5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasMon, 12 Dec 2022 15:12:57 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.35Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/rede-de-agentes-do-sebrae-ultrapassa-a-marca-de-45-mil-agentes-em-campo/Mon, 12 Dec 2022 15:12:57 +0000https://www.emedist.com/?p=10309Focado em produzir efeitos consistentes e sustentáveis no longo prazo para o público do Sebrae, o trabalho da Rede de Agentes alcançou uma marca importante neste ano. São 4.550 mil agentes em todas as 27 unidades federativas do país, levando conhecimento e desenvolvimento para pequenos negócios, municípios, escolas, produtores rurais, rotas de turismo, dentre outros.

Com quatro eixos de atuação e 11 modalidades de agentes, cada grupo oferece, dentro de sua área, apoio e orientação às pequenas empresas e ecossistemas para promover o desenvolvimento do empreendedorismo. No eixo Territorial, que tem como foco melhorar o ambiente de negócios para pequenas empresas, são 671 agentes e, no eixo Empreendedorismo, voltado para fomentar e desenvolver empresas, totalizam 1.876 agentes.

Já o eixo Inovação conta com 1.687 agentes com o objetivo de promover a inovação, digitalização e internacionalização de pequenos negócios. O quarto e último eixo é focado em Crédito, a fim de ampliar o acesso a recursos e capital e atualmente dispõe de 316 agentes.

No caminho percorrido em 2022, o projeto está viabilizando o atendimento de mais de 1,6 mil municípios por meio dos agentes territoriais. Dados do programa mostram que 557.493 empresas foram acompanhadas por agentes de orientação empresarial e outras 37 mil por agentes de inovação.

Mais de 5 mil produtores rurais estão sendo acompanhados por agentes de inovação rural e mais de 1.600 empresas estão recebendo orientação de agentes de mercado. Na viabilização do acesso a crédito, cerca de 13 mil empresas contam com apoio dos agentes de crédito.

“A rede de agentes faz uma varredura no território, mostrando toda a força do Sebrae, todos os produtos e serviços que temos a oferecer, inserindo os clientes que talvez nem conheciam a Instituição no mundo da gestão dos negócios, promovendo geração de negócios e uma jornada integrada de relacionamento”, explica Milva Pinheiro Capanema, coordenadora do Núcleo de Interação com a Rede.

Além disso, a rede atua em todas as vertentes do território, desde o desenvolvimento das potencialidades de cada município, passando por educação, ecossistemas de inovação até o atendimento às empresas, seja por meio de consultores que vão diagnosticar os maiores desafios de gestão dos empreendimentos até os bolsistas que farão acompanhamento e melhoria da produtividade e ganhos.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/turma-da-monica-e-sebrae-lancam-revistinha-em-prol-do-empreendedorismo-feminino/Wed, 23 Nov 2022 12:25:28 +0000https://www.emedist.com/?p=9746Depois do sucesso da parceria da Mauricio de Sousa Produções com o Sebrae, o Donas da Rua do Empreendedorismo ganha um novo capítulo. Após dois anos de conteúdos veiculados nas publicações da Turma da Mônica, os quadrinhos, que foram frutos do projeto e abordaram temas de suma importância para o desenvolvimento do comportamento empreendedor, serão compilados em uma única peça. Intitulada “Coleção Sebrae – A Força do Empreendedorismo”, a revistinha foi lançada no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022, nesta quarta-feira (23), em Brasília (DF).

Em seu primeiro ano, a parceria teve como objetivo estimular, desde cedo, o desenvolvimento de habilidades empreendedoras entre crianças e jovens, em especial as meninas. As tirinhas exploraram temas do mundo do empreendedorismo, como liderança, autoconfiança, persistência e comunicação. No segundo ano, as histórias que abordam questões relacionadas a 12 diferentes setores de atividades, como moda e games, foram publicadas nos gibis da Turma da Mônica. Ao incentivar as atitudes empreendedoras entre as jovens, a iniciativa visa fomentar a liberdade de escolha entre elas, para que no futuro a mulher não empreenda apenas por necessidade.

Para Mônica Sousa, diretora-executiva da Mauricio de Sousa Produções e criadora do Donas da Rua, é preciso incentivar o desenvolvimento da conscientização para que meninas e mulheres tenham acesso a oportunidades desde o presente. “Visamos contribuir para o desenvolvimento de um cenário propício ao empreendedorismo feminino, de forma que as mulheres também possam ocupar seu espaço e construam uma trajetória de destaque. A história de que meninas não podem ser engenheiras, ou trabalhar com informática é coisa do passado. Vamos estimular nossas crianças a sonhar em atuar no futuro nas áreas que desejarem!”, destacou. Segundo ela, a iniciativa é importante para levar a mensagem às crianças de que o empreendedorismo é para todos.

Renata Malheiros, coordenadora nacional de Empreendedorismo Feminino do Sebrae, comemorou o trabalho conjunto com a MSP. “Essa parceria de sucesso tem o objetivo de estimular meninos e meninas, desde cedo, a desenvolverem características do comportamento empreendedor, como perseverança, correr riscos calculados, planejamento e também estimular as crianças a se imaginarem num possível futuro nos segmentos. As historinhas trazem empreendedores em ramos como o de alimentos, inovação, engenharia civil, saúde, moda, beleza. Não tem essa de ‘coisa de menino’ ou ‘de menina’: todos podem sonhar, empreender e prosperar no setor que quiserem”, disse.

O lançamento do compilado de histórias (foto) contou com a participação de Mônica Sousa e de Bruno Quick, diretor-técnico do Sebrae. O evento foi realizado em Brasília (DF), como parte da programação do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. As histórias da parceria também estão disponíveis no site do projeto.

A ação da MSP e Sebrae faz parte do projeto Donas da Rua (criado em 2016) pela MSP como sinal do compromisso da marca aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs, da sigla em inglês para Women’s Emporwerment Principles). Os WEPs são a plataforma oferecida pela ONU Mulheres e Pacto Global disponível a empresas e instituições para nortear as ações rumo a um mundo com mais equidade no ambiente de trabalho, cadeia de valor e comunidades. O Sebrae também é signatário dos WEPs – desde 2018.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

A Mauricio de Sousa Produções é uma das maiores empresas de entretenimento do Brasil, responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. A MSP investe em inovação e produz conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia, alinhando educação, cultura e entretenimento. A empresa é signatária dos princípios de empoderamento das mulheres, plataforma da ONU Mulheres e Pacto Global. No licenciamento, trabalha com 200 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. A presença da marca na plataforma YouTube já passou de 17 bilhões de views, sendo a maior audiência para Mônica Toy, conteúdo desenvolvido exclusivamente para esta plataforma; além do engajamento e interações orgânicos com os fãs em mídias sociais. Na área editorial, possui um dos maiores estúdios do setor no mundo, com 450 títulos de livros e mais de 1,2 bilhão de revistas vendidas, ambos responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/parceria-entre-sebrae-e-fundacentro-seleciona-bolsistas-para-o-projeto-ninho/Tue, 22 Nov 2022 20:34:34 +0000https://www.emedist.com/?p=9732O Sebrae e a Fundacentro realizam processo seletivo para o Projeto Ninho, a partir do Programa de Bolsas de Estímulo à Inovação (BEI). Os bolsistas selecionados receberão formação em linguagem computacional e em segurança e saúde no trabalho (SST), com dedicação de 30 horas semanais, de forma presencial (20h) e a distância (10h). No final, o participante desenvolverá uma solução inovadora no campo ocupacional para as micro e pequenas empresas ou indústrias.

Serão oferecidas 80 bolsas no valor de R$ 694,36 e auxílio transporte de R$ 220 por período de até 12 meses. Os candidatos devem ter entre 18 e 24 anos até 31/12/2023; morar em Recife/PE; ser egresso ou cursar ensino de nível técnico em escolas públicas municipais, estaduais ou federais; e se encontrar em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

As inscrições serão realizadas de 23 de novembro a 3 de dezembro pelo preenchimento deste formulário. Serão realizadas avaliação curricular, entrevista presencial e apresentação de documentação até 19 de dezembro. O resultado deve ser divulgado em 21 de dezembro. As atividades começam em 9 de janeiro de 2023.

Para a avaliação curricular, candidatos que tenham concluído integralmente o ensino fundamental em escola pública ou tiveram bolsa integral na rede privada de ensino recebem 10 pontos. Já em relação à formação técnica, estudantes ou egressos do curso técnico em segurança do trabalho, da área de tecnologia da informação ou áreas correlatas recebem 20 pontos.

Veja mais detalhes no edital publicado no Diário Oficial da União. Em caso de dúvidas, envie e-mail para emedist.com@etang.com.

Projeto Ninho

O Projeto Ninho busca fazer o acolhimento de jovens economicamente e socialmente vulneráveis, apoiando o primeiro voo rumo ao mundo do trabalho. O objetivo é incluir e gerar impacto social, já que os participantes desenvolverão soluções inovadoras em SST, especialmente voltadas para micro e pequenas empresas. Trata-se de uma trilha de capacitação, acompanhada de mentorias e do desafio de inovação.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-nacional-abre-processo-seletivo-para-vagas-exclusivas-pcd/Mon, 31 Oct 2022 11:00:20 +0000https://www.emedist.com/?p=9201O Sebrae Nacional, com sede em Brasília, está recrutando profissionais, exclusivamente com deficiência (PCD), para formação de cadastro reserva (CR) para Assistente, conforme regras estabelecidas no Comunicado 01 – Processo Seletivo Sebrae NA 04/2022. Todos os detalhes do certame estão disponíveis nositeda Fundação de Apoio a Pesquisa, Tecnologia e Cultura (Fapetec), organizadora contratada.

Os interessados em concorrer ao cargo AS01 – Assistente podem se inscrever entre os dias 31 de outubro e 7 de novembro, diretamente pelo site da organizadora. O salário é de R$ 4.630.10, para jornada de 40 horas semanais, pelo regime CLT- Consolidação das Leis Trabalhistas.

Além do salário, o Sebrae Nacional oferece os seguintes benefícios: Seguro-saúde, Assistência Odontológica, Previdência Privada, Seguro de Vida em Grupo, Vale-alimentação e/ou Refeição, Vale-transporte, Auxílio-creche ou Babá, Auxílio-educação para filhos até 17 anos e 11 meses, Bolsa de estudo parcial, Auxílio para filhos portadores de necessidades especiais, Licença-maternidade de 180 dias, Sistema de Compensação de horas.

Os requisitos obrigatórios são nível médio completo, com diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e experiência comprovada de, no mínimo, seis meses, atuando em rotinas administrativas e/ou financeiras. Caso o candidato possua experiência adicional, poderá receber pontuações extras, conforme previsto no comunicado.

As etapas do processo seletivo serão realizadas de forma remota e presencial, sendo divididas em três etapas:

1ª – Análise curricular e documental;
2ª – Avaliação de Conhecimentos (prova objetiva e discursiva) e
3ª – Entrevista individual por competências.

No ato da inscrição, o candidato deverá inserir toda documentação solicitada para comprovação dos requisitos, conforme Anexo ll – 1ª Etapa: Análise Curricular e Documental, pois após o término do prazo para as inscrições não será possível fazer qualquer alteração/inserção de documentos. As datas de cada etapa são detalhadas no Anexo I – Cronograma.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/gibis-sobre-empreendedorismo-e-sustentabilidade-sao-distribuidos-em-escolas-do-parana/Fri, 28 Oct 2022 22:12:18 +0000https://www.emedist.com/?p=9203Teve início, nessa quinta-feira (27), a entrega de gibis com conteúdo de empreendedorismo para escolas da rede pública e particular de todo o Paraná. A primeira instituição a receber o material didático foi a Escola Municipal Vila Torres, localizada em Curitiba. Ao todo, os Gibis Jovens Empreendedores devem alcançar 445 mil alunos de 1.400 escolas, em 185 municípios paranaenses. A ação é resultado de uma parceria do Sebrae/PR e da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, com apoio da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro), com o propósito de incentivar o empreendedorismo na infância por meio da educação empreendedora.

Voltados para alunos do Ensino Fundamental I (entre seis e nove anos) e II (entre dez e 14 anos), os quadrinhos desenvolvidos em comemoração aos 50 anos do Sebrae abordam temáticas de sustentabilidade social e ambiental, trabalho em equipe, proatividade e liderança. Além disso, podem auxiliar em conversas e atividades que visam inspirar e contribuir durante a caminhada dos professores e alunos, com as histórias da Turminha do Miguel.

“Por meio dos gibis, pensamos na educação de forma lúdica e acreditamos ser uma maneira, diferente e divertida, para que as crianças possam aprender sobre o que é ser empreendedor e da necessidade de pensar na sustentabilidade. Aprendizados que vão servir para a vida toda”, destacou o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini.

Em 2021, foram entregues cerca de 80 mil quadrinhos pelo Estado, número que deve ser ultrapassado em pelo menos cinco vezes na atual edição.

“A realização desse projeto permite impactar e engajar os professores, as crianças e as famílias. Com essa capilaridade e a presença em todo o Paraná, será possível furar a bolha e levar a educação ambiental e empreendedora para novos lares”, ressalta a gestora da área de Educação e Engajamento da Fundação Grupo Boticário, Thaís Machado Gusmão.

Desde 2017, a prefeitura de Curitiba é parceira do programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), desenvolvido pelo Sebrae/PR. O JEPP é uma metodologia que utiliza noções do Programa de Educação Empreendedora e é voltado para a formação dos professores, tendo como pilares o estímulo à criatividade e ao pensamento crítico dos estudantes.

A entrega teve início em Curitiba, na Escola Municipal Vila Torres. Foto: Inove.

“É necessário trabalhar a forma de pensar na solução para problemas desde criança. Com o material, será possível elaborar atividades e colocar os alunos em situações para desenvolver a criatividade”, explica a superintendente de Gestão Educacional da secretaria municipal de Educação de Curitiba, Andressa Woellner Duarte Pereira.

Localizada no bairro Rebouças, em Curitiba, a Escola Municipal Vila Torres foi a primeira a receber o material. Ao todo, 75 crianças foram contempladas.

“Nos sentimos privilegiados por nossas turmas serem as primeiras a ter acesso. Esse projeto nos permite estimular a autonomia dentro da sala de aula e a atuação dos professores será fundamental durante o processo”, celebra a diretora da instituição, Mônica Jacobs Korte.

Educação na infância

Com soluções educacionais voltadas para professores e alunos, o Programa de Educação Empreendedora do Sebrae, no Paraná, capacitou 7.451 professores e atendeu 228.918 alunos. As ações foram realizadas em 386 escolas, localizadas em 103 cidades paranaenses, até 26 de outubro de 2022.

O programa é pautado em um modelo de educação que incentiva metodologias criativas, linguagem adequada e reconhecimento das realidades locais. O principal objetivo é o de ampliar, promover e disseminar o empreendedorismo nas instituições de ensino, por meio da oferta de conteúdos, com o intuito de consolidar a cultura empreendedora na educação.

Sobre o Sebrae 50+50

Em 2022, o Sebrae celebra 50 anos de existência, com atividades em torno do tema “Construir o futuro é fazer história”. Denominado Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que virão para o empreendedorismo no país.

Sobre a Fundação Grupo Boticário

Com 32 anos de história, a Fundação Grupo Boticário é uma das principais fundações empresariais do Brasil que atuam para proteger a natureza brasileira. A instituição atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e em políticas públicas e apoia ações que aproximem diferentes atores e mecanismos em busca de soluções para os principais desafios ambientais, sociais e econômicos. Já apoiou cerca de 1.600 iniciativas em todos os biomas no país. Protege duas áreas de Mata Atlântica e Cerrado – os biomas mais ameaçados do Brasil –, somando 11 mil hectares, o equivalente a 70 Parques do Ibirapuera. Com mais de 1,2 milhão de seguidores nas redes sociais, busca também aproximar a natureza do cotidiano das pessoas. A Fundação é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-premia-jornalistas-no-parana/Wed, 05 Oct 2022 21:08:04 +0000https://www.emedist.com/?p=8783Na manhã desta quarta-feira (05), foram conhecidos, os vencedores do 9º Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ), etapa estadual. Na categoria Jornalismo em Texto, a vencedora foi a série “O Brasil que inspira”, da Gazeta do Povo. Em Jornalismo em Vídeo, as reportagens com o tema “O que vem da feira, vende: feirantes se mantêm fortes com ideias de inovação”, produzidas pela RIC Record TV Maringá, conquistaram o primeiro lugar. E, em Jornalismo em Áudio, a vencedora foi a série “A Força do Empreender – Transformando dificuldades em oportunidades”, desenvolvida pela Rádio Educativa FM.

A celebração ocorreu no Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa (5 de outubro) e afirma os esforços do Sebrae em valorizar o papel da imprensa no fortalecimento e visibilidade do empreendedorismo e dos pequenos negócios. Nesta edição, o PSJ teve como tema “A importância dos pequenos negócios para a economia do país”.

Realizada pela primeira vez no Paraná, a etapa estadual contou com 73 trabalhos inscritos, sendo 49 classificados para a fase de avaliação do júri nas quatro categorias: Áudio, Foto, Texto e Vídeo. Desses, nove trabalhos de sete veículos de comunicação foram classificados para a final. A categoria de Fotojornalismo contou com um trabalho inscrito, que não foi classificado. Em todo o Brasil, foram 1.141 inscrições.

“Quero agradecer a todos os jornalistas que se inscreveram em nossa primeira etapa no Paraná. As informações, notícias, são os produtos do Jornalismo e é importante colocar os pequenos negócios em posição de destaque”, afirma o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta.

O júri da etapa estadual contou com a participação voluntária das profissionais das áreas de Jornalismo e Comunicação: Tatiana Bilhar, professora no Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz; Gisele Rech, jornalista, docente e Ph.D. em Comunicação e doutora em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp); e Danielle Popilnicki Tomasi, consultora do Sebrae/PR na Unidade de Comunicação e Marketing (UMC).

A cerimônia de premiação foi realizada na sede do Sebrae/PR, em Curitiba. As equipes vencedoras receberam um notebook cada, certificado e cesta com produtos típicos do Paraná, que possuem o Selo de Indicação Geográfica ou fazem parte do Fórum Origens Paraná.

Ainda estiveram presentes durante o evento, o presidente da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe), Ercílio Santinoni; o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini; o diretor de Administração e Finanças do Sebrae/PR, José Gava Neto; a gerente da Unidade de Comunicação e Marketing, Fabiola Negrão; o presidente do Sindijor PR e vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Célio Martins; o diretor da Associação dos Jornais e Portais do Paraná (ADI PR), Ricardo Mitugi Takiguti; e Ticiana Pfeiffer, representante da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp).

Categoria Jornalismo em Texto

Diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta, ao lado da jornalista vencedora Rosana Felix. Foto: Inove.

Produzida pela Gazeta do Povo, a série de reportagens “O Brasil que inspira” foi a vencedora. Os materiais apresentam histórias de coragem, criatividade e perseverança de empreendedores que, em meio à pandemia, inovaram e encontraram novas formas de trabalhar.

“É importante ter esse apoio à nossa profissão, à sociedade. É maravilhoso poder contar boas histórias e por isso agradeço ao Sebrae. A nossa matéria relatou as dificuldades da pandemia e da busca pelo aprendizado, em diferentes segmentos da economia. É marcante como o Sebrae aparece nas entrevistas. As pessoas trazem isso, sejam cursos, aprendizados ou na busca pela ajuda”, celebra a representante do trabalho, Rosana Felix.

Em segundo lugar, ficou o trabalho “Empresários descobrem na tecnologia formas de driblar os aumentos de preços”, veiculado pelo RIC Mais e elaborado por Giselle Ulbrich. Produzido por Rafael Torquato, da Banda B, o trabalho “Superação: pequenos comércios de bairro aquecem economia de Curitiba frente à crise” completou o pódio da categoria.

Categoria Jornalismo em Vídeo

Diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, ao lado do jornalista representante da equipe vencedora, Bruno Gerhard. Foto: Inove.

A série “O que vem da feira, vende: feirantes se mantêm fortes com ideias de inovação” foi desenvolvida pela RIC Record TV Maringá e conquistou o primeiro lugar na categoria. As matérias trazem a história de feirantes, com foco na inovação e na expansão dos negócios. As reportagens foram produzidas por Bruno Gerhard, Diego José de Lima, Letícia Maria Ribeiro da Silva e Rosângela Cristini Gris.

“Ninguém faz nada sozinho e esse troféu é de todos nós. Quero agradecer ao Sebrae pela oportunidade, aos jurados pela escolha, ao Grupo Ric, mas principalmente a equipe que trabalhou nesse material. Os comerciantes das feiras foram nossos personagens. Hoje, eles precisaram se reinventar, colocar os produtos no meio digital e se adaptar a esse mundo novo”, afirma o repórter, Bruno Gerhard.

Também foram contemplados outros dois trabalhos. Com o tema “Curitiba: berço de startups de sucesso”, a TV Iguaçu/Rede Massa conquistou o segundo lugar. A equipe foi composta por Gabriel Machado, Luanne Camargo, Rodrigo Silva e Vinícius Rangel.

O terceiro lugar é da série “Juntos para Empreender”, exibida pela RIC TV / Record TV, com reportagens produzidas pelos integrantes Dionei Santos, Edilson Romanini, Luca Marconsoni dos Santos, Nilson Machado e Vanessa Fontanella.

Categoria Jornalismo em Áudio

Diretor de Administração e Finanças do Sebrae/PR, José Gava Neto, ao lado da equipe vencedora da Rádio Educativa FM. Foto: Inove.

De Curitiba, a Rádio Educativa FM conquistou o primeiro lugar da categoria com a série “A Força do Empreender – Transformando dificuldades em oportunidades“. As reportagens apresentaram histórias inspiradoras de empreendedores que precisaram se reinventar por conta da pandemia de Covid-19. Além disso, as matérias também mostraram a importância das micro e pequenas empresas na geração de novos postos de trabalho.

A reportagem foi realizada por Vinicius Carrasco, com produção e edição de Janiele Delquiqui e Juliana Capobianco e trabalhos técnicos de Joaci Santos.

“A retomada da economia foi o que nos motivou na produção. A nossa intenção era de mostrar pessoas que mudaram de setores e fomos em busca de pessoas com novas ideias de negócios. É muito gratificante receber esse prêmio”, comemora a representante do trabalho, Janiele Delquiqui.

Ainda entre os finalistas da categoria, a CBN Ponta Grossa conquistou o segundo lugar. O trabalho foi desenvolvido pelo jornalista Thailan de Pauli Jaros e possui o tema “Número de startups cresce em Ponta Grossa, aponta levantamento”.

A reportagem “Empreendedorismo fortalece a retomada econômica no Paraná” ficou em terceiro lugar. Elaborado pela jornalista Lorena Pelanda, o material foi desenvolvido e veiculado pela Rádio BandNews FM Curitiba.

Demais categorias

Os trabalhos inscritos nos prêmios especiais de Jornalista Revelação, Jornalista Empreendedor e Jornalista Influenciador Digital concorrem diretamente na etapa nacional. Os finalistas serão anunciados próximo à data da cerimônia de premiação nacional.

Empresas paranaenses

Empreendedores e empreendedoras paranaenses são homenageados durante cerimônia. Foto: Inove.

Durante o evento, seis pequenas empresas paranaenses que estão o livro que conta a história dos 50 anos do Sebrae, receberam a publicação. São elas Rose Bezercry, da Cativa Natureza; Juliana e Mariza Treis, da Chá e Arte; José Luiz Fernandes, da Essência da España; Bruna Soares, Elicéia Baggio e Gislaine Queiróz, da Única Entrega; Maria Lopes Bonamigo, do Restaurante Jeito Mineiro; e Andréa Sutil, da Sutil Turismo.

Sobre o Sebrae 50+50

Em 2022, o Sebrae celebra 50 anos de existência, com atividades em torno do tema “Construir o futuro é fazer história”. Denominado Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que virão para o empreendedorismo no país.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/inspire-se-em-mais-de-60-historias-empreendedoras-no-dia-nacional-da-mpe/Wed, 05 Oct 2022 14:02:22 +0000https://www.emedist.com/?p=8757Na data em que se comemora o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa (MPE), a 5Gbet (ASN) apresenta uma novidade para quem se interessa por histórias de empreendedorismo inspiradoras. A partir desta quarta-feira (5), será possível conhecer a força de quem empreende em nova seção da ASN, que vai trazer, já no lançamento, mais de 60 cases de quem transformou sonhos em negócios, com o apoio do Sebrae.

Uma dessas histórias é a do empreendedor Renato Barreto, que, quando jovem, trabalhou como mecânico de bicicletas em uma fábrica de triciclo no estado do Rio de Janeiro. Com muita força de vontade, ele se especializou no ofício e hoje é dono do seu próprio negócio: o Palácio de Triciclos. Localizado em Nova Iguaçu (RJ), o pequeno negócio atende clientes de todo o Brasil, com a fabricação de bicicletas de carga, foodbikes, entre outros modelos. “O Sebrae fornece orientações que abrem nossa mente, ensinam a pensar fora da caixa e a enxergar onde podemos melhorar”, conta o empresário. Para conhecer mais detalhes da história do Renato e de outros empreendedores, cliqueaqui

Além de divulgar as histórias, a nova seção da ASN oferece a oportunidade a quem empreende de contar a sua história de sucesso. Para isso, basta preencher o formulário eletrônico clicando no botão “Conte sua história” e, se for selecionado, poderá integrar essa grande vitrine do empreendedorismo brasileiro.

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/sebrae-sc-anunciou-os-vencedores-estaduais-da-9a-edicao-do-premio-sebrae-de-jornalismo/Tue, 04 Oct 2022 13:50:30 +0000https://www.emedist.com/?p=8707O Sebrae/SC anunciou, no dia 29 de setembro, os vencedores da etapa estadual do 9º Prêmio Sebrae de Jornalismo. Os primeiros colocados de cada categoria seguem na disputa do Prêmio Sebrae de Jornalismo na etapa regional e, se vencerem, concorrem na etapa nacional do Prêmio, que será realizada em Brasília, em dezembro.

A premiação reconheceu os melhores trabalhos jornalísticos em quatro categorias: vídeo, áudio, texto e foto, contemplando as melhores reportagens com temáticas que englobam o universo dos pequenos negócios.

O 1º lugar em Santa Catarina em cada categoria ganhou um vale viagem no valor de R$ 2 mil, um kindle e um troféu. O 2º lugar garantiu um vale viagem de R$ 1 mil, um vale livraria no valor de R$ 500 e um certificado.

Já o prêmio nacional para o vencedor de cada categoria é um notebook de última geração e um troféu, mesmo prêmio concedido aos vencedores das categorias especiais. O vencedor do grande Prêmio Sebrae de Jornalismo ganha um celular de última geração, com câmera e capacidade de edição de vídeos e fotos e um notebook (recebido como prêmio vencedor em sua categoria) com configurações de alto desempenho e capacidade de edição de vídeos e fotos.

Sobre o Prêmio

O tema central da edição é “A importância dos pequenos negócios para a economia do país”. O Prêmio Sebrae de Jornalismo premiará as matérias que melhor abordem o tema, considerando os diversos aspectos relacionados ao universo do empreendedorismo no Brasil, como: empreendedorismo, produtividade e competitividade, inovação e startups, inclusão produtiva a sustentabilidade, transformação digital, políticas públicas e legislação, acesso a crédito.

“Todos os inscritos demonstraram muita qualidade em seus trabalhos e o grande potencial do jornalismo catarinense em prol dos pequenos negócios e do empreendedorismo. Estamos orgulhosos com os trabalhos que foram selecionados para competir a nível regional, com conteúdos de muita relevância e qualidade sobre o mundo dos negócios”, afirma a gestora estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, Juliane Schveitzer da Silva.

-

Conheça os vencedores:

-

CATEGORIA JORNALISMO EM TEXTO

  • 1º lugar: Empresas da região buscam especialização para garantir saúde financeira e longevidade nos negócios (O Município)

Representante do trabalho: Bruno da Silva

  • 2º lugar: Resiliência empreendedora: como blumenauenses superaram a crise apostando em micro e pequenas empresas (O Município Blumenau)

Representante do trabalho: Jotaan Silva

  • 3º lugar: Microempresas têxteis: a geração de empregos, desafios e concorrência em Brusque (ND Mais)

Representante do trabalho: Marcos Jordão

-

CATEGORIA JORNALISMO EM VÍDEO

O terceiro colocado desta categoria foi definido por meio de voto de desempate do júri.

  • 1º lugar: Elas querem empreender – preconceito e falta de incentivo ainda são barreiras, aponta pesquisa (Jornal do Almoço / NSC TV)

Representante do trabalho: Mariana Faraco

  • 2º lugar: Startup catarinense usa nanopartículas de ouro para detectar bactéria da salmonela em alimentos (NDTV / RECORD TV)

Representante do trabalho: Paulo Mueller

  • 3º lugar: Selo Catarinense: os produtos de SC com registro de Indicação Geográfica (NSC TV)

Representante do trabalho: Luiza Morfim

-

CATEGORIA JORNALISMO EM ÁUDIO

  • 1º lugar: Mulheres na indústria: esse também é um espaço pra elas (Donas da P* Toda – Podcast)

Representante do trabalho: Marina Melz

  • 2º lugar: De costureira a estilista: O empreendedorismo como instrumento de transformação (Rádio Caçanjurê / RBV Rádios)

Representante do trabalho: Juciele Marta Baldissarelli

  • 3º lugar: Pequenos produtores transformam SC no maior produtor nacional de leite (Rádio Catarinense FM)

Representante do trabalho: Marcelo Santos

-

CATEGORIA FOTOJORNALISMO

  • 1º lugar: Dona de salão de beleza investe no aproveitamento total da goiaba serrana (Portal da Ilha)

Representante do trabalho: Antonio Carlos Mafalda

  • 2º lugar: Empresária inova em salão especializado para cabelos cacheados (Portal Sou Catarina)

Equipe: Liziane Nathália Vicenzi

  • 3º lugar: Durante a pandemia, comerciante se transforma em ‘rainha das lives’ (Portal Litoral Sul)

Representante do trabalho: Lucas André Colombo

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/conhecer-2022-acontece-nos-dias-06-e-07-de-outubro-em-belo-horizonte/Mon, 03 Oct 2022 14:18:27 +0000https://www.emedist.com/?p=8691Nesta semana, nos dias 6 e 7 de outubro, será realizado a 5ª edição do ConheCER – Seminário Internacional de Educação Empreendedora. O evento, que acontece desde 2017, traz nesta edição o tema “Os Sentidos da Educação Empreendedora”, com uma ampla programação de palestras, painéis e oficinas com convidados nacionais e internacionais. O seminário será realizado na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte, e as inscrições gratuitas podem ser feitas pelo site do evento.

O evento é destinado a educadores, gestores escolares, pesquisadores e estudiosos da área da educação. Nesta edição, a proposta é trazer reflexões sobre o sentido da educação empreendedora para a vida, dos novos saberes e experiências de aprendizagem. “A proposta é trazer novas formas de fazer as práticas educativas acontecerem”, explica a gerente da unidade de Educação e Empreendedorismo do Sebrae Minas, Fabiana Pinho.

A abertura do evento, na quinta-feira (6), terá a palestra internacional do professor e doutor Jacinto Jardim, com o tema “Os Sentidos da Educação Empreendedora – Práticas e Tendências Globais”. A palestra abordará sobre como Portugal e outros países fazem da educação empreendedora uma ferramenta de inovação na maneira de educar e um caminho de transformação por meio das atitudes empreendedoras.

Outro destaque do evento serão os painéis com a participação de convidados especiais. O primeiro painel, “Os Sentidos de uma nova Educação”, será mediado pela professora e mestre em Educação, Manu Bezerra, com a participação de Débora Garofalo e Carol Mariano. O segundo painel terá o tema “A Educação tá on, professores YouTuber’s”, mediado por João Alegria, do Canal Futura. O painel terá a presença de professores youtubers que irão contar suas histórias de sucesso nas redes sociais e como fizeram pra chegar até seus alunos ensinando de maneira descontraída e inusitada.

A programação conta ainda com casos inspiradores de educadores, estudantes e gestores que passaram pela educação empreendedora e transformaram suas vidas e de quem os rodeia, com o “CER Histórias”.

Oficinas e Cine CER

No dia 7 de outubro, o público poderá conferir diversas oficinas. A professora Sande Almeida fará a “Oficina Protagonizar – Como ser um(a) professor(a) protagonista utilizando metodologias ativas e Educação Empreendedora”. A educadora Débora Garofalo irá ministrar a “Oficina de Sucatas e Robótica – Como utilizar metodologias ativas, cultura maker e robótica na sala de aula”; e, por fim, o designer Lucas Alves traz a “Oficina de Pensamento Visual – Como desenvolver métodos de planejamento e exposição de conteúdo de maneira visual.”

Além das oficinas, o evento terá ainda sessões de cinema comentado no CINE CER, com a participação do analista do Sebrae Minas Thiago Morais, que irá explicar a estratégia de utilização de recursos audiovisuais em sala de aula.

A programação completa do ConheCER 2022 está disponível no site do evento.

CER Sebrae

O seminário ConheCER 2022 é uma realização do CER – Centro Sebrae de Referência em Educação Empreendedora, uma plataforma digital, referência em estudos, pesquisas, ferramentas e tecnologias sobre Educação Empreendedora. Sua proposta é ser um hub de educação e laboratório na produção de conhecimento, conectando educadores às soluções inovadoras e gerando valor para todo o ecossistema de educação.

O CER Sebrae acredita que a educação empreendedora estimula todos os novos sentidos e potencializa uma educação inovadora, propositiva e relevante, capaz de proporcionar a estudantes e educadores a construção de sonhos possíveis.

-

Seminário ConheCER 2022

Gratuito

Dia 6 de outubro, das 8h30 às 17h30; dia 7 de outubro, das 9h às 12h30

Local: Sebrae Minas (Av. Barão Homem de Melo, 329, Nova Granada. Belo Horizonte/MG)

Programação e inscrições: https://www.

-

]]>
5Gbet - Indicações – 5Gbet – 5Gbethttps://www.emedist.com/cultura-empreendedora/estado-de-minas-o-tempo-record-tv-minas-e-rede-minas-vencem-a-etapa-mineira-9o-psj/Fri, 30 Sep 2022 16:10:03 +0000https://www.emedist.com/?p=8668Profissionais do Estado de Minas, O Tempo, Record TV Minas e Rede Minas venceram a etapa mineira do 9º Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ). O anúncio foi feito na noite desta quarta-feira (28/09), durante a cerimônia que reuniu finalistas e convidados na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte. Os vencedores de Minas Gerais seguem na disputa regional, de onde saem os finalistas da etapa brasileira. A grande final será realizada dia 6 de dezembro, em Brasília.

O PSJ é dividido em quatro categorias: Jornalismo em Texto, Jornalismo em Áudio, Jornalismo em Vídeo e Fotojornalismo. E é concedido a profissionais que atuam nos diferentes canais da imprensa brasileira e novas plataformas digitais de áudio e vídeo. A nona edição do PSJ tem como tema ‘A importância dos pequenos negócios para a economia do país’. O (s) vencedor (es) de cada categoria da etapa mineira do 9º PSJ recebeu um prêmio de R$ 5 mil em dinheiro, além de troféu e certificado.

“O trabalho do jornalista ajuda a dar visibilidade e a valorizar o papel do empreendedor. É um orgulho para todos nós e uma honra estar aqui participando da entrega do prêmio. Ressalto a pertinência e importância do tema, ‘A importância dos pequenos negócios para a economia do país’, que reflete, resume a atuação do Sebrae Minas que encontra nos profissionais do jornalismo uma ponte mais que necessária para a divulgação do nosso trabalho junto aos empreendedores e à sociedade”, destacou o superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha.

A nona edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo também fez uma homenagem especial a um dos mais respeitados veículos de comunicação de Minas Gerais: o Diário do Comércio. Fundado pelo jornalista José Costa em 1932, o jornal completará 90 anos de história em outubro. É o único veículo especializado em economia, gestão e negócios de Minas Gerais, e vem cumprindo, ao longo dessas nove décadas, a missão de divulgar e valorizar a economia e os empresários do nosso estado.

A presidente e diretora editorial do Diários do Comércio, Adriana Costa Mulls, ressaltou a relevância do prêmio. “Gostaria de parabenizar a todos que aqui estão, pela qualidade dos trabalhos apresentados e, mais ainda, pela relevância deste evento, deste prêmio, que é sem igual para os empreendedores e para o contexto econômico de forma abrangente. Agradeço imensamente ao Sebrae Minas e a todos que sempre acreditaram no nosso projeto e em nosso trabalho jornalístico”, revela.

“Estou feliz com esta homenagem prestada ao Diário do Comércio, num momento tão especial, quando o jornal completa 90 anos, e o Sebrae chega aos 50 anos. Somos e seremos sempre parceiros. Cada vez que vocês, jornalistas, produzem uma matéria sobre o dia a dia dos pequenos negócios, estão contribuindo para embalar sonhos e inspirar quem já se lançou no universo do empreendedorismo e tantos outros que desejam abrir o próprio negócio”, ressaltou o superintendente, Afonso Rocha.

O 9º PSJ teve 98 trabalhos inscritos em Minas Gerais, dos quais 10 foram classificados como finalistas. A avaliação dos conteúdos foi feita por um júri técnico, formado pelos jornalistas Antônio Achilis, João Paulo Cunha (in memorian) e Marta Vieira. Filósofo, jornalista, pedagogo, João Paulo Cunha, que faleceu no dia 10 de setembro, também recebeu uma homenagem especial durante o evento.

Vencedores do 9º PSJ – etapa Minas Gerais

Categoria Jornalismo em Texto: Tatiana Lagôa, do jornal O Tempo, com o trabalho: Black Power: negócios que transformam. A reportagem mostra a força do empreendedorismo negro como alternativa de renda e afirmação de ancestralidade em áreas periféricas da região metropolitana de Belo Horizonte.

Categoria Jornalismo em Áudio: Pablo Nascimento, Ana Paula Pedrosa e Kiko Viveiros, da Record TV Minas, com a série especial de podcasts Empreendedorismo ajuda mulheres vítimas de violência a sair de relacionamentos abusivos. A série retrata a jornada de mulheres vítimas de violência doméstica, que encontraram no empreendedorismo uma forma de garantir a independência financeira e se desvencilhar dos relacionamentos abusivos.

Categoria Jornalismo em Vídeo: Laura Zchaber, Atalissa Rosa, Sandro Romero, Aline Scarponi e Bruna Cevidanes, da Rede Minas, com a série de reportagens Recall: a virada dos pequenos. O trabalho mostra a resiliência de pequenos negócios que sofreram os impactos da pandemia da Covid-19. Histórias de empreendedores que, mesmo diante das adversidades, não desanimaram, buscaram novos nichos e reergueram seus negócios.

Categoria Fotojornalismo: Luiz Ribeiro, do Estado de Minas, com a série de fotos da reportagem A Força do Pequi. O trabalho mostra o valor cultural e socioeconômico do fruto que simboliza a diversidade do Cerrado, gera emprego e renda para milhares de pessoas em áreas pobres e castigadas pela aridez no país.

]]>
5Gbet Mapa do site