes para as crianças, ressaltando o trabalho social que realizam com a comunidade carente. O passeio na fazenda leva o visitante a uma experiência única com a beleza do local, e para chamar ainda mais atenção, o pôr do sol faz a experiência ficar ainda mais fascinante.

Os participantes do encontro trocaram ideias sobre como incrementar o potencial turístico da região

Os convidados foram recepcionados com um café da manhã colonial, que será estruturado para fazer parte do passeio. O time do Sebrae destacou que este fator é importante na construção da Rota Gastronômica, ou seja, ter uma atenção voltada a novas experiências e à diversidade da região. O café colonial irá buscar aliados com os produtores rurais locais, e a cidade de Cristianópolis, que conta, assim como Piracanjuba, com uma localização privilegiada na rota, compareceu com uma comitiva de mais de dez pessoas juntamente com o secretário de Agricultura e produtor da região, Marco Antônio Bueno de Matos, que colocou queijos especiais para degustação. Eles foram fazer um benchmarking para aproveitar as potencialidades de Cristianópolis, que se sobressai no plantio de flores e frutas, agregando mais valores à rota.

Hamburgueria Springfield

O secretário de Esporte, Lazer e Turismo de Piracanjuba, Diêgo Moraes Rodrigues, compareceu ao encontro juntamente com as proprietárias da Hamburgueria Springfield, que também faz parte da rota, das jovens empreendedoras Juliana da Silva Costa e Gisele Alves Magalhães. Em apenas um ano elas consolidaram seu negócio com um cardápio que chama a atenção. Além do hambúrguer artesanal de costela assado na brasa, tem o diferencial do pão caseiro, molhos – como ketchup de banana com rum e geleia de maracujá com manga e pimenta – e o frango recheado com bacon e cream cheese. Elas estão empolgadas e acreditando no novo conceito que a rota está oferecendo aos empreendimentos.

A Rota Gastronômica apresenta oportunidades de turismo de experiências e riquezas únicas. Uma uma prévia do plano de ação para 2023 já foi apresentada, experiências foram trocadas, e empresários discutiram com as representantes do Sebrae os objetivos e necessidades para sua consolidação. E uma das ações para o próximo ano é a implementação do projeto.

Também integram a rota os estabelecimentos Empadão da Tânia, Cachaçaria Vale das Águas Quentes, Museu dos Bonecos Gigantes, Kaeli Gelateria Artesanal, Cervejaria Hipócrates, Hamburgueria Don Facão, Chocolate do Cerrado Artesanal e Hotel Triângulo-Seresta.

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/masterchef-quer-manter-carisma-e-proximidade-dos-pequenos-negocios/Wed, 07 Dec 2022 18:24:31 +0000https://www.emedist.com/?p=10191Com uma larga experiência na profissão, o paulista Diego Sacilotto foi o campeão do programa MasterChef Profissional 2022. Ele já trabalhou com grandes nomes da gastronomia e teve a oportunidade de adquirir experiência no exterior. O pirarucu de Mamirauá e farinha de Uarini foram dois dos ingredientes com Indicação Geográfica (IG) que fizeram parte de uma ousada receita envolvendo chocolate e laranja, que o levou à final da 4ª temporada. Como empresário, Diego garante que o relacionamento próximo com o cliente – característico das pequenas empresas – é fundamental para o sucesso dos negócios.

À frente do Grupo Mozzafiato, que reúne seis restaurantes na zona norte de São Paulo e uma fazenda, Diego vem de uma família com tradição em empreender. Para ele, essa é uma experiência transformadora: “Estamos há 40 anos fazendo isso. Nós acompanhamos a transformação de muita gente. A mão de obra da gastronomia de São Paulo e do Brasil em geral, nos anos 90, era basicamente nordestina, em uma época em que o Nordeste sofria muito mais do que hoje. As pessoas vinham semianalfabetas. A segunda geração dessas famílias também trabalha conosco, mas chega com outra formação. Já vem com faculdade e traz outros sonhos”.

Segundo o empresário, até 2020, os restaurantes operavam de forma individual. A ideia de formar um grupo surgiu como estratégia para melhorar as negociações com fornecedores. Apesar da mudança nesse modelo, Diego ressalta que o tratamento dispensado ao público continua sendo individual, como normalmente acontece em um pequeno negócio. “Esse contato direto com o cliente é muito importante. Sempre que estamos funcionando, um dos donos está dentro. Queremos manter esse carisma de pequeno negócio, de proximidade, de atenção.”

Um dos planos para o futuro é criar um restaurante escola para formar pessoas, partindo da terra até o serviço final. Segundo o empresário, o interesse não é de agora, mas, ao ganhar o MasterChef, surgiram muitas oportunidades de parceria. “Eu fui a primeira geração da minha família que pode fazer faculdade. Então nunca esqueço disso. Cheguei aqui porque alguém me deu a oportunidade, porque alguém batalhou. E muitas pessoas não têm quem transpire por elas, para que consigam ser dignas de uma vida normal”.

Outro plano de Diego é estruturar a fazenda de sua família, em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, onde são produzidos os alimentos orgânicos usados nos restaurantes. Diego também pretende valorizar e criar iniciativas juntos aos pequenos produtores rurais: “o caminho deles é árduo, difícil de ser notado, principalmente na gastronomia, que é dominada pela indústria”.

Prova final do MastcerChef

O desafio que garantiu uma vaga a Diego na final do MasterChef Profissional 2022 usou alimentos produzidos exclusivamente por pequenos produtores e com selo de Indicação Geográfica (IG), que atesta a origem do produto, garantindo a proteção e promoção dos territórios vinculados.

Nessa prova, Diego preparou pirarucu com farofa de uarini e chocolate acompanhado de chips e molho de cebola, espumante, cajuína e mel. Ele usou 10 ingredientes: chocolate ao leite, pirarucu, socol, mandioca, inhame, farinha de mandioca, mel, espumante, laranja e cajuína. “Eu me lembro bem dessa prova e fiquei muito feliz pela proposta do programa porque o nosso maior objetivo era contar a história do pequeno produtor, da valorização do artesanal”, finaliza.

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-participa-da-2a-edicao-do-mundial-de-queijos-do-brasil/Fri, 09 Sep 2022 12:46:08 +0000https://www.emedist.com/?p=8274O Sebrae patrocina o Mundial de Queijos do Brasil, em sua 2ª edição, que acontece de 15 a 18 de setembro, em São Paulo. Com organização da SerTãoBras e parceiros, a expectativa é que a iniciativa aconteça todos os anos, de forma itinerante, para incentivar a cultura queijeira, em diferentes partes do país.

Para integrar o evento, o Sebrae vai levar 45 produtores de queijos que serão distribuídos em 15 stands com espaço para divulgação e comercialização de produtos. Serão representantes dos estados de Mato Grosso do Sul, Ceará, Minais Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Amazonas e São Paulo.

Como parte da programação do encontro, a analista de Agronegócios do Sebrae Nacional, Cláudia Stehling, fará uma apresentação sobre o projeto “Do Brasil à Mesa Produtos de Origem”. A ação visa o desenvolvimento de uma plataforma para divulgação de produtos artesanais, tradicionais, típicos e regionais do Brasil para incentivar a valorização, com alto valor agregado.

O Mundial itinerante estima receber 1.200 queijos no 2º Concurso de Queijos e Produtos Lácteos e cerca de 50 mil pessoas para viverem intensas emoções gastronômicas. Outros dois concursos, inéditos no Brasil, vão acontecer simultaneamente: de Melhor Queijeiro e Melhor Queijista do Brasil.

Serviço: 

2º Mundial de Queijos do Brasil

Data: 15 a 18 de setembro

Local: Teatro B32 – Avenida Faria Lima/São Paulo

]]>
5Gbet - Gastronomia – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/ceviche-de-batata-doce-vence-sabores-do-sertoes-em-presidente-prudente/Wed, 31 Aug 2022 13:29:31 +0000https://www.emedist.com/?p=8132O Terra Parque venceu o Concurso Gastronômico Sabores do Sertões 2022 – Estrela Sebrae 50+50, em Presidente Prudente, com o Ceviche de Batata Doce. O resultado foi anunciado durante a passagem do Rally dos Sertões pela cidade, no dia 28 de agosto.

A iniciativa é do Rally dos Sertões em parceria com o Sebrae e teve o objetivo de fomentar os pequenos negócios locais, a fim de valorizar a cultura gastronômica dos 14 municípios que formam a rota da prova automobilística.

No caso de Presidente Prudente, 14 estabelecimentos criaram pratos com batata doce. O prato vencedor recebeu mais de 1,3 mil votos e consagrou o Terra Parque como vencedor.

Crédito: Rogerio Oliveira Fotografias

O Terra Parque é um ecoresort com infraestrutura completa em meio a natureza, com mais de 324 mil metros quadrados. Os sócios-proprietários do eco resort, Júlio Moraes e Sandra Yokota, explicaram que o prato vencedor é uma tradição no resort desde quando inaugurou, há 18 anos. A receita leva batata doce, cebola roxa, cebolinha, pimenta dedo de moça, limão siciliano, sal e azeite.

“Deixar a nossa cultura enraizada, enaltecer a culinária e mostrar uma gastronomia diferenciada da batata doce foram os elementos da nossa receita do Ceviche, produzida no Terra Parque”, afirmou Júlio Moraes.

Sobre o concurso
A ação reuniu 167 restaurantes, distribuídos pelas 14 cidades, de Norte a Sul do país. Cada chef de restaurante teve o desafio de elaborar um prato, doce ou salgado, que representasse o sabor da sua região, com insumos e ingredientes locais pré-selecionados pelos organizadores do concurso.

A avaliação foi feita pelo público que provou e votou nos pratos por meio de um QR Code disponível nos estabelecimentos. Os vencedores de cada etapa municipal receberam um troféu, uma placa Sabores do Sertões 2022 – Estrela Sebrae 50+50 e estarão presentes no Guia Gastronômico do Rally dos Sertões.

]]>
5Gbet Mapa do site